Conmebol quer parar tempo de jogo durante consulta de VAR.

A Conmebol está disposta a mudar o protocolo do uso do vídeo no futebol. Em entrevista à agência AFP, o brasileiro Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da entidade, revelou que enviou sugestões de mudanças à Fifa e à IFAB, órgão responsável pelas regras do esporte. Dentre as propostas, estão a implantação de desafios e relógio paralisado durante a consulta ao VAR.

– Enviamos recentemente um documento solicitando que o tempo seja paralisado e que os minutos que passem não sejam uma preocupação. Também pensamos ser proativos e que cada equipe tenha um número de desafios para pedir sua própria revisão, como acontece em outros esportes, como o vôlei, o tênis – declarou Seneme.

Seneme não revelou detalhes da proposta. No vôlei, por exemplo, cada equipe tem dois desafios por set. Caso a revisão aponte uma decisão favorável, o time permanece com o direito dos dois questionamentos. O brasileiro que preside a Comissão de Arbitragem da Conmebol fez questão de defender o VAR.

– O VAR não vai deixar o futebol. Veio para ficar e nós é que temos que nos adaptar melhorando cada vez mais esta ferramenta Os árbitros sempre são humanos. Sempre vão cometer erros e acertos. Isso é inevitável. O mais importante é que vamos elevar o número de acertos. Um erro grave que as pessoas cometem é pensar que não haverá erros de arbitragem em jogos com o VAR – afirmou o ex-árbitro.

O brasileiro Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol — Foto: Norberto Duarte/AFP

One Reply to “Conmebol quer parar tempo de jogo durante consulta de VAR.”

Deixe uma resposta