“Res publica, coisa alheia e sacanagens” – Opinião André Ferreira de Barros

Res publica, coisa alheia e sacanagens”

Do Direito romano, provém o conceito de república (res + publica), literalmente “coisa pública”. Apartou-se, assim, grosso modo, o patrimônio público do particular do monarca. É dizer, este vela por aquele, vedada a confusão entre um e outro.

Com as devidas adaptações, esse conceito é aplicável àquele que gere a coisa alheia. Por exemplo, o Fluminense, a um só tempo, é de todos, mas não é de ninguém. Trocando em miúdos, o Fluminense não pertence ao Sr. Mário Bittencourt, que gere – e muito mal – a paixão de milhões de apaixonados tricolores.

No entanto, o Sr. Mário Bittencourt entende diferentemente. Faz e desfaz as coisas, tudo ao seu alvedrio, como se o Fluminense fosse exclusivamente dele. A propósito, nesse mister, o Presidente é desgraçadamente secundado por seus acólitos.

Fruto de uma árvore irremediavelmente envenenada, o Fluminense é um celeiro de malfeitos, dirigentes e apoiadores inescrupulosos. Tudo isso somado tem o valor inferior a um caminhão de caca. Aliás, entre a malta e o referido caminhão, ficaria com este último.

A propósito, àqueles que ameaçam me processar, eu vos lembro que existe um instituto jurídico chamado “… exceção da verdade…”. Qualquer dúvida, perguntem ao Pavão e ele explicará para vocês, ignaros.

Tornando ao ponto, a última das sacanagens que brotou do Setor de Comunicação foi denunciada pelo corajoso Antônio González, líder da “… maior Força-Flu de todos os tempos…”. Refiro-me à distribuição de pacotes de PPV para blogs chapas brancas – esse esgoto de parasitas que concorre para o apequenamento do clube -, contribuindo para o seu impulsionamento e, claro, a sua monetização. Aos independentes, um “fodam-se!”.

Ora, é forçoso convir que o fruto não cai longe do pé. Para mim, isso contou com a anuência – ao menos tácita – do “Le Petite”.

À espera de Godot (Samuel Beckett).

À espera de uma ação das instâncias de controle do clube estamos nós.

À espera de uma ação contundente do Estado estamos nós.

Enquanto isso não vem, assisto ao meu amado Fluminense definhar nas mãos purulentas de um escroque. E pagando PPV do meu bolso, como convém a um homem de bem.

Saudações tricolores!

“Texto em solidariedade aos Canais FLUNEWS, NET FLU, EXPLOSÃO TRICOLOR , PANORAMA TRICOLOR e CANAL DO JORAND que merecem todo o respeito do Torcedor por noticiar o FLUMINENSE FC em longa data.”

O texto é de total responsabilidade do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *