Atacantes reservas vão bem e Fluminense goleia o Madureira por 4 x 1 – Opinião Thiago Caruso

Atacantes reservas vão bem e Fluminense goleia o Madureira por 4 x 1.

Boa tarde, amigos e amigas do FluNews.


E agora há pouco, o Fluminense goleou o Madureira por 4 x 1 e vai pegar a Portuguesa na semifinal do campeonato carioca no próximo final de semana com a vantagem do empate. Os gols do Fluminense foram de Hernandez, Bobadilla, Ganso e Gabriel Teixeira (golaço por sinal).

Flu entrou com time mesclado dando minutagem para os reforços entrarem em forma. O primeiro tempo do Flu foi apático, também com Wellington e Hudson no meio não podia esperar outra coisa né? Cazares ficou preso na marcação, Hernandez e Bobadilla tentando abrir os espaços mas foi o Madureira quem abriu o placar com Luiz Paulo após mais uma pixotada de Hudson. E quase que logo depois, o Madureira ampliou após uma desastrosa ação da dupla de zaga onde quase saiu mais um golaço do Luiz Paulo.

No segundo tempo, Roger adiantou as linhas e o Flu melhorou um pouco. Conseguiu o empate com Abel Hernandez após méritos do próprio em conseguir o pênalti e converter. Com o empate, o Flu cresceu e após o chute de Samuel, o goleiro do Madureira soltou e Bobadilla no rebote virou o jogo. Com a desvantagem, o Madureira quase empatou por duas vezes mas Marcos Felipe e Matheus Ferraz impediram o empate.

Roger fez as substituições e em especial Ganso e Gabriel Teixeira foram muito bem. O primeiro com um belo gol de cabeça atuando Como um meia e chegando no ataque como sempre pedimos e o segundo com um golaço e sempre atuando verticalmente, com velocidade. Acho que Roger viu nesse jogo que Lucca não pode ser opção na frente desse rapaz que é mais uma jóia rara a ser lapidada.

Sobre os reforços, considerando sempre o desentrosamento desse time:
Samuel Xavier: tímido no apoio ao ataque, seguro atrás.
Manoel: fora o lance que quase saiu o segundo gol do Madureira, foi bem.
Bobadilla: achei muito intenso, tentando achar espaços e um pouco ansioso mas mostrou boa colocação pra poder marcar o segundo gol.
Hernandez: mérito total no gol de empate ao sofrer e marcar o gol de pênalti. Após perdeu um gol de frente que não pode perder em um contra ataque de 4 contra 2(podia até ter rolado por Gabriel Teixeira).
Acho que vão agregar muito durante a temporada.
Agora o Fluminense concentra suas energias para a segunda rodada da Taça Libertadores e se eu sou o Roger colocaria a mesma formação contra a Portuguesa.

O texto é de total responsabilidade do autor.

Foto em destque: FELIPE DUEST/PHOTOPRESS/Folhapress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *