Capitão Fred fala antes de completar 350 jogos pelo Fluminense, recordes, Brasileiro e a Copa do Brasil. Leia na íntegra!

O ídolo Fred já está eternizado na história do Fluminense, mas o atacante não se cansa de escrever novos capítulos nesta bonita trajetória, de muitas glórias e idolatria. Neste domingo (12/09), às 20h30, quando a bola rolar no Maracanã para a partida contra o São Paulo pela 20ª rodada do Brasileirão, o camisa 9 completará incríveis 350 jogos com a camisa tricolor. O feito é mais um entre tantos outros que o jogador já alcançou no clube onde parece ter nascido para defender.

“Para mim é motivo de honra, pois é um grande clube onde posso seguir escrevendo minha história. Eu espero que possam vir mais e mais jogos para eu só aumentar esse carinho e o respeito de todos com novos capítulos em uma história tão bonita”, declarou Fred.

Desde que voltou ao Fluminense, em 2020, Fred tem se habituado a bater recordes e atingir marcas importantes. Em seu retorno, o atacante já rompeu a barreira dos 400 gols na carreira, se tornou o segundo maior artilheiro da história do Tricolor (agora com 194 gols, atrás apenas de Waldo – 319) e virou o terceiro maior goleador brasileiro na Libertadores (com 22 gols), entrou no top 20 dos jogadores com mais partidas pelo clube (338). Mais recentemente, alcançou mais dois grandes feitos.

Primeiro, Fred chegou a 154 gols, ultrapassando Edmundo e se igualando a Romário como o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro, atrás apenas de Roberto Dinamite (190). Depois, o capitão tricolor também empatou com o Baixinho na liderança do ranking de goleadores da Copa do Brasil, com 36 gols. De acordo com o capitão tricolor, os recordes são gratificantes e motivo de orgulho, mas são, sobretudo, fruto de um coletivo forte, que busca o melhor para o Fluminense em primeiro lugar.

“Os recordes aconteceram de forma natural, e só pude chegar a eles porque tive sempre meus companheiros. (Romário e Edmundo) São jogadores de renome, de importância, que sempre influenciaram minha carreira. São uma referência. Estou muito feliz por tudo o que está acontecendo comigo. No início da minha carreira eu nem sonhava com tudo isso que está acontecendo, mas agora estou podendo desfrutar desses momentos tão especiais. Todo jogo eu entro para fazer gol e ganhar os três pontos, e espero que a gente possa construir, junto com o coletivo forte que a gente tem, uma sequência de vitórias e que possam vir mais gols para ajudar sempre o Fluminense, para tudo caminhar lado a lado”, disse.

Artilheiro do Fluminense na temporada com 17 gols, Fred foi poupado na vitória tricolor sobre a Chapecoense por 2 a 1 na última terça-feira, fora de casa, pela rodada que encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Segundo o atacante, o descanso foi providencial para que ele pudesse, além de prevenir lesões, treinar para voltar ainda melhor ao time.

“Foi muito importante para recuperar, por conta da sequência que eu vinha tendo, e também para treinar. Às vezes a gente acaba ficando “destreinado”, porque só joga, é uma partida atrás da outra e não há tempo para treinar e aprimorar a parte física e principalmente a parte técnica. Estou me sentindo bem e tenho certeza que no domingo estarei melhor para fazer gols e buscar a vitória”, prometeu.

Neste domingo, às 20h30, no Maracanã, o Fluminense inicia sua campanha no segundo turno do Campeonato Brasileiro em busca de seguir em evolução para brigar pelas primeiras colocações da tabela de classificação. O Tricolor tem 25 pontos e fechou a primeira metade da competição no sétimo lugar, uma posição acima da zona de classificação para a próxima Libertadores. Após a boa campanha deste ano, voltar à competição continental é a meta estabelecida pelo time, que não medirá esforços, segundo o capitão, para alcançá-la.

“O primeiro turno foi um pouco abaixo devido à participação em três competições simultâneas, o que não é fácil. Libertadores, que é sempre muito dura, com muitas viagens, assim como a Copa do Brasil, com um nível muito alto. A gente está quase com uma temporada emendada na outra, tivemos pouco tempo para descansar. Vamos para 80 jogos em um ano e realmente não é fácil enfrentar essa maratona. No segundo turno a gente está fazendo contas para pegar uma sequência grande de vitórias, ainda sem muito tempo para treinar, para embalar de vez no Brasileiro e olhar para cima, para uma vaga na Libertadores, que é o nosso objetivo. Já temos isso traçado e vamos dar a vida para isso”, garantiu Fred.

Fotos: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *