Uram se posiciona sobre negociação em nome do Flu: “o Fluminense não me mandou pra nada”

Em entrevista ao portal NetFlu, o dirigente do Goiás, Ediminho Pinheiro, revelou que a negociação envolvendo o zagueiro David Duarte foi realizada por intermédio do empresário do atleta, Eduardo Uram, que seria segundo o dirigente, um representante do Fluminense. Porém, também em contato com o Netflu, Uram disse ter representado o jogador:

O procedimento é esse. Os clubes, como em tudo na vida, não só no futebol, não se falam direto. Nunca. Se você for vender ou comprar um apartamento ou casa, hoje, você só vai conhecer o comprador ou vendedor no momento da escritura. Por isso existe a função do intermediário. Nesse caso específico do David Duarte, este intermediário tem que estar credenciado por alguém. Uma transferência no futebol tem três pontas, um clube o outro clube e o jogador. Eu estava credenciado por duas partes: pelo jogador e pelo Goiás, porque eu tenho o contrato exclusivo de venda do David Duarte há mais ou menos três anos. Esse contrato tem validade enquanto o David tiver relação com o Goiás. O Fluminense não me mandatou pra nada. Apenas o Fluminense precisa de zagueiro, um ou dois, e eu tenho o meu cliente, que é o David Duarte. Ele é muito bom jogador. Não tem ninguém que não goste dele. O clube disse que tinha interesse e eu usei a minha representação do David Duarte e a minha exclusividade de venda – disse Uram.

Foto em destaque: Divulgação

2 Replies to “Uram se posiciona sobre negociação em nome do Flu: “o Fluminense não me mandou pra nada””

  1. Pingback: dating gay bear

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *