CERRO VAI BUSCAR UMA FAÇANHA – Técnico Arce ainda dispara: Foi um assalto à mão armada na nossa própria casa, mas vamos em busca da classificação.

Ainda incomodados com a derrota de 2×0 sofrida pelo Cerro na partida de ida pela Libertadores contra o Fluminense, o técnico Francisco Arce declarou ao jornal D.R.B do Paraguai que seu time ainda não digeriu o resultado:

Fomos prejudicados, “Foi um assalto à mão armada na nossa própria casa”, e foi esse mesmo sentimento que ficou para o mundo.

Os envolvidos foram suspensos indefinidamente a título de indenização, mas o estrago já foi feito e a sanção não altera o resultado que deixa Cerro muito distante das quartas de final, mesmo assim, acredito no grupo, e o torcedor acredita que para tirá-los da Copa será preciso arrancar seus corações: Completou o técnico em entrevista.

A partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América entre Fluminense e Cerro Porteño, que estava programada para terça-feira 20 de julho no Maracanã, foi adiada para 4 de agosto.

Foto: Jornal drb.com.py

One Reply to “CERRO VAI BUSCAR UMA FAÇANHA – Técnico Arce ainda dispara: Foi um assalto à mão armada na nossa própria casa, mas vamos em busca da classificação.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *