Roger exalta elenco e projeta disputar e brigar pelo título brasileiro.

Treinador analisou a temporada da equipe até o momento e traçou metas ambiciosas

A boa campanha na temporada passada deu ao Fluminense uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Mas, mais do que isso, aumentou o desejo por um Brasileirão ainda melhor em 2021. Antes da estreia no campeonato neste sábado, às 21h, contra o São Paulo, no Morumbi, o técnico Roger Machado destacou a importância da competição para o Tricolor. O comandante elogiou o montagem do elenco e prometeu que a briga será pelos primeiros lugares da tabela.

Para isso, no entanto, é preciso entender que o time ainda está em fase de construção. Na avaliação de Roger, o Fluminense passou bem pela primeira parte da temporada, com a classificação para as oitavas de final da Libertadores, mas tem que ter a consciência de que desafios ainda mais duros virão pela frente.

“Estamos entrando no segundo momento da temporada. O primeiro foi a fase classificatória da Libertadores e a disputa pelo título estadual. Uma parte do objetivo foi conquistada. Agora a gente inicia o Campeonato Brasileiro e logo ali na frente já tem a Copa do Brasil. O objetivo do Fluminense é fazer grandes campanhas, ir encorpando o time rodada a rodada, fase a fase e buscar títulos importantes. Não podemos abrir mão de buscar essas conquistas porque somos um time grande, que deve estar sempre buscando títulos importantes. Eu acredito que esse grupo merece coroar uma temporada como essa com uma conquista importante”, analisou o treinador.

Com a base do elenco da temporada passada mantida, além de Roger Machado a diretoria foi ao mercado buscar novas peças para fortalecer o grupo. No entendimento do treinador, o Fluminense conta com um plantel capaz de alcançar grandes feitos esse ano, mantendo sempre o padrão de qualidade do time que vai a campo.

“Ter um elenco assim é importante porque é um ano que pode chegar até 60, 70 jogos se chegarmos nas fases finais das competições. Com lesões, suspensões e convocações, ter um grupo grande nos dá a possibilidade de ter opções do mesmo nível. Alem de um calendário apertado, a gente leva para campo, na medida da necessidade, sempre aqueles que vão estar nas melhores condições do momento, seja do ponto de vista físico ou técnico. São várias opções que nos permitem mexer na equipe sem mudar a qualidade”, destacou.

E se o objetivo do Fluminense é conquistar o pentacampeonato brasileiro, não pode escolher adversário. Logo na estreia, o Time de Guerreiros terá pela frente uma pedreira. Mas o São Paulo, atual campeão paulista, será encarado como um rival de final de Copa do Mundo. Afinal de contas, num campeonato de pontos corridos todo jogo deve ser encarado como uma decisão na visão de Roger.

“O Brasileiro é um campeonato de regularidade. E para se manter na disputa você deve ter sempre um alto nível de regularidade, para que você consiga estar nas primeiras colocações, não descolar do bloco da frente. É importante sempre estar vencendo, pontuar dentro desse bloco de jogos. Temos que saber que são 38 jogos, mas que o primeiro é tão importante quanto o último”, concluiu o comandante tricolor.

Fotos: Lucas Merçon e Mailson Santana/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *