Fernando Diniz elogia a superação do time, e diz: foi um jogo difícil, temos que comemorar muito

Com uma vitória sensacional de 3×2 contra o Goiás no Serrinho, Diniz elogia a superação do time, ressalta que foi um jogo difícil, mas tem erros para concertar

Tivemos muito mérito para vencer. Foi muito difícil. É difícil ganhar do Goiás aqui. Temos que comemorar muito os três pontos, mas repito: sabendo que temos coisas para corrigir. O time está criando essa maturidade.

O técnico também destacou o jogador Willian que fez o gol da vitória, falou que ter um Willian no banco para entrar é um privilegio

O Willian é o recordista de tentativas minhas de trabalhar com ele. Jogador que eu adoro, e como pessoa vocês devem saber que é extremamente diferenciado, da generosidade, profissionalismo. É um ser diferente, ser iluminado. E é um jogador de nível muito alto, classe A. Que às vezes, como todo mundo, passa um momento que as coisas não fluem, mas é um cara que nunca desistiu de trabalhar e hoje foi a demonstração clara e inequívoca de que ele é um grande jogador. Porque o gol que ele fez não foi lance de sorte, o Willian já fez muitos gols como esse. E ter o Willian, o Nathan, o Marrony no banco para poder entrar é um privilégio. Felipe Melo… Todos que entraram, Martinelli… Tem muitos jogadores. O time que não começou o jogo é tão bom quanto, tem jogadores até com mais títulos, com prestígio, esperando para entrar. E esses caras fizeram a diferença hoje.

Veja outas resposta do técnico:

Time Titular

Não acho que pode falar que é o time titular. Titular é todo mundo que está aqui, o nível é muito parecido. Eu não sou um cara que, quando o time começa a ganhar uma cara… Eu estou aqui há dois meses e meio, e trabalho sob uma perspectiva diferente, sobre controle de carga, poupar ou não jogador, tenho um pensamento diferente em relação a isso. Procuro sempre colocar o melhor time para aquela partida. Às vezes se repete mais as formações, se estou repetindo é porque acho que aquela formação está com mais chance de vencer. A lógica é essa, mas não posso falar que o Nathan, Felipe Melo, Willian são reservas, porque são jogadores muito gabaritados e podem vir a iniciar as partidas a qualquer momento.

Copa do Brasil

Grande time, grande treinador, diretoria bastante atuante, que está fazendo um trabalho de muitos anos, com o presidente Marcelo Paz. Tem o mesmo treinador há dois anos consecutivos e mantém um time extremamente competitivo. É um grande duelo. Time que tem todo o nosso respeito. Teremos que trabalhar muito para poder oferecer o nosso melhor nesse duelo da Copa do Brasil.

Título

Eu falo que um time da grandeza do Fluminense, do São Paulo, do Botafogo… Esses times têm que sonhar com o título, é o mínimo que a gente tem que fazer. E trabalhar para tentar conquistar

Foto:Marcelo Gonçalves/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *