“E a hipocrisia continua, agora em forma de mosaico” -Opinião Antonio Gonzalez

“E a hipocrisia continua, agora em forma de mosaico”

Para começar quero deixar explícito o meu agradecimento a todos que tem participação direta e indiretamente da confecção dos mosaicos que este ano tem brilhando, na ausência de público presente, nas arquibancadas do Maracanã.

Liderados pelo Balú, que é Presidente da Força Flu, torcedores Tricolores tem trabalhado com afinco em nome desse sentimento que se traduz nas 3 cores que traduzem tradição.

Por falar em Força Flu tenho que ressaltar o trabalho que vem sendo realizado. A sua Diretoria tem quadros excelentes: Fábio Esteves, Gabriel Diniz, Phillipe Garcia, Bruno Gasparzinho e Regis Barbosa, entre outros, que liderados pelo Balú, tem colocado a torcida de volta ao seu protagonismo histórico.

Mas… e os mosaicos?

É nítido, visível que do 1° mosaico realizado na reta final do Campeonato Brasileiro de 2020, que terminou este ano, até o que a nossa torcida preparou ontem, existe uma grande evolução.

Isso é uma coisa que a visão leiga pode até definir como apoteótico. Mas o ritmo deve ser mais forte. E nesse sentido, friamente analisando, o trabalho realizado pelo arquirrival é de excelência por uma simples razão: no Flamengo a realização dos mosaicos é profissional e feita (design e produção) por profissionais.

É certo que o mosaico que já está preparado no Maracanã, para o jogo de amanhã, está bem acima da nossa média.

O que não é certo é a Comunicação do Fluminense querer cagar cheiroso a essa altura do campeonato… logo o nosso clube que boicotou o projeto levado pela Força Flu com relação aos mosaicos.

A proposta levada ao clube pela Força Flu (que teve 28 assinaturas de apoio de outras organizadas, movimentos e, até torcidas Tricolores de outros países; só não quiseram participar 2 organizadas e 1 movimento) foi desdenhada pela Diretoria desde o primeiro minuto.

Em que consistia: a mesma empresa que faz os mosaicos do rubronegros faria os do Fluminense. Só que enquanto na Gávea ELES PAGAM, no Flu seria o contrário, o nosso clube receberia uma verba por isso. A própria empresa realizadora faria a captação de verbas.

Por 20 jogos, do projeto que custaria sobre 380 mil reais, o FFC receberia mais de 80 mil.

Na hora de decidir, quando a Força Flu procurava o Conselho Diretor para aprovar a minuta do contrato recebiam a seguinte resposta: “procurem a responsável por Arenas”… que foi procurada e, como era esperado (essa gestão é mais previsível que peixe de aquário redondo) nada resolveu e a equipe de licenciamentos colocou a pá de terra para sepultar o projeto.

E agora somos obrigados a ver a HIPOCRISIA explícita da Comunicação do clube emitindo notinhas de louvor ao mosaico.

E assim caminha essa gestão, se não bastasse rasgar dinheiro com o Evanilson, com o Marcos Paulo, com o Miguel, com o Praxedes, com o Cacá e com a prematura pseudo venda do Caíque… se não bastasse estar a ponto de completar 24 meses de governo sem patrocínio master… NÃO TEM A MÍNIMA SENSIBILIDADE, NEM VISÃO PERIFÉRICA, para até mesmo ganhar dinheiro com um simples mosaico.

O tempo é o Senhor e o dono da razão.

Amanhã tem que ser VENCER OU VENCER!!!

#VOTOONLINENOFLU

Foto destaque Fluminense FC.

O texto é de total responsabilidade do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *