Fluminense quita salário em aberto de janeiro e dois meses de direito de imagem

A diretoria do Fluminense segue trabalhando para colocar as contas em dias e, acertar as pendências ainda em aberto com o elenco, que terminou a temporada na última quinta-feira (25) e, na sexta-feira (26) quitou o restante do salário em CLT de janeiro para o elenco e funcionários.

O clube já havia pago metade da folha na quinta, antes do jogo contra o Fortaleza pela última rodada do Campeonato Brasileiro, conforme noticiado pelo site ST.com.

Além dos salários, o clube acertou também dois meses de direito de imagem: a folha de outubro na quinta e a de novembro na sexta. Lembrando que poucos atletas do elenco recebem esse tipo de modalidade, cerca de 1/3 do jogadores.

Apesar dos esforços da diretoria no entanto, segue em aberto o 13º salário de 2020, os direitos de imagem de dezembro e janeiro e algumas parcelas de salários CLT do ano passado que ficaram combinadas, em acordo entre direção e elenco, de serem pagas apenas este ano, como forma de diminuir o impacto da paralisação das competições com a pandemia de Covid-19 nas finanças.

Vale destacar que a direção do clube possui um acordo, atualizado em dezembro, com todo o elenco, de que todos os débitos serão pagos até março. Caso os compromissos assumidos não forem honrados até o prazo combinado, o Tricolor será obrigado a pagar a diferença que o elenco abriu mão em 2020 referentes aos meses de março (15%), maio (25%) e junho (25%).

Vale destacar ainda que o salário de fevereiro que termina neste domingo, só vence no quinto dia útil de março.

Foto em destaque: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *