Equipe técnica e atletas do nado Tricolor embarcam para o Pré-Olímpico.

Em Barcelona, Luisa Borges, Maria Bruno e Twila Cremona disputarão uma vaga nos Jogos Tóquio 2020.

As atletas do Fluminense Luisa Borges e Maria Bruno e a técnica tricolor Twila Cremona embarcam neste sábado (05/06) para Barcelona, Espanha, onde representarão o dueto brasileiro no Pré-Olímpico de Nado Artístico em busca por uma vaga em Tóquio 2020. A competição começa na próxima quinta-feira (10/06) e vai até domingo (13/06).

“É uma mistura de sentimentos. Depois de três adiamentos, finalmente chegou a hora do Pré-Olímpico. A ansiedade está a mil e estou muito feliz que a competição vai acontecer. É o momento de mostrar por que treinamos todos esses anos e espero que a gente consiga voltar com essa vaga para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos mais uma vez”, disse Luisa Borges, titular do dueto ao lado de Laura Miccuci, do Flamengo.

Inicialmente, o Pré-Olímpico estava marcado para o fim de abril de 2020, mas a pandemia de coronavírus acabou provocando seu adiamento. Depois ele foi remarcado para março de 2021 e, em seguida, para maio. Os dois igualmente adiados. Somente no fim de abril a Federação Internacional de Natação (FINA) confirmou a data definitiva da competição.

Durante esse período, o dueto brasileiro realizou treinamentos no exterior (Canadá e Europa) e, no Brasil, treinou no Parque Aquático Maria Lenk e no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN).

“As atletas estão prontíssimas. Passamos por muita coisa durante essa pandemia, precisamos viajar para treinar, mudamos as coreografias. Foi um período de treinamentos fortes e elas estão com uma resistência muito boa. Contamos com uma estrutura ótima no Maria Lenk, com acompanhamento psicológico, massoterapeuta, fisioterapeuta, enfim, uma equipe completa. Agora só falta cair na água e mostrar tudo isso. Estamos muito confiantes e acreditamos que vai dar tudo certo”, afirmou a técnica Twila Cremona.

Maria Bruno, reserva do dueto brasileiro, já conhece as equipes que devem brigar pela vaga em Tóquio 2020 com o Brasil e está confiante para a disputa.

“Os nossos principais adversários no Pré-Olímpico são Colômbia, Suíça e Liechtenstein. São países que já enfrentamos muitas vezes, mas que devido à pandemia não nos encaramos em uma competição há bastante tempo. Isso pode causar surpresa, mas já vencemos esses adversários outras vezes, então nossa expectativa para voltar com a vaga é alta”, finalizou Maria Bruno.

Texto: Fluminense/FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *