Diniz fala sobre o Flu ficar com um jogador a mais desde o início do primeiro tempo: ”Não necessariamente fica mais fácil”

Mesmo com um a mais em campo, o Fluminense não conseguiu sair do empate sem gols com o América-MG nesta quarta-feira, no estádio Independência pelo Campeonato Brasileiro. Ao fim da partida, o técnico Fernando Diniz afirmou que sua equipe teve dificuldades de lidar com a retranca mineira e justificou o resultado.

A equipe carioca teve a vantagem de jogar com um atleta a mais desde os 10 minutos do primeiro tempo, após o volante Alê ser expulso por dar uma cotovela no zagueiro Nino. Desde então o Tricolor passou a ter presença total no ataque, mas não foi eficiente para tirar o placar do zero.

Quando joga com um a menos não necessariamente fica mais fácil pra fazer o gol. A linha mais baixa do América marca com nove. Primeira vez que a gente enfrenta linha muito baixa, difícil para criar mesmo. Tinha que circular mais rápido, ter profundidade, interesse em finalizar mais rápido a jogada. Tentamos corrigir no segundo tempo. Não pode tomar contra-ataques que a gente tomou. Tiveram 3 chances claras. Com treino vai melhorar. Foi a primeira vez que a gente pega esse cenário”, disse.

Fonte: Ge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *