Média de gols sofridos no Brasileiro dobra com Marcão

Com a troca de comando técnico, é nítida a fragilidade da defesa tricolor. Se antes com Odair, uma das coisas boas era o Pilar defensivo, com Marcão não dá para se falar o mesmo. O time já foi vazado em 14 oportunidades em 7 jogos. Enquanto com Odair, em 24 jogos, o Fluminense tomou 26 gols. Média de 1,08 por partida. 

Contra o Coritiba ficou nítida a fragilidade defensiva do tricolor, talvez nas únicas três chances do adversário, todas acabaram com a bola no fundo da rede do goleiro Marcos Felipe. 

O site Ge fez um raio-x dos gols sofridos desde que Marcão assumiu o comando técnico do Flu. Segundo a reportagem, a maioria saiu de jogadas construídas em cima do lado esquerdo da defesa tricolor, sete, enquanto só duas nasceram pela direita e cinco pelo meio. Metade dos gols também tiveram algo em comum: surgiram após cruzamentos na área, só que rasteiros ou a meia altura, sendo três após rebotes.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fonte: GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *