Roger responde sobre ‘falta de contra-ataque’ em partida, e reforços, confira

Neste domingo, 20, Fluminense empatou por 1 a 1 contra o Fortaleza, fora de casa, pela 5a rodada do Brasileirão. Em coletiva, Roger falou sobre a questão do contra-ataque do time, confira:

-O contra-ataque você consegue em partes do campo, né?! Pode ser roubando a bola no terço final do adversário ou roubando mais baixo no seu terço inicial. Demos uma recuada após o nosso gol. A questão toda não é o recuo, é a retomada da bola e não conseguir contra-atacar com contundência. Isso acaba virando estratégia após fazer o gol para o adversário tentar te empurrar e você usar a velocidade. Foi o que não aconteceu. – declarou o técnico.

-Promovi as mudanças para tentar empurrar o Fortaleza e terminamos o jogo talvez com a melhor chance de vencer. Cada time teve uma estratégia. Já sabíamos o modelo do Fortaleza, com três zagueiros. Ao meu ver, o Fortaleza respeitou muito trazendo o Luiz Henrique para marcar Caio e Biel no lado de campo. Fizemos uma partida justa. Saímos na frente, permitimos o gol do adversário dentro de suas características. Recuamos um pouco, mas a questão não é o recuo, é não conseguir contra-atacar. – acrescentou.

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *