Roger faz análise da partida ” penso que aproveitamos bem, vencer fora de casa é sempre bom”.

O Fluminense venceu o Cerro Porteño por 2×0, no Paraguai, em Assunção, nesta terça-feira a noite, no jogo de ida pelas oitavas de final da Libertadores, e leva vantagem para o próximo jogo no Maracanã.

– Penso que aproveitamos bem. Criamos mais uma ou duas oportunidades que poderíamos ter concretizado em gols, mas, naturalmente, o adversário, com o placar adverso, vai se lançar à frente, com jogadores ofensivos e você terá que se defender um pouco mais perto de sua área. Então não tem nada demais ter sofrido um pouco, na medida que você não consegue dominar um adversário o tempo inteiro. Mas dominamos nos momentos mais importantes e a prova é que saímos com um resultado muito importante para a gente.

Com o resultado, o Fluminense leva uma boa vantagem para o jogo de volta, na próxima terça-feira, no Maracanã. Roger, apesar de consciente do favoritismo adquirido para a segunda partida, preferiu manter os pés no chão:

– Vencer fora de casa é sempre bom. Vencer pelo placar de 2 a 0 é um resultado importante. Porém, é importante frisar que não tem nada definido. Se estivesse definido, a disputa terminaria hoje. Respeitamos muito o Cerro e sabemos que a disputa está em aberto ainda. Mas conquistamos um resultado importante. Se tivéssemos empatado esse jogo, já iríamos considerar um resultado bom para poder decidir em casa. Imagina vencendo por 2 a 0.

O time teve seus méritos, organizando as ações, disse Roger

– Foi termos conseguido organizar nossas ações ofensivas mediante a característica defensiva do Cerro. Conseguimos explorar os espaços que sabíamos que iriam aparecer se fizéssemos as movimentações certas. Depois de uma mudança de postura perto do fim do 1º tempo, o Cerro voltou para a partida, quando colocou dois jogadores mais à frente, fazendo com que tivéssemos, às vezes, que tirar um zagueiro da área para fazer cobertura nas laterais e de cruzamento criou algumas oportunidades boas de gol. Mas conseguimos controlar um adversário forte, criamos bastante mesmo jogando fora de casa e dessas oportunidades criadas conseguimos dois gols. Penso então que foi conseguir se aproveitar dos espaços que imaginávamos que aconteceria e, sobretudo, neutralizar as principais virtudes dos nossos adversários na maior parte do tempo.

foto Mailson Santana Flick Fluminense Football Club

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *