“Feliz aniversário, Dr. Celso” – Por Wagner Aieta

Feliz aniversário, Dr. Celso”


No fim dos anos 90, estávamos à beira do precipício, ou melhor, rumo ao mais profundo círculo do inferno.
Já tomados pela desesperança, eis que surge uma mão redentora e nos puxa para cima.
E, mais, pouco a pouco, essa mão redentora recoloca-nos no lugar que a História nos reservou.


Abandonemos a metonímia da parte (mão) pelo todo (pessoa).
Graças a ele, nós, tricolores, aguardávamos, ansiosos, a chegada do mês de janeiro, que era recheado de especulações e boas notícias. Não tinha essa de Caio Paulista, não!
Essa espera, amigos, não era em vão.


Graças a ele, vimos craques voltarem a envergar o nosso manto: Romário, Edmundo, Ramon, Asprilla, Beto, Felipe, Petkovich, Carlos Alberto, Thiago Silva, Thiago Neves, Fred, Conca, Deco, etc.


Graças a ele, tornamo-nos o time mais badalado do Brasil.
Graças a ele, ganhamos três títulos nacionais e fizemos uma campanha histórica na Copa Libertadores em 2008 – que nos foi tirada, apenas, para dar um quê de tragédia grega. Assim sucede com todos os heróis.


Refiro-me ao Dr. Celso Barros, cujo lugar de honra, por seus inegáveis feitos, já está guardado no panteão dos grandes tricolores.


PARABÉNS Dr. CELSO BARROS! O senhor tem o reconhecimento daqueles que realmente importam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *