Em noite de arbitragem polêmica, Fluminense fica no empate com o Santos e vê G4 mais distante

O Fluminense entrou em campo na noite deste domingo (21) para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, com a expectativa de uma vitória, para se manter vivo na briga pelo G4 do Brasileirão. Porém, além do adversário ainda contou com uma arbitrage muito polêmica e acabou ficando no 1 a 1.

Mantendo a mesma estratégia que adotou nos últimos jogos, o Flu iniciou com as linhas baixas e apostando na saída rápida para o contra-ataque. E funcionou. Logo no início, Luiz Henrique escapou pela direita e achou Lucca, livre entrando pelo meio. O atacante agiu rápido e bateu de primeira, no canto, abrindo o placar para o Fluminense.

Logo após um dos lances mais polêmicos do jogo, quando o zagueiro do Peixe, Luiz Felipe, dividiu com o meio campista Yago, e a abou acertando o joelho do jogador do Flu. O juizão porém, nem ao menos foi chamado pelo VAR.

Precisando do resultado para se manter na briga por uma das vagas na Libertadores, o Santos voltou para o segundo tempo tentando pressionar o Fluminense, que conseguia administrar bem o jogo, embora o juiz Sávio Pereira Sampaio, se mostrava totalmente enrolado com o jogo. Até que aos 40 minutos em lance que gerou inclusive uma discussão entre os tricolores se teria sido falta, Sávio deu o segundo cartão amarelo e expulso Nino. Como desgraça pouca é bobagem, logo na sequência do lance o Santos empatou a partida.

Final na Vila Belmiro, Santos 1 x 1 Fluminense. Com o empate, o Fluminense chegou aos 61 pontos, porém viu o G4 mais longe, já que o Atlético-MG venceu o Sport e chegou aos 65 pontos. Já o São Paulo, atual quarto colocado com 63 pontos, só poderia somar no máximo um ponto nos jogos contra Botafogo e Flamengo nos próximos jogos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *