MERCADO DO FLU! Veja quem pode chegar, quem sai e quem deve retornar ao clube em 2023

O Fluminense termina 2022 em alta com o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro e planeja segurar quase todo o elenco e buscar reforços pontuais no mercado para brigar por títulos de expressão em 2023. Obviamente o orçamento também irá prever vendas ao longo da próxima temporada, mas a diretoria internamente promete não abrir mão de seus destaques enquanto tiver chances de conquistar a Libertadores, principal meta do clube no ano que vem.

Veja quem chega, quem fica e quem vai embora do Fluminense (a reportagem conta só jogadores que já estão no profissional). Esta reportagem será atualizada ao longo da temporada.

Quem pode chegar

Reinaldo: o lateral-esquerdo do São Paulo é um dos poucos nomes que vazou entre os mapeados pelo Fluminense. O jogador não ficará no Morumbi em 2023 e agrada Fernando Diniz, com quem trabalhou no próprio Tricolor paulista. Sua posição é considerada uma das prioridades nas Laranjeiras.

Keno:o atacante do Atlético-MG foi um dos primeiros indicados por Diniz enquanto discutia a renovação, mas a tendência é que a negociação sequer seja aberta. O jogador ainda tem mais uma temporada de contrato no Galo, e segundo pessoas próximas ele não pretende sair do clube.

Quem sai

Wellington: fora dos planos para 2023, o volante não terá o seu contrato renovado e sequer ficou no banco de reservas contra o Bragantino na última rodada do Brasileirão. Ele inclusive já usou as redes sociais para se despedir do clube e da torcida.

Pineida: o lateral-esquerdo equatoriano não se firmou durante o seu empréstimo, com isso o Fluminense não exercerá a opção de compra que havia previsto no contrato. O jogador retornará ao Barcelona de Guayaquil, onde tem vínculo até o fim de 2023.

Matheus Martins: o atacante, de 19 anos, tem sua venda bem encaminhada para a Udinese, da Itália, na janela de janeiro por € 9 milhões de euros (cerca de R$ 49,2 milhões) – sendo € 6 milhões de euros (cerca de R$ 32,8 milhões) e € 3 milhões de euros (R$ 16,4 milhões) de bônus. Em 2023, ele deve ser emprestado ao Watford, da Inglaterra, que é comandado pelas mesmas pessoas do clube italiano.

Frazan: cria de Xerém, o zagueiro estava emprestado em 2022 para a Chapecoense e não retornará, uma vez que seu contrato com o Fluminense terminará em dezembro.

Yuri: após seguidos empréstimos, o último para o Juventude, o volante encerra sua passagem pelo Fluminense depois de quase quatro anos. Seu vínculo também termina em dezembro.

Danilo Barcelos: o lateral-esquerdo estava emprestado ao Goiás em 2022 e também termina em dezembro o seu vínculo com o Fluminense depois de dois anos e meio.

Raí Lopes: também lateral-esquerdo, ele foi outro a rodar em vários clubes por empréstimo, o último deles o Confiança-SE, e termina seu contrato em dezembro.

Dênis Pereira: o zagueiro que era do sub-20 do Fluminense nunca subiu para o profissional e foi revelado pelo Lajeadense-RS, onde estava emprestado. Seu vínculo no Tricolor acaba em dezembro.

Fernando Diniz: prioridade da diretoria, o técnico já tem apalavrada sua renovação de contrato por mais dois anos. Tanto que ele já vem tocando o planejamento para 2023.

Fábio: o goleiro superou a meta de jogar 60% das partidas da temporada e ativou a cláusula de renovação automática por mais um ano de contrato.

Quem pode sair

Manoel: o zagueiro virou titular absoluto com Diniz e também é uma das prioridades da diretoria para renovar. Ele tem vínculo até abril, já pode assinar pré-contrato com outra equipe e por enquanto só está garantido para o Carioca.

David Braz: o zagueiro é outro com vínculo só até abril e que pode assinar pré-contrato com qualquer clube. Apesar dele não ser titular, o Fluminense também tentará sua renovação.

Nathan: o meia termina o seu empréstimo no Fluminense em dezembro e pode voltar ao Atlético-MG. Mas seu futuro ainda está indefinido.

Gabriel Teixeira: o meia-atacante se destacou emprestado ao Grêmio, e o Tricolor gaúcho pretende abrir negociação com o Fluminense para contratá-lo em definitivo.

Quem volta de empréstimo

Nascimento: o volante esteve emprestado ao Náutico, mas teve poucas oportunidades. Como ainda tem mais um ano de contrato no Fluminense, retornará e terá sua situação avaliada: pode ser reemprestado ou reintegrado ao sub-23.

Caio Vinícius: também volante, ele viveu alguns bons momentos pelo Goiás e retornará ao Fluminense, onde tem mais um ano de contrato. Mas poderá ser novamente emprestado.

Jadiel Damasceno: o meia é da base do Fluminense, mas nunca subiu e foi revelado ao profissional pelo Inter São Gotardo-MG. Como tem mais um ano de contrato, terá sua situação avaliada, mas não deve ficar.

Fonte: ge
Foto: Divulgação

Sobre o autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *