Jornais argentinos destacam jogo de Flu x River: ” Rival mais difícil do grupo ”

Fluminense e River empataram por 1 a 1 na estréia do grupo D da Libertadores na última quinta-feira. E como foi a reação na Argentina? Alguns jornais viram um “descuido” do time de Marcelo Gallardo, enquanto outros valorizaram o ponto conquistado fora de casa contra o “rival mais difícil do grupo”.

Confira o que disse alguns jornais do país:

O tradicional jornal esportivo “Olé” fez a seguinte manchete: “Sem faísca, não há paraíso” (o termo faísca é usado no jargão espanhol no sentido de que faltou brilho, capricho, um algo a mais). O jornal também disse que o River dominou por 65 minutos, mas não matou o jogo e sofreu o empate.

O diário “Cronica” também deu grande destaque à partida e afirmou em sua manchete que o River “mereceu mais”. Mas citou a defesa de Armani no chute de Cazares no fim e considerou que os Millonarios “conquistaram um ponto importante no Maracanã contra o rival mais difícil do grupo”.

O jornal “Río Negro” destacou: “River e um empate agridoce no Brasil”, em referência ao sabor amargo e ao mesmo tempo doce pelo resultado. A publicação afirmou que “os Millonarios dominaram o Fluminense em boa parte do jogo, mas caíram de rendimento nos últimos 25 minutos”.

O “Diario de Cuyo” destacou que o “River trouxe um ponto do Brasil” e enxergou um resultado positivo ao considerar que a arbitragem prejudicou o Fluminense no lance entre Anglieri e Lucca na área. “Houve um pênalti claro para o time mandante que o árbitro não assinalou”, afirmou.

O “Diario Popular” usou a manchete: “A vitória escapou”. O jornal disse que o River viveu altos e baixos no Maracanã, mas enxergou a equipe melhor. “Foi mais que seu rival, mas um descuido impediu de levar os três pontos”.

E o “La Nacion” seguiu pelo mesmo caminho. O jornal disse que o “River foi de maior a menor no Rio de Janeiro” e que deixou escapar a vitória após o “Fluminense aproveitar uma distração” para empatar.

Fonte: Ge

Foto: Lucas Merçon/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *