Abel Hernández ressalta a união do elenco: “Reflete em campo”. Leia!

Um dos artilheiros do Fluminense na temporada, uruguaio concedeu entrevista coletiva

Contratado no início da temporada para reforçar o arsenal ofensivo do Fluminense, Abel Hernández vem cumprindo seu papel com louvor. Um dos artilheiros do Tricolor na temporada, com 6 gols em 13 jogos, o atacante uruguaio curte o bom momento e concedeu entrevista coletiva antes do treino desta terça-feira, no CT Carlos Castilho. O jogador rasgou elogios a Fred e destacou a surpresa com o bom ambiente encontrado ao chegar no clube.

“O que mais me surpreendeu foi a união do grupo. Me receberam muito bem. Assim que cheguei, me fizeram sentir como um a mais. E isso reflete dentro de campo, porque você se adapta mais rapidamente aos seus companheiros. A estrutura que tem o clube também me impressionou”, declarou.

Abel Hernández vem revezando com Fred um lugar no time titular. Mesmo tendo iniciado a maioria dos jogos na reserva, o camisa 32 é um dos destaques da equipe do técnico Roger Machado. Para ele, o importante é sempre ajudar o time e não existe uma disputa com Fred, a quem rasgou elogios.

“Claro que todo jogador quer sempre ser titular. Mas nesse momento tenho à frente o ídolo máximo dessa instituição, que fez muitos gols em toda sua carreira, mais de 400. Não é fácil para nenhum profissional fazer tantos gols. Fred está fazendo gols muito importantes para nós. É muito importante para nós tê-lo neste momento que ele está atravessando. Para mim, pessoalmente, é seguir trabalhando e tentar a cada momento que entrar em campo, seja como titular ou reserva, entrando cinco ou dez minutos, dar meu máximo e mostrar que também quero ser titular. Estar preparado para o momento que for jogar”.

Abel Hernández vem mostrando, em campo, que parece ter incorporado o espírito guerreiro do Fluminense. A dedicação constante nos jogos é reflexo do orgulho que sente ao vestir a camisa tricolor.

“O que motivou vir ao Fluminense é simplesmente o Fluminense. É uma equipe gigante no Brasil. Quando recebi o chamado, não duvidei em nenhum momento. Era um clube perfeito para mim, um clube grande que todo mundo quer estar. Disputa também a Libertadores, isso também foi algo muito positivo”.

Mesmo recém-chegado ao Fluminense, Abel exerce um papel importante dentro do elenco. Experiente, agora desfruta do que aprendeu ao longo dos anos e coloca tudo à serviço do Tricolor.

“Estou feliz com a carreira que construí como profissional. Quando iniciei, muito jovem e sonhava ser jogador de futebol, meu pensamento era apenas jogar no Peñarol e na seleção uruguaia. Pude conseguir isso e muitas outras coisas e estou muito contente com tudo o que aconteceu. Hoje estou mais maduro, tenho quase 31 anos e estou tentando demonstrar tudo que aprendi ao longo desta carreira, colocar dentro do campo de jogo para ajudar o Fluminense a conseguir seus objetivos”.

Por falar em seleção, o jogador, que disputou a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, revelou que ainda sonha em voltar a camisa celeste, apesar da forte concorrência no ataque uruguaio.

“Não posso dizer que encerrei minha passagem pela seleção. Porém, sei que é muito difícil. Há muitos atacantes, muitos atuando na Europa, que fazem gols todo jogo, somam mais de 30 jogos na temporada… Vai ser difícil para mim. Estar em um clube grande como o Fluminense, disputando coisas importantes e indo bem me abre muitas oportunidades. Mas vai ser bastante complicado”.

Com Abel Hernández à disposição do técnico Roger Machado, o Fluminense volta a campo nesta quinta-feria, às 19h, quando enfrenta o Santos no Maracanã. O Tricolor segue invicto no Campeonato Brasileiro, com 5 pontos após três rodadas.

Fotos: Mailson Santana/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *