Mesmo prejudicado pela arbitragem, Fluminense empata com o Júnior e segue líder do grupo D

O Fluminense completou mais uma rodada na fase de grupos da Libertadores, vivendo uma grande saga. O “Time de Guerreiros” que viajou para Barranquilla, teve que fretar um novo vôo para Guayaguil, no Equador, onde enfrentou o Júnior Barranquilla, por conta de protestos na Colômbia.

Se ja não bastasse o transtorno da viajem, o Tricolor ainda contou com a trapalhada do juizão, que assinalou um pênalti pra lá de duvidoso. Borja cobrou e abril o placar logo aos 11 minutos.

O Flu reagiu e empatou aos 21 minutos, com Kayky. O juiz que já havia assinalado um pênalti esquisito, se complicou e acabou perdendo o controle da partida, que se estabilizou na volta do intervalo.

Logo no início da segunda etapa, Fred quase virou o jogo, mas Viera fez ótima defesa. O Júnior ainda levou perigo com chutes de fora da área, chegando a acertar o travessão de Marcos Felipe, mas também não conseguiu seu gol, terminando o jogo empatado por 1 a 1. Como noutro jogo do grupo, o Santa Fé e River Plate ficaram no 0 a 0, o Fluminense garantiu mais uma vez a liderança do grupo D.

No próximo confronto o Flu recebe o Santa Fé, na próxima quarta-feira (12), no estádio do Maracanã.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *