Fred marca duas vezes, Marcos Felipe faz milagre e Flu volta com três pontos da Colômbia


Fluminense foi até a Colômbia para enfrentar o Santa Fé pela segunda rodada da Libertadores.

O início de jogo foi do jeito que todo tricolor gosta, com a bola na rede. 

Logo aos 7 minutos, depois de um bom contra-ataque puxado por Fred, Kayky toca na entrada da área para Nenê que da lindo passe de letra para deixar Fred na cara do gol. O camisa nove tricolor só tirou do goleiro e correu para o abraço. O ídolo  chegou a 184 gols e igualou Orlando Pingo de Ouro como segundo maior artilheiro da história do Fluminense, ambos atrás apenas de Waldo.

Depois do gol o time de Roger Machado recuou a sua marcação para tentar explorar o contra-ataque com Kayky e L.Henrique. Com mais espaço, o time colombiano foi pra cima. E aos 18 minutos, após  cruzamento da esquerda, Seijas domina na área e finaliza com força. A bola desvia em Egídio e o goleiro tricolor faz boa defesa. Fluminense concedia muito a bola ao time da casa, com isso a posse de bola até aos 20 minutos era de 78% do Santa Fé e 22% do time tricolor. 

Aos 28 minutos o Fluminense chegou bem. Egidio faz jogada pela esquerda e toca para Martinelli, que aciona Kayky na área. O jovem finaliza de perna esquerda e acerta o poste, seria o segundo do Fluminense. Mas o time colombiano respondeu logo em seguida. Porras faz boa jogada pela direita e cruza na segunda trave para Jorge Ramos, na pequena área, finalizar errado. A bola fica com a defesa do Flu.

Não podemos dizer que o Fluminense foi muito superior ao time colombiano. O time treinado por Roger tem dado muito espaço para que o time adversário avance com mais facilidade pelas laterais do campo defensivo do Flu. 

E o segundo tempo começou da mesma forma do primeiro. Com gol. Sabe de quem? Dele mesmo, Fred! Egídio recebe de Kayky na esquerda e cruza na medida para camisa nove na segunda trave, cabecear para o fundo do gol. 

Porém nem deu muito tempo para comemorar. Aos cinco minutos, após longa troca de passes, Palacios lança para o camisa 18, em liberdade, dominar encobrindo o goleiro Marcos Felipe e tocar para o fundo do gol, Santa Fé conseguia diminuir o placar. 

O time da casa voltou para o segundo tempo da mesma forma que jogou o primeiro, trocando passes com paciência. E o Flu da mesma forma também, dando campo para tentar sair no contra-ataque. 

O problema era que o time do Fluminense dava muito espaço para o time adversário jogar, o tricolor quase não consegue ficar com a bola no ataque.

Aos 15 minutos, Roger mudou. Colocou Cazares no lugar do Nenê e Gabriel Teixeira no lugar do Kayky. Mudança essa que a torcida já esperava. No último jogo, contra o River, Cazares entrou e mudou completamente o andamento da partida. 

Quase deu certo a entrada do menino Gabriel. Em linda jogava individual, deixou o marcador para trás dentro da área e tentou tirar do goleiro que fez uma ótima defesa. Seria um lindo do gol do Fluminense.

Aos 22 minutos, Roger mudou novamente. Tirou Fred e L.Henrique e colocou Bobadilla e Caio Paulista. 

MAL DEMAIS! Em uma jogada pela direita do time colombiano, Egídio chegou atrasado e pegou o jogador da casa. Como já tinha amarelo, o juiz expulsou o lateral que deixava o tricolor com um a menos. Com isso, Roger teve que tirar Gabriel Teixeira para entrada de Barcellos para completar a lateral. 

Fluminense com um a menos tomava pressão. E logo em seguida a expulsão, Marcos Felipe salvou o time. Porras cruza da direita e Jorge Ramos cabeceia para ótima defesa do goleiro tricolor. Na sequência, Caballero também finaliza de cabeça, nas mãos dele, que encaixa. 

Fluminense toma uma pressão totalmente desnecessária por conta da expulsão de Egídio. Com isso, Santa Fé chegava com perigo no gol de Marcos Felipe. 

Mesmo com toda pressão, e Marcos Felipe fazendo milagre no finalzinho, Fluminense consegue segurar o placar e conquista os 3 pontos fora de casa.

Próximo jogo é na próxima quinta contra l Jr.Barranquilla.

Fotos: Lucas Merçon/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *