Muchas gracias Mr. President – Opinião Antonio Gonzalez

Glória a Deuxxx!!!

Habemus Papam!!!

722 dias após a posse da atual gestão, ou seja, passados 1 ano, 11 meses e 21 dias, a torcida do Fluminense recebeu a grata notícia de que FINALMENTE o Fluminense havia fechado o tão desejado patrocínio master.

EXCELENTE!!!

Seja bem-vinda Betano (empresa internacional do ramo de apostas online)! São 16 milhões de motivos para que eu acenda todos os dias uma caixa de velas para o anjo da guarda do Fluminense.

16 milhões de reais por 2 anos de contrato. 8 milhões ano.

É o nosso valor no mercado. Pena que durante bastante tempo tivemos que nos conformar com o discurso de que a nossa camisa só teria um master desde que este pagasse o quanto a atual diretoria achava que valia o nosso espaço de exposição da marca. Tiveram que recuar.

Obviamente que por questão de CREDIBILIDADE, de pertencer à comunidade do futebol e por ter investidores dispostos a injetarem grana no clube, tardamos somente 722 dias para cumprir essa badalada promessa de campanha.

Mas não podemos esquecer de que a torcida do Fluminense está vacinada com relação a patrocínios. Entre permutas e mais permutas, já vimos desfilar pseudo gigantes que chegaram ao clube como extraterrestres e foram embora sem deixar saudades, somente dores de cabeça.

Nossos últimos masters tiveram começos de luzes e finais de trevas: Mate Viton e Valle Express.

Isso sem falar da cereja do bolo da gestão Peter, a Dryworld.

Então, cabe a este humilde torcedor alertar ao Fluminense para que esteja sempre atento. É a melhor forma de não ser pego desprevenido.

Como tudo o que ocorre no clube nessa gestão, a tal famigerada transparência continua passando distante:

a) em que condições foi feito o distrato com a Betmotion? Os SUPOSTOS 2 milhões de reais (suposto montante do contrato) foram recebidos integralmente na ocasião da assinatura do contrato (01/02/2021) ou o pagamento era mensal? E se o pagamento era mensal a Betmotion estava em dia?;

b) a própria Betmotion em sua nota oficial fala que a rescisão do contrato foi UNILATERAL, ou seja, foi o Fluminense quem desfez a parceria. Assim sendo: existia alguma multa pelo rompimento do negócio?;

c) por outro lado, essas 16 milhas da Betano chegam free ou existem comissões pelo meio do caminho? E se existem comissões, quem são os comissionados? Existe algum tipo de comissão destinada à alguma pessoa ligada ai clube?.

Somente, sem qualquer tipo de suspense que não seja a cara da verdade, queremos saber!

HOW MUCH TRANSPARENCY DO WE REALLY WANT?

De todas as formas meus parabéns Señor Presidente. É todo um luxo para o clube contar com uma pessoa tão abenegada a dirigi-lo. Muito obrigado.

Não obstante seria interessante que no nosso Balanço/2020 pudéssemos encontrar vestígios de detalhamento das despesas com intermediários. Essa rubrica é chatinha né… faltam cores e sobram dúvidas. Muitas.

Por último… que coisa feia a mensagem da comunicação do clube ao desdenhar da torcida: a frase “CADÊ O MASTER? CADÊ O MASTER? CADÊ O MASTER?” utilizada nas mídias sociais é de uma baixeza amoral. É assim que vamos captar novos sócios? Quem pensou e criou essa mensagem não conhece o verdadeiro caráter do torcedor Tricolor. Não passa de um repugnante.

Humildade começa com os pés e sala de troféus somente cresce com títulos… e cá para nós: depois da saída da Unimed, do Vice-presidente Geral Celso Barros, NÃO GANHAMOS NADA.

E término dizendo o que repito desde o dia 10/06/2019: O SUCESSO DO MÁRIO BITTENCOURT SERÁ O SUCESSO DO FLUMINENSE.

Portanto: muita sorte Mr. PRESIDENT.

xxx

RECORDAR É VIVER

Já que estamos cumprindo, passados 722 dias, uma das PROMESSAS de campanha, que tal não cumprir algumas outras?

O voto ONLINE e o projeto de revitalização das Laranjeiras, o LARANJEIRAS XXI pedem passagem.

Logo mais tem Copa do Brasil. Precisamos VENCER OU VENCER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *