DO INÍCIO ANIMADOR A UMA TRÁGICA GOLEADA – Os erros que levaram o Fluminense a mais uma goleada vergonhosa.

O que se desenhava para torna-se uma vitória com autoridade transformou-se em uma derrota vergonhosa. O Fluminense jogou muito mal e foi dominado pelo Athletico Paranaense, que venceu por 4 a 1 em jogo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira. O Fluminense começou avassalador. Com dois minutos o Fluminense já abriu o placar. Yago Felipe deu passe de letra e encontrou Cazares. O meia deu um cruzamento na medida para Fred subir entre os zagueiros e cabecear para o fundo do gol. O que se viu em seguida foi um festival de lances perdidos que poderiam ter mudado o resultado da partida, mas o Fluminense encara um grave problema de finalizações que já começa a assutar o mais torcedor mais otimista.

Como diz o ditado: Quem não faz LEVA. E foi o que aconteceu. Aos 25 minutos, Léo Cittadini tocou no buraco da defesa tricolor para achar Richard. O ex-Fluminense cortou o adversário na área e chutou rasteiro. Marcos Felipe chegou a encostar na bola, mas falhou. O Fluminense parece ter sentido o gol. O Athético continuou pressionando e logo chegou ao segundo gol, porém o VAR anulou. Assim terminava o primeiro tempo. Jogo empatado e as esperanças renovados para um segundo tempo mais otimista.

Roger promoveu alterações na equipe, assim como o adversário, porém o Athético foi muito mais feliz, aumentando a dinâmica de jogo. Nulo ofensivamente, o Fluminense mal viu a bola e o Athletico, que já vinha ensaiando a pressão, virou o jogo aos 27 minutos. Depois disso foi passeio, tanto é que a superiodade em campo foi traduzida em gols e o time tricolor acabou levando mais dois e foi ridículamente goleado em casa. O Fluminense é o nono colocado neste momento, com 10 pontos, mas pode perder até cinco posições até o fim da rodada, dependendo dos resultados. Falhas individuas estão começando a preocupar. Nino e Lucas Claro não conseguem mais manter a boa regularidade que os consagraram como a melhor dupla de zaga do campeonato. Marcos Felipe faz defesas milagrosas, mas falha em lances imperdoáveis. Meio de campo cansado e sem criatividade. Técnico que não inova e quando tenta mudar, faz alterações erradas e compromete o entrosamento do time. Que esse jogo sirva de divisor de águas e que o time venha a ter outra postura em campo, pois nenhum torcedor aguenta mais a mesmice apresentada em todos os jogos do Fluminense.

2 Replies to “DO INÍCIO ANIMADOR A UMA TRÁGICA GOLEADA – Os erros que levaram o Fluminense a mais uma goleada vergonhosa.”

  1. Pingback: vegan keto diet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *