O menino Benício após viralizar nas redes sociais, visitou Laranjeiras e mandou mensagem para Fred. Leia!

Benício, de apenas 2 anos, desejou melhoras ao ídolo, que se recupera de lesão

“Sou tricolor de coração…”. O pequeno Benício tem apenas 2 anos de idade e ainda fala poucas palavras. Mas o hino do Fluminense, pelo menos o comecinho dele, está na ponta da língua. Foi declarando seu amor ao clube que o menino viralizou num vídeo em que sua mãe aparece tentando lhe convencer a torcer pelo rival Flamengo, o time do pai. Mas o Guerreirinho mostrou que, mesmo tão cedo, já corre em suas veias o sangue tricolor. Isso tudo sem sequer ter pisado numa arquibancada. Por isso, o Fluminense convidou Benício para conhecer o estádio de Laranjeiras para sua primeira experiência in loco como torcedor.

Entre a timidez e a euforia, o menino aos poucos foi se soltando. Do primeiro chute na bola em campo ao entusiasmado grito de gol na arquibancada, mesmo que não houvesse jogo acontecendo, Benício viveu um dia especial. De quebra, para não deixar dúvidas a respeito do time do coração, o Guerreirinho de apenas 2 anos agora também é fã de carteirinha. Durante a visita, ele recebeu do clube seis meses do plano Mascote do Sócio Futebol – modalidade exclusiva para crianças até 12 anos.

Na véspera do jogo que abre o confronto de oitavas de final da Libertadores contra o Cerro Porteño, no Paraguai, Benício mandou boas vibrações ao time e ainda desejou uma rápida recuperação ao ídolo Fred. Com a almofada do camisa 9 em mãos, o menino mandou uma mensagem para o capitão tricolor: “Melhoras, Fred! Volta logo. Estou com saudades”. Na arquibancada de Laranjeiras, ele soltou o grito de gol: “Goool do Fluminense”, “Gol do Fred” e “O Fred vai te pegar”.

A mãe de Benício não escondeu a emoção ao ver a felicidade do filho. E disse que pensa até em trocar de time.

“Não tem como, gente! Depois de um dia como esse, estou até pensando em virar tricolor”, disse ela, antes de contar que se surpreendeu ao ver a repercussão do vídeo do filho: “A gente não esperava. Estamos passando uns dias na casa dos pais do meu cunhado. Eles são todos tricolores. E o toque do celular dele é o hino do Fluminense. O Benício ouviu, gostou e agora só quer saber disso. Diz que é tricolor de coração”, contou Luciane Panisollo, de 31 anos.

O cunhado de Luciane é Geison Oliveira, de 34 anos. Apaixonado pelo Fluminense, ele é a grande influência de Benício. E foi com o tio que o menino se divertiu em Laranjeiras. Em sua primeira experiência ao vivo como torcedor, ele subiu na arquibancada, gritou gol e ainda teve a chance de bater uma bolinha no gramado.

“Sou Fluminense desde criancinha. E para mim é uma felicidade enorme poder passar isso para ele. Agora, a gente assiste aos jogos juntos e fica cantando as músicas. Ele adora”, revela Geison.

Fotos: Mailson Santana/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *