Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que nem a Ferj e nem Maracanã pediram a presença de torcedores

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que nem a Ferj, organizadora da competição, e nem o Maracanã fizeram qualquer pedido para a liberação da presença de público no estádio.

Confira o que diz a nota:

“ A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que a presença de público em estádios e ginásios esportivos, ainda que não pagante, está expressamente vedada por força do Decreto 48425/21.

A iniciativa de manter 300 convidados no interior do estádio do Maracanã para assistirem à partida entre Flamengo e Fluminense, pelo Campeonato Carioca, ocorrida sábado (15/05), configurou infração sanitária classificada como gravíssima, pelo potencial do dano causado, conforme previsto no art. 30, XXV do Decreto 45585/18, combinado com o Decreto 48425/21, que prevê a penalidade de multa.

Por isso, será aplicada uma multa, no valor de R$14.060,72, à administração do Maracanã, que tem a responsabilidade de zelar pelo cumprimento das medidas de proteção à vida.

O Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (IVISA-Rio) ressalta ainda que tanto o Maracanã quanto a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ), organizadora da competição, não fizeram qualquer pedido para a liberação da presença de público no estádio”

Foto: Reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *