Nova “geração de ouro”? Confira as principais promessas do Sub-17 tricolor

Após classificação para a semifinal do Brasileiro da categoria, Moleques de Xerém estreiam hoje na Copa do Brasil Sub-17 contra o Porto Vitória, do Espírito Santo, às 15hrs, nas Laranjeiras. A equipe busca seguir os passos da “Geração de ouro” de Xerém, formada por nomes como Marcos Paulo, João Pedro, Luiz Henrique, Calegari, André e Marcelo Pitaluga, finalista da competição em 2018, semifinalista em 2019, e que já rendou bons frutos para a equipe profissional.

O portal Ge.globo destacou cinco atletas considerados as grandes joias dessa equipe, são eles: Arthur, João Neto, Kayky, Matheus Martins e Metinho. Desses cinco, apenas Arthur, com Covid, não entra em campo na partida de hoje.

Confira mais sobre cada promessa:

Arthur
Sensação de Xerém, o meia de 15 anos assinou um pré-contrato com o Fluminense há três meses, garantindo seu primeiro vínculo profissional em fevereiro de 2021, quando completar 16. Pela seleção, mesmo sendo um ano mais novo do que a maioria, foi o camisa 10 no título do Sul-Americano Sub-15, disputado no Paraguai, no ano passado.

FOTO: LUCAS MERÇON / FFC

João Neto
O atacante de 17 anos é mais um nome da fábrica de talentos de Xerém. Em 2019, ainda pelo sub-16, fez um golaço, de letra, na vitória sobre o Flamengo por 3 a 0, pelo Carioca da categoria. Nesta temporada, já foi acionado também em uma partida do sub-20. João Neto assinou seu primeiro contrato profissional com o clube, válido por três anos, em outubro do ano passado.

FOTO: MAILSON SANTANA/FFC

Kayky
Assim como João Neto, Kayky também é atacante e já é observado pela comissão técnica do sub-20, tendo sido chamado para uma partida da categoria. “Matador”, o jovem terminou a fase de grupos do Brasileirão Sub-17 como artilheiro: com nove gols em nove jogos. Seu destaque na base fez com que assinasse seu primeiro contrato profissional com o Fluminense em janeiro deste ano; o compromisso é valido até o fim de 2022.

FOTO: MAILSON SANTANA/FFC

Matheus Martins
O atacante, também de 17 anos, assinou seu primeiro contrato profissional com o clube em setembro de 2019. O vínculo firmado é válido até setembro de 2022 e a multa rescisória é de € 40 milhões (mais de R$ 217 milhões na cotação atual). Matheus Martins marcou no jogo de ida contra o Vasco, pelas quartas de final do Brasileirão Sub-17, e já balançou as redes até pela equipe sub-20.

FOTO: MAILSON SANTANA/FFC

Metinho Silu
Nascido no Congo, Metinho é mais uma sensação da base tricolor. O volante de 17 anos também assinou seu primeiro contrato profissional com o Flu no início deste ano – válido até o fim de 2022. Recentemente, foi chamado para completar os treinos da seleção brasileira principal, junto com Luiz Henrique, que este ano foi promovido aos profissionais do clube.

FOTO: MAILSON SANTANA/FFC

Foto em destaque: Nathan de Lima/ FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *