Yago Felipe que está fora do próximo jogo, lamentou nas redes sociais ‘não fizemos jus a camisa que vestimos’

O Fluminense foi derrotado pelo Bahia por 2 a 0. Com uma atuação pífia, o time demonstrou total apatia. Com atuações péssimas de alguns jogadores. Yago Felipe lamentou em suas redes sociais a derrota, e estará fora do próximo jogo , pois recebeu o terceiro amarelo, durante a partida contra o Bahia.

foto Lucas Merçon Flick Fluminense Football Club.

Marcão em coletiva, é questionado sobre os assuntos do momento nas mídias: Felipe Melo e Egídio.

Em entrevista coletiva após a derrota por 2 a 0 para o Bahia, o técnico Marcão afirmou não saber sobre a negociação do jogador Felipe Melo, o assunto mais comentado por todos nas redes sociais, no momento.

– Temos escutado, estamos igual a vocês. Algumas coisas saíram na mídia, vamos esperar o posicionamento do clube e do presidente. Se realmente for verdade, que seja mais um guerreiro para nos ajudar – disse o treinador.

Marcão responde os questionamentos sobre Egídio, outro assunto que vem dominando nas redes sociais. Com a lesão de Marlon, Danilo Barcelos retornou ao time titular. Entretanto, o Tricolor foi para Salvador sem um reserva para a lateral-esquerda.

Sem jogar desde o dia 2 de setembro, o veterano está fora dos planos do clube. Com contrato apenas até o fim deste ano, Egídio vinha sendo o titular absoluto da posição até que se lesionou e não retornou mais.

– Algumas coisas foram decididas internamente sobre o Egídio. É um cara que respeitamos muito, mas alguns posicionamentos até dele mesmo já foram resolvidos. Não pudemos contar com o Marlon, que sentiu o adutor. Tivemos o Danilo, treinamos o Gustavo na lateral, o Daniel no banco também – explicou o treinador em entrevista coletiva.

foto Lucas Merçon Flick Fluminense Football Club

Marcão diz ‘uma tarde para ser esquecida’ , lamentou o primeiro tempo ruim. Leia!

O Fluminense joga mal e perde a oportunidade de garantir a tão sonhada vaga na Libertadores ao ser derrotado pelo Bahia por 2 a 0, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o técnico Marcão em entrevista coletiva, disse que foi uma tarde “para ser esquecida” e lamentou o primeiro tempo ruim da equipe. Explicou a opção por manter Wellington e André na equipe, apesar de ter tido a volta de Martinelli.

– Foi uma tarde ruim. Viemos de um jogo forte, uma composição muito boa diante do campeão brasileiro e optamos por manter a equipe. Fizemos bons treinamentos na semana com essa formação, mas o primeiro tempo foi muito ruim. Todos nos cobramos no intervalo para voltar de forma diferente, mas já havíamos levado dois gols. Perdemos oportunidades, precisávamos de um gol para colocar pressão. Mas foi uma tarde para ser esquecida. A cobrança é nossa, vamos nos concentrar para a próxima partida para que o que fizemos de ruim não aconteça novamente – comentou.

O Fluminense com esse resultado, fica com 51 pontos em sétimo lugar na tabela e precisando da vitória contra a Chapecoense na quinta-feira, às 21h30, no Maracanã, para poder garantir a ida à competição continental. A disputa por uma vaga direta na fase de grupos, depende de outros resultados.

​- O errado é que o primeiro tempo foi muito ruim. Era um jogo de muita luta pelo adversário, entrega. Lógico que a responsabilidade é nossa, vamos dividir isso. Tivemos alguns erros individuais, mas que fique claro que é dividido do grupo, as escolhas são minhas. Tentamos voltar para o jogo, até conseguimos no começo do segundo tempo, ficando com a bola e finalizando, coisa que não tínhamos feito no primeiro tempo. Tivemos chances, mas infelizmente não marcamos. Foi um primeiro tempo muito abaixo, de uma forma que não estamos acostumados a jogar – completou.

Marcão durante o intervalo, fez a opção por tirar André, que joga mais avançado na presença de Wellington e com isso tem rendido menos. O treinador ponderou que a opção foi por conta de uma pancada que o volante levou e pela necessidade de dar mais dinâmica ao meio-campo. O Flu tem uma extensa lista de lesionados e perdeu mais quatro jogadores para a última rodada.

– Ele levou uma pancada no fim do primeiro tempo, teve atendimento médico em duas situações. Eu precisava tirar um volante mais posicional para colocar uma peça que tivesse mais posse de bola. Ficou entre ele e Wellington, mas no momento vimos que ele levou uma pancada e poderia logo depois sentir, então optamos por tirá-lo – explicou.

Marcão tem contrato até o fim desta temporada com o Fluminense, uma vez que foi efetivado após a demissão de Roger Machado. Foi questionado sobre o futuro, afirmou que ainda não fala sobre isso e aguarda o término do campeonato para sentar com a diretoria.

– Estou pensando só neste momento, em cumprir mais uma missão. Depois que acabar vamos sentar na mesa para saber qual vai ser a melhor posição para o Fluminense. Estamos sempre à disposição – finalizou

foto Lucas Merçon Flick Fluminense Football Club

O Fluminense vai para última rodada com vários desfalques, em decorrência da derrota para o Bahia

O Fluminense terá pelo menos quatro desfalques para a última rodada do Brasileirão com relação ao time que perdeu para o Bahia por 2 a 0 na tarde deste domingo. Manoel foi expulso direto após desentendimento com Rossi, Yago Felipe, Fred e Wellington que receberam o terceiro amarelo estão suspensos.

Marcão terá que fazer no mínimo quatro mudanças para a equipe que vai enfrentar a já rebaixada Chapecoense. A partida contra a equipe catarinense será na próxima quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela 38ª rodada da Série A.

foto Lucas Merçon Flick Fluminense Football Club

Flu vai mal contra o Bahia, veja as notas de atuações.

O Flu tem uma atuação que desagradou a torcida, mas também os próprios jogadores dentro de campo. Luccas Claro comete um pênalti infantil, e compromete a partida. Fred perdeu um gol feito, e teve uma atuação apagada. Se não fosse Marcos Felipe, o resultado poderia ter sido muito pior, mas falhou no segundo gol. Danilo Barcelos perdeu todas para o Rossi.

Veja todas as notas do Fluminense:

  • Marcos Felipe (GOL): 5,0
  • Samuel Xavier (LAD): 4,0
  • Manoel (ZAG): 3,0
  • Luccas Claro (ZAG): 0,0
  • Danilo Barcelos (LAE): 2,5
  • Wellington (VOL): 3,0
  • André (VOL): 4,0
  • Yago (VOL): 3,5
  • Caio Paulista (ATA): 3,0
  • Luiz Henrique (ATA): 4,0
  • Fred (ATA): 2,0
  • Cazares (MEI): 3,0
  • Martinelli (VOL): 4,0
  • Matheus Ferraz (ZAG): 4,0
  • Bobadilla (ATA): 5,0
  • Lucca (ATA): 4,0

Fred reclama ‘ É inadmissível a gente querendo ir para a Libertadores e fazer isso aqui.’

O Flu tem uma atuação que desagradou a torcida, mas também os próprios jogadores dentro de campo, principalmente o capitão Fred. Em entrevista antes da descida para o vestiário, o atacante mostrou irritação com o futebol apresentado pelo Flu na Fonte Nova.

“- Do jeito que a gente entrou, não tem nem o que fazer. Vamos conversar o quê? É inadmissível a gente querendo ir para a Libertadores e fazer isso aqui. Vamos entrar no vestiário para a porradaria pra ver se a gente começa a competir. O que vamos falar do nosso time? Você assistiu ao jogo? O que vamos fazer?”

Goleira do Flu Nicole, conquistou terceiro lugar na Conmebol Evolución de Arqueros


A arqueira Nicole Ramos, do Futebol Feminino Adulto do Fluminense, representou o Brasil na segunda edição da Conmebol Evolución de Arqueros, que aconteceu no sábado (04/12), em Luque, no Paraguai, e ficou com a terceira colocação na competição, que visa elevar a importância dos goleiros no campo de jogo.

Nicole falou sobre a experiência que vivenciou e a importância da oportunidade para a sua carreira. “Foi um evento sensacional. Uma experiência nova para mim, mas que acrescentou muito na minha carreira. Nunca havia participado de algo assim. Acabei ficando em terceiro lugar, mas a experiência foi incrível. Um evento somente com goleiros é algo extraordinário. O organizador foi um argentino campeão mundial e ex-goleiro também. Então deu para ver no rosto dele a satisfação com aquilo tudo acontecendo. Foi um prazer enorme ter participado, experiência indescritível”, finalizou.

Além do Brasil, participaram atletas do Paraguai, Uruguai, Colômbia, Venezuela, Peru, Chile, Bolívia, Argentina e Equador.

Texto: Comunicação/FFC

Fotos: Mailson Santana/FFC // Divulgação

Retrospecto entre Fluminense e Bahia pelo Brasileirão.

NO CAMPEONATO:
JOGOS: 1394
VITÓRIAS: 538
GOLS PRÓ: 1826

CONTRA O BAHIA:
JOGOS: 68
VITÓRIAS: 33
GOLS PRÓ: 94

ÚLTIMO JOGO: 30.08.2021 | MARACANÃ
18ª RODADA | COPA DO BRASIL
PLACAR: 2X0
GOLS: LUCCA E BOBADILLA (FLU)

PARTIDA HISTÓRICA: 10.10.2012 | PITUAÇU
29ª RODADA | CAMPEONATO BRASILEIRO
PLACAR: 0X2
GOLS: BRUNO E RAFAEL SÓBIS (FLU)

Luiz Henrique fala do confronto entre Fluminense e Bahia: ‘Foi uma semana boa, de treinamentos e muito trabalho.’

Atacante fez o gol do triunfo tricolor sobre o Bahia em fevereiro e quer repetir a dose neste domingo

O Fluminense está a uma vitória de carimbar seu passaporte para a próxima edição da Libertadores. E isso pode acontecer neste domingo (05/12), às 16h, quando a equipe enfrenta o Bahia na Arena Fonte Nova. Para Luiz Henrique, um dos grandes destaques do time na temporada, será também a oportunidade de reviver um jogo que marcou sua ainda curta carreira.

Pela última edição do Campeonato Brasileiro, que já havia rompido o ano de 2021, foi do Moleque de Xerém o gol de uma importante vitória tricolor sobre o Bahia em Salvador por 1 a 0, no dia 3 de fevereiro, pela 34ª rodada. Naquele dia, o Fluminense encaminhou sua classificação para a competição continental. Luiz Henrique recordou o confronto e assegurou que as recordações o motivam ainda mais a repetir o feito nesta tarde.

“Aquele jogo ajudou a gente a se classificar para a Libertadores e espero que isso se repita. Lembro muito bem daquele jogo e se Deus quiser vamos conseguir fazer mais uma grande partida, firme, para a gente sair com os três pontos e essa classificação tão desejada”, declarou o jogador, que fez um alerta sobre a dificuldade do confronto, apesar da situação delicada do adversário na competição:

“Vai ser um jogo muito difícil. O time deles está pressionando a sair da zona de rebaixamento, mas vamos entrar concentrados no nosso jogo, com muito foco para conseguir a vitória”.

Em reta final de temporada, restando somente dois jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, Luiz Henrique admitiu cansaço, sobretudo após duas temporadas praticamente emendadas em função da pandemia. Mas, apesar disso, ele garantiu estar 100% e disse que a semana livre para treinamentos ajudou o time a se preparar para o duelo desta tarde.

“Foi uma semana muito importante. A gente entra contra o Bahia descansado, com a perna mais leve. Foi uma semana boa, de treinamentos e muito trabalho. Sei que isso vai nos ajudar a sair com a vitória lá”.

Embora tenha o foco voltado inteiramente para a partida contra o Bahia, Luiz Henrique tem acompanhado a movimentação da torcida tricolor, que já superou a marca de 25 mil ingressos vendidos para o confronto contra a Chapecoense, na quinta-feira (09/12), no Maracanã. Isso, segundo o atacante, motiva ainda mais o time a trazer um resultado positivo, que permita ao Fluminense entrar na última rodada com a classificação assegurada e vivo na briga por uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

“Precisamos entrar com essa possibilidade na cabeça, mas o foco é todo no jogo contra o Bahia. Sabemos que contra a Chapecoense a casa vai estar lotada, nossa torcida vai incentivar e fazer uma linda festa. E esperamos voltar com os três pontos da Bahia para depois fazermos mais um grande jogo em casa e quem sabe conseguir essa vaga direta na fase de grupos”.

Fotos: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

A torcida Tricolor promete lotar o Maracanã, para o último confronto da temporada.

O Fluminense luta para voltar a disputar a Libertadores em 2022. Atualmente, está na sétima posição, dentro da zona de classificação para a competição.

Neste domingo o Flu enfrenta o desesperado Bahia, em Salvador. Na última rodada, o duelo será contra a lanterna Chapecoense, no Maracanã.

A diretoria já iniciou as vendas para a partida. A torcida parece estar confiante na classificação para Libertadores. Tanto que na parcial divulgada nesta quinta-feira, 20 mil ingressos já haviam sido vendidos. Inclusive, o setor Sul da arquibancada está esgotado, tendo o clube aberto outros setores , Leste inferior e Oeste. A expectativa é casa cheia, até o momento a parcial alcança 28 mil. Sendo certo , já estarem esgotados os setores Sul e Leste Inferior.

O Fluminense está na sétima posição, com 51 pontos, apenas uma posição do G-6, que dá vaga direta à Fase de Grupos. No entanto, o Flu está dois pontos acima do Ceará, primeiro fora da zona de classificação.