Fluminense pode igualar sua maior invencibilidade dos pontos corridos.

Invicto há 14 partidas, Flu pode alcançar marca do time tricampeão brasileiro em 2010

Dono da maior invencibilidade de momento no Brasileirão, o Fluminense está muito perto de alcança sua maior sequência de partidas sem derrota na história do campeonato desde que ele passou a ser disputado por pontos corridos. Para igualar a série invicta de 15 jogos de 2010, quando o Tricolor se sagrou tricampeão brasileiro sob o comando de Muricy Ramalho, a equipe precisa pontuar na partida contra o Atlético-GO, nesta quarta-feira, às 19h, no Estádio Antônio Accioly.

A série invicta tricolor, de 14 jogos, se iniciou na edição passada do Brasileiro, quando o time ainda era comandado por Marcão. Com ele, foram seis vitórias e três empates na reta final que ajudou a equipe a conseguir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. No campeonato atual, com Roger Machado, o Fluminense soma duas vitórias e três empates.

Com o empate em 1 a 1 com o Fortaleza no último domingo, no Castelão, o Fluminense se aproximou não apenas de igualar a maior sequência sem derrotas no Brasileiro por pontos corridos. O time, caso passe duas rodadas sem perder, vai alcançar sua maior invencibilidade na história da competição, em qualquer que seja o formato. A marca pertence aos times de 1984 e 1985 — comandados por Carlos Alberto Parreira e Carlos Alberto Torres, respectivamente — que juntos ficaram 16 jogos sem derrota.

O feito pode ser alcançado no próximo domingo, dia 27, às 16h, quando o Fluminense enfrenta o Corinthians em São Januário em partida válida pela sétima rodada. Para tornar-se o dono isolado da maior invencibilidade tricolor na história do Brasileirão, o time de Roger precisará passar também pelo jogo contra o Athletico-PR, no dia 30 de junho, pela oitava rodada.

O Fluminense ocupa a sexta colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 9 pontos ganhos.

Foto: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *