Flu auxilia garotos que foram resgatados de cativeiro à retornarem aos seus lares

Há 2 meses atrás, Fluminense recebia em Xerém  13 jovens oriundos de Alagoas, Paraná, Amazonas e Paraíba, entre 12 e 18 anos, vieram para o RJ tentar o sonho de ser atleta profissional e seguir a carreira de jogador de futebol, que estavam sendo mantidos em cárcere privado por um homem em um sítio, em Duque de Caxias.

Fluminense abrigou os jovens, realizou teste para Covid-19, ofereceu todo apoio psicológico e médico aos meninos.  Agora, sensibilizado com a história dos meninos, em situação muito vulnerável no Rio, o clube auxiliou cada um deles no retorno aos seus lares, para os braços de suas famílias, arcando com as despesas do retorno deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *