Menino que viralizou com camisa de canetinha ganha uniforme do Flu

Nelson Rodrigues dizia que a torcida tricolor carrega consigo um “imperecível estandarte de paixão”. Uma paixão que não dá para explicar, mas que se apresenta nos mais singelos gestos. Como o do pequeno Raphael Magalhães, menino prestes a completar 6 anos de idade que tomou a internet no último sábado, quando ele improvisou uma camisa para torcer pelo Fluminense. Pintada à mão, a Armadura vestiu o guerreiro durante o Fla-Flu 432, o primeiro da final do Campeonato Carioca. Nesta segunda-feira, porém, ele recebeu do clube uma camisa oficial.

Raphael foi convidado para visitar o Estádio de Laranjeiras, onde foi recebido pelo presidente do clube, Mário Bittencourt. E o uniforme tricolor não foi o único presente que ele recebeu. A dois meses de seu aniversário, ganhou também um ano do plano Mascote do Sócio Futebol – modalidade exclusiva para crianças até 12 anos –, com direito a foto para a carteirinha feita na hora, já com a nova camisa.

Raphael chegou acompanhado dos pais, Zih e André Luis, e do irmão Thiago, de apenas um mês e que também recebeu o uniforme tricolor. Mas foi o padrinho Felipe, de 23 anos, quem mais se emocionou ao pisar em Laranjeiras. Ele foi o responsável por influenciar o pequeno Raphael a torcer pelo Fluminense, já que os pais do menino têm relação distante com o futebol. Foi ele quem levou o afilhado ao Maracanã pela primeira vez, na final da Taça Rio de 2018, quando o Time de Guerreiros venceu o Botafogo por 3 a 0 e conquistou o título. De lá para cá, o amor ao Tricolor só se fortaleceu.

“Meu irmão nunca foi muito ligado a futebol e eu sempre fui muito fanático. Então criamos essa relação. No sábado, fui com minha esposa e minha filha assistir ao jogo na casa deles, e estávamos os três com a camisa do Fluminense. Ele não tinha e quis pintar uma camisa branca. Depois que postamos nas redes sociais, gerou uma repercussão muito grande, que a gente não esperava”, contou Felipe, que também recebeu uma camisa oficial.

A mãe de Raphael não escondeu a emoção ao ver a felicidade do filho, que depois de visitar a Sala de Troféus foi ao campo das Laranjeiras bater uma bola. Um momento que vai ficar guardado para sempre na memória de Zih Magalhães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *