Meia tricolor abriu o placar na vitória sobre o Cerro Porteño pelas oitavas de final.

O jogador mais velho a marcar no mata-mata da Libertadores.

Ao abrir o placar na vitória do Fluminense sobre o Cerro Porteño por 2 a 0, pelo jogo de ida das oitavas de final, nesta terça-feira, Nene fez história na Libertadores. Às vésperas de completar 40 anos, o meia tricolor se tornou o jogador mais velho (39 anos e 359 dias) a marcar um gol em mata-mata da competição continental.

Nene deixou para trás a marca que pertencia a Carlos Angel López, que marcou com 38 anos e 281 dias nas oitavas de final da Libertadores de 1991, pelo Bolívar, da Bolívia.

Na vitória por 3 a 1 sobre o River Plate, no Monumental de Núñez, pelo último jogo da fase de grupos, Nene já havia se tornado o sétimo jogador mais velho (o terceiro brasileiro) a balançar as redes na história da competição, contando todas as fases da disputa.

Naquela ocasião, ele se tornou o jogador mais velho do Fluminense a marcar um gol na Libertadores. Nesta terça-feira, 49 dias depois, superou a própria marca no clube das Laranjeiras.

Foto: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *