Com contrato perto do fim, Lucca vira sonho de consumo para setor ofensivo da Ponte Preta

Após oito reforços anunciados, a Ponte Preta busca no mercado as últimas peças para fechar o ciclo de contratações, com prioridade para o setor ofensivo. O principal sonho da diretoria atende pelo nome de Lucca, atacante de 31 anos e atualmente no Fluminense.

Com contrato até abril nas Laranjeiras, ele também avalia possibilidades para a sequência da carreira. Voltar ao Majestoso, onde teve uma passagem positiva em 2017, é uma das opções, mas a questão salarial surge como obstáculo para o avanço das negociações.

O coordenador Luis Fabiano e o presidente Marco Antônio Eberlin têm investido diretamente nas conversas, mas é preciso conseguir uma redução considerável para encaixar Lucca na realidade financeira do clube.

O atacante é o maior artilheiro da Ponte em uma temporada nos últimos anos. Em 2017, fez 24 gols pela Macaca em 61 jogos, entre Paulistão, Copa do Brasil, Sul-Americana e Brasileirão, com média de um gol a cada 2,5 jogos. Na oportunidade, ele atuou com a camisa alvinegra emprestado pelo Corinthians.

Dos oito reforços da Ponte para 2022 até aqui, apenas um foi para o ataque: o centroavante Pedro Júnior, ex-Vila Nova. Moisés, Niltinho, Pedrinho e João Veras, remanescentes da última Série B, são as outras opções de Gilson Kleina para o setor ofensivo por enquanto.

Fonte: Ge

Foto: Lucas Merçon

Deixe uma resposta