Kelly meio-campo do Flu se recupera de cirurgia no joelho

Atleta relata a ansiedade pela volta aos gramados e sobre o processo pós-operatório

Uma lesão no ligamento cruzado anterior e menisco, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A2, obrigou a meia Kelly a passar por uma cirurgia. O procedimento foi realizado no dia 7 de julho pela equipe do futebol profissional e a jogadora, que já iniciou o processo de reabilitação no CT Carlos Castilho, falou sobre a dificuldade vivida nesse período em que está fora de campo.

“Minha reação e aceitação foi muito difícil porque eu sei que esse processo é doloroso. Estávamos em um momento bom de treinamento e foi duro entender que eu não iria mais poder contribuir dentro de campo. Foi difícil demais para mim”, contou.

Kelly destacou o carinho e respeito dos profissionais do clube, além de agradecer a equipe médica. “Eu olho para aquela estrutura e vejo como eles cuidam de mim e de todos que estão no departamento médico. Isso me ajudou a transformar em força toda a tristeza sentida por causa da cirurgia. O Fluminense tem feito um trabalho muito importante com o futebol feminino”.

A meio-campo Tricolor também comentou sobre a saudade de estar jogando ao lado das companheiras. “A ansiedade é grande em poder ajudar desde o primeiro dia em que eu vesti essa camisa. Quero estar no campo junto com as meninas, podendo batalhar, brigar, correr atrás e sentir o clima do vestiário. Nós só sentimos falta quando nos deparamos que não podemos fazer o que amamos, mas a minha expectativa é a melhor possível, tudo tem ocorrido muito bem e daqui para frente será só alegria”, finalizou.

Texto: Comunicação/FFC

Fotos: Mailson Santana/FFC

Sobre o autor