Com eliminação no sub-23, jovens podem ganhar oportunidade na equipe profissional

Com a eliminação para o Vila Nova-GO no Brasileiro de Aspirantes, os jogadores das categorias sub-20 e sub-23 não disputam mais nenhuma competição até o fim da temporada. Com isso, nomes muito pedidos pela torcida, como os atacantes John Kennedy e Samuel Granada, e o volante André podem ganhar oportunidades nas nove rodadas finais do Brasileirão.

Além dos citados acima, outros atletas vistos com bons olhos pela torcida, é o caso do zagueiro Luan Freitas, os laterais Dani Bolt e Marcos Pedro, e os meia-atacantes Gabriel Teixeira e Wallace.

O portal GE fez um levantamento do desempenho de cada jogador na temporada em 2020:

André

O volante de 19 anos já defendeu o time profissional em oito jogos, mas acabou perdendo espaço e voltando às categorias de base e aspirante. Foi titular tanto na reta final do Brasileirão Sub-20, como do Sub-23, e pode ser uma boa opção para o meio de campo de Marcão, já que Yuri e Hudson vêm recebendo críticas de parte da torcida. Em fevereiro do ano passado, renovou até dezembro de 2023; sua multa é de € 40 milhões (cerca de R$ 252,7 milhões).

Dani Bolt

O lateral-direito de 21 anos apareceu como opção quando Gilberto acertou com o Benfica, de Portugal, mas até aqui recebeu apenas uma oportunidade no time profissional. Ainda sob comando de Odair, Daniel entrou nos minutos finais da vitória por 4 a 2 sobre o Goiás, pela 14ª rodada do Brasileirão. Após um impasse entre seus empresários e o Fluminense, renovou por quatro anos. Caso ganhasse uma nova chance com Marcão, Calegari poderia ser testado como volante, sua função de origem.

Gabriel Teixeira

Camisa 10 da equipe sub-20, Gabriel Teixeira foi mais um a ser acionado para a reta final do Brasileirão de Aspirantes. Com 19 anos, foi um dos destaques do time comandado por Eduardo Oliveira na temporada e, em dezembro, teve seu contrato estendido até o fim de 2023. Se fosse relacionado por Marcão, teria a concorrência de Ganso e Nenê, além de Marcos Paulo, Michel Araújo e Yago Felipe, que por vezes desempenham a função de meia.

John Kennedy

Visto como uma das principais joias do sub-20, o atacante de 18 anos foi também acionado no sub-23. Conhecido por ser “carrasco” do Flamengo nas categorias de base, é um dos nomes mais pedidos pela torcida no time profissional. Em entrevista recente ao ge, John Kennedy pregou calma, mas admitiu que já sonha com uma parceria com Fred. Seu contrato foi renovado até o fim de 2024 com multa estipulada em € 40 milhões (cerca de R$ 252,7 milhões).

Luan Freitas

Mesmo em uma categoria acima, o zagueiro de 19 anos foi titular absoluto da equipe no Brasileirão de Aspirantes, comandada por Marcão até início de dezembro. A recém-parceria com o treinador pode, inclusive, ajudá-lo a ganhar uma chance na equipe profissional, que hoje conta com Luccas Claro, Frazan, Matheus Ferraz e Nino para a posição. Já foi relacionado em sete oportunidades para o time principal, mas não saiu do banco de reservas. Seu contrato com o Fluminense é válido até o fim de 2022 e sua multa é de € 20 milhões de euros (mais de R$ 126 milhões na cotação atual).

Marcos Pedro

Titular absoluto do time sub-20, o lateral-esquerdo só foi chamado uma vez para a equipe sub-23, quando foi titular na vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians. Mesmo com a pouca experiência, já é um nome pedido por muitos torcedores, uma vez que a dupla Danilo Barcelos e Egídio não goza de muito prestígio. Em julho do ano passado, renovou até o fim de 2022 com multa rescisória de € 35 milhões (aproximadamente R$ 221 milhões atualmente).

Samuel Granada

Ao lado de John Kennedy, o centroavante de 20 anos é o que mais gera expectativa na torcida para já ser aproveitado no time principal. Em 2019, foi vice-artilheiro da equipe sub-20, com 13 gols, atrás apenas de Evanilson, e, nesta temporada, já marcou 10 vezes. Com multa rescisória de € 30 milhões (cerca de R$ 189 milhões), tem contrato válido até o fim de 2022.

Wallace

Armador da “Geração de Ouro”, o atleta de 19 anos era considerado uma das maiores promessas de Xerém, ao lado de João Pedro e Marcos Paulo. Uma grave lesão no início de 2019, no entanto, interrompeu sua ascensão. Voltou a atuar na Copinha de 2020 e, inclusive, chegou a ser relacionado por Odair em jogos do Carioca, mas não saiu do banco. Foi titular do time sub-20 nesta temporada e passou a ser acionado também para o sub-23. Renovou com o clube até o fim de 2023, com multa de € 40 milhões (mais de R$ 250 milhões na cotação atual).

Foto: Lucas Merçon/ FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *