Marcos Seixas e Dr. Marco Azizi vão integrar a comissão técnica da seleção na Olimpíada

Preparador físico e médico do Flu comemoram convocação para Tóquio

O zagueiro Nino não será o único tricolor nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O preparador físico Marcos Seixas e o médico Marco Antonio Azizi também foram chamados pela CBF para fazer parte da comissão técnica da seleção olímpica brasileira no Japão, que vai em busca da segunda medalha de ouro consecutiva. Para a dupla, a convocação é uma honra e motivo de grande orgulho, que merece comemoração.

“É uma sensação de realização. Tanto para os profissionais que trabalham na comissão técnica quanto para os jogadores, eu acredito que o sentimento seja o mesmo. É conseguir chegar em seu estágio máximo, que é ser convocado para uma seleção e ainda ter a oportunidade de participar de uma Olimpíada. Todos falam em sonho olímpico para os atletas, mas também é para os profissionais, para quem trabalha por trás, fazendo a preparação. A expectativa é muito grande e a realização de um grande sonho”, declarou o preparador físico Marcos Seixas.

Para ele, aliás, está será a oportunidade de ir para sua segunda Olimpíada na carreira. Marcos Seixas participou da campanha que terminou na conquista do ouro nos Jogos do Rio, em 2016. Mas se engana quem acredita que, por isso, o sentimento de felicidade seja menor. Para o preparador físico, será como se fosse a primeira vez.

“Eu já tive essa experiência em 2016, com a conquista da medalha de ouro. Foi uma campanha que vai ficar marcada na memória e na história. Agora estou indo para a segunda oportunidade de defender o Brasil em uma Olimpíada. Mas é como se fosse a primeira vez, a sensação é de realização e felicidade muito grande”, declarou.

O médico Marco Azizi é também coordenador da base da CBF desde 2019. Para ele, mais do que defender o Brasil, será uma oportunidade de levar o Fluminense para as Olimpíadas.

“É uma responsabilidade muito grande e um prazer ajudar a nossa seleção na busca pela medalha olímpica. Sinto-me honrado por estar também representando as cores do Fluminense nesta importante competição”, declarou.

Mais do que levar a bandeira tricolor a Tóquio, para Marcos Seixas participar desta campanha também é uma forma de homenagear a todos os que trabalham no clube.

“Representar o Fluminense também é uma responsabilidade muito grande. Eu considero, e falei isso com os atletas e com membros da nossa comissão técnica, que eu só estou na seleção por conta do bom desempenho e do bom trabalho que a gente vem fazendo no clube. Não só eu, como todos que estão aqui. Desde a diretoria, comissão técnica, atletas… Nossos resultados e o bom desempenho me deram essa oportunidade de representar o Fluminense nos Jogos. Eu agradeço não só à instituição, mas também a todos os que trabalham comigo no dia a dia, porque eles têm muita representatividade nessa minha conquista. Espero que a gente possa conquistar essa medalha é que isso seja também uma forma de homenagear a todos do clube”, declarou Marcos Seixas.

A seleção brasileira vai tentar repetir o feito dos Jogos do Rio, quando conquistou a inédita medalha de ouro. O Brasil está no Grupo D do torneio olímpico de futebol, junto com Costa do Marfim, Arábia Saudita e Alemanha. A estreia da seleção será no dia 22 de julho contra os alemães na reedição da grande final de 2016.

Foto: Mailson Santana/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *