Análise: Fluminense consegue sua primeira virada com Marcão e vence o Palmeiras no Maracanã

Na base da raça e da vontade o Fluminense interrompe a série invicta, 6 jogos, do Palmeiras, surpreende e vence no Maracanã com dois gols do Yago Felipe.

Como mostramos no vídeo semana do Tática Didática, o Fluminense de Marcão tem muita dificuldade quando sai atrás do placar e hoje com uma escalação mais cuidadosa não seria surpresa um empate ou mais uma derrota. Mas o que se viu foi um Fluminense com dificuldades e em contrapartida com muita vontade de vencer e buscar sua vaga na Libertadores.

Sem Nino, André e Luis Henrique, o treinador tricolor optou por Lucas Claro, Wellington e Caio Paulista, respectivamente, em seus lugares para o início da partida e a volta de Fred ao time titular. O Fluminense teve muita dificuldade na pressão ao portador da bola, na 2ª fase de construção e dava muito espaço ao adversário. Com as mudanças, o Fluminense voltou a atuar no 1-4-1-4-1, formação muito parecida com o da partida contra o Athlético/PR, analisada aqui pelo Tática Didática.

Fred fazia marcação na primeira linha e Wellington ficava a frente da última linha defensiva. Na 1ª fase de construção, sem André, os zagueiros se revezavam na saída de bola, sendo David Braz o mais acionado, o Palmeiras deixava o Flu construir desde sua defesa.

Já no segundo tempo Marcão optou pela volta de Gabriel Texeira aberto nas extremas e explorando as costas da última linha defensiva do adversário, com muita velocidade o Fluminense teve bons momentos e conseguiu finalizar no gol. Com a saída de Árias e a entrada de Cazares, o tricolor começou a iniciar a 2ª fase de construção com Yago Felipe e foi assim que em dois chutes de fora da área saíram os gols da vitória do Fluminense

Marcão consegue uma sobrevida no comando do Fluminense e o tricolor carioca ainda sonha com uma vaga direta na próxima Libertadores.

Deixe uma resposta