Em mais uma atuação apática, Fluminense perde para o Criciúma no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil

Foto: GE

O Fluminense teve mais uma atuação daquelas que são rotineiras com Roger Machado. Lento, apático e previsível, o tricolor perdeu para o Criciúma por 2×1 e terá que vencer por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal, vitória por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. O gol tricolor foi marcado por Abel Hernández cobrando pênalti.

A primeira etapa do Fluminense foi triste de assistir. O time teve mais de 60% de posse de bola, mas só finalizou três vezes e não levou perigo ao gol adversário. Pra piorar, o Criciúma abriu o placar aos 40min com um chute de fora da área que contou com desvio e tirou o goleiro Marcos Felipe da jogada.

O tricolor voltou do intervalo um pouco menos pior, o Criciúma se fechou de vez na espera de um contra ataque. Mesmo dominando o jogo, o Fluminense seguiu sem ameaçar o adversário. Aos 21, Egídio (sempre ele) cometeu pênalti, 2×0 para os donos da casa.

Após o segundo gol, o técnico finalmente percebeu que tinha um jogo acontecendo e mexeu na equipe. Saíram Fred, Nenê e Luiz Henrique, entraram Abel Hernández, Ganso e Matheus Martins. Não demorou para o meia criar uma jogada e Luccas Claro sofrer pênalti. Abel Hernández diminuiu para o tricolor. Mais leve, o Flu tentou o empate e quase conseguiu com John Kennedy após cruzamento de Kayky. Fim de jogo, Criciúma 2 x 1 Fluminense.

O jogo da volta será no próximo sábado, às 16h30, no Maracanã. A vaga nas quartas de final renderá mais de R$ 3 milhões ao classificado.

Deixe uma resposta