Roger Machado é questionado se esquema facilita marcação adversária. Veja!

Em entrevista coletiva Roger é questionado se o Esquema facilita marcação adversária? E disse:

– A estrutura que a gente monta é variável. Dentro do jogo, temos o 4-4-2 quando Nenê e Fred estão à frente. Então não é um 4-3-3 engessado, que você não tem alternativa de jogo durante a partida. E as avaliações são feitas. Contra o Sport jogamos com duas linhas, acabei o jogo em um 4-3-3, mas com um meia na posição de volante. As alternativas estão lançadas. Independentemente do modelo, da estrutura tática, é quanta qualidade a gente faz dentro dessa estrutura. Nos momentos em que conseguimos sobrepor o adversário, fomos competentes para sobrepor as adversidades. Hoje foi um dia que a gente não conseguiu ter essa qualidade toda, principalmente no segundo tempo, que não nos permitiu sair com um resultado diferente.

foto Mailson Santana Flick Fluminense Football Club

Sobre o autor