É NORMAL! Flu joga mal, mas consegue a vitória no clássico contra o Flamengo

No primeiro tempo, o Fluminense começou o jogo parecendo estar com os reservas em campo, apático, sem vontade, deixando o Flamengo jogar. Tanto é que o time do Flamengo foi quem chegou primeiro. Aos 2 minutos, Rodrigo Muniz assustou Marcos Felipe em uma cabeçada para fora. E não parou por ai, logo em seguida aos 3 minutos, Pepe arriscou de fora da área fazendo a bola passar por cima do gol do Fluminense.
O time tricolor quase não pegava na bola, quando pegava já perdia e dava chances ao time adversário. Para ter uma noção, Fluminense só chegou no gol do Flamengo aos 15 minutos depois de uma troca de passes com Caio Paulista lançando para Pacheco que não conseguiu chegar na linha de fundo.
Parecia que o Fluminense não queria jogar, pelo menos era o que o time de Roger Machado mostrava em campo.
Não conseguia trocar passes, não finalizava, perdia bola com facilidade, totalmente perdido na partida. Fluminense só foi conseguir a primeira finalização aos 40 do primeiro tempo com Yuri em chute fraco sem dificuldades, diferente do time do Flamengo que já tinha finalizado 8 vezes contra o gol tricolor. O time tricolor não conseguiu ganhar nenhuma dividida, todos os rebotes eram da equipe do Flamengo, parecia estar totalmente desorganizado e sem noção do que estavam fazendo dentro de campo.

Para o segundo tempo Roger mudou, entrou Gabriel Teixeira no lugar do Pacheco e o estreante Wellington no lugar do André.
Wellington que deu seu cartão de visita tomando um cartão amarelo logo nos primeiros minutos.
Fluminense mudou só em nomes, porque em tática, em vontade, pouco mudou, parecia estar ainda no primeiro tempo.
Flamengo quase abriu o placar com Michael aos 13 minutos, depois de Marcos Felipe ter saído errado na bola, o atacante conseguiu ganhar a dividida, mas o goleiro tricolor conseguiu voltar a tempo e defender o chute.
Era notável a insatisfação de Roger Machado na beira do campo, o time tricolor não conseguia segurar a bola no campo de defesa e muito menos no campo de ataque. Péssima partida do Fluminense, péssima.
Aos 27 minutos saiu o apagado Ganso que quase não pegou na bola para a entrada de John Kennedy. Roger tentando colocar um pouco mais de velocidade no ataque tricolor. Passado mais da metade do segundo tempo, o Flamengo já tinha finalizado 14 vezes contra apenas 3 do Fluminense, aí já dava para termos uma pequena noção do que mostrava em campo o time do Fluzão.

Até que o time tricolor chegava bem nas bolas paradas, como Frazan aos 31 minutos que cabeceou bem para ótima defesa do goleiro adversário colocando para fora. Mas quando tudo parecia estar indo para mais um jogo sem mostrar seu futebol e sem pontuar, o improvável Igor Julião mandou um pombo sem asa do meio da rua e fez um golaço aos 38 minutos do segundo tempo, era o gol do Fluminense que abria o placar no clássico, 1×0.

Roger Machado que nunca tinha perdido jogos em sua estreia, continua com essa fama de pé quente em estreias. É aquele famoso ditado: Quem não faz, leva. Primeiro três pontos do tricolor no campeonato.

Fluminense volta a campo no próximo sabado (20) contra o Bangu às 21h ( Brasília ) em Moça Bonita.

Fotos: Mailson Santana/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *