“Sei o que vou encontrar, mas eles também sabem que têm que nos respeitar”, Experiente em ‘Copas’, Wellington mira Libertadores

O jogador de 30 anos já disputou seis vezes o torneio e é o único brasileiro bicampeão da Sul-Americana.

Contratado no início desta temporada, Wellington está perto de jogar sua sétima Libertadores na carreira. E, mesmo com experiência na bagagem, o volante de 30 anos começará nesta quinta-feira, contra o River Plate, a longa caminhada em busca de um título inédito – não só para sua prateleira, como também para a sala de troféus do Fluminense. Em conversa com o portal de notícias GE, ele contou sobre a expectativa de já estrear contra um adversário de peso:

– Nós, mais velhos, acostumados a disputar a Libertadores, também sentimos uma ansiedade, uma vontade de entrar em campo logo. É natural, é uma ansiedade boa. Quando o juiz apitar, a ansiedade tem que ir embora, e a gente tem que estar focado, com pensamentos positivos, orientando… Infelizmente, por conta da pandemia, não terá torcida, mas a gente consegue se ouvir melhor em campo – disse.

– A expectativa é muito boa, enfrentar o River é uma motivação muito boa. Nós sabemos da qualidade deles, é um grande time. Joguei contra o River ano passado e final da Recopa. Sei o que eu vou enfrentar, a dificuldade que vai ser, mas eles também sabem que têm que nos respeitar. O Fluminense também é grande e tem um grande time para poder fazer um resultado positivo – acrescentou.

 Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *