fbpx

Nenê e Miguel, dupla mostra entrosamento dentro e fora de campo

A dulpa foi decisiva no jogo, em entrevista após a partida ao GloboEsporte.com, Nenê brincou com Miguel na saída do campo.

Miguel chamou o companheiro de “avô”, e o meia mostrou jogo de cintura diante do comentário.

Nenê disse: – É a liberdade que a gente dá para essa molecada. Está folgada (risos) – brincou Nenê, autor do primeiro gol da partida.

“É um ambiente bom, não tem essa coisa de idade. Aqui todo mundo tem a sua importância. Estou feliz por mais uma vitória. Ele (Miguel) entrou bem no jogo, espero que nos ajude a conquistar mais vitórias”, completou ele.

Sobre sua atuação nos jogos, Nenê disse que procurou não exagerar nas férias para começar bem o Campeonato Carioca. 

– Eu procurei me cuidar nas férias, não abusar tanto, isso já ajuda. E fechar um pouco a boca. É diferente quando você pega a temporada desde do começo. Fico feliz por poder ajudar em campo nesse início de campeonato – explicou

MIGUEL FALA SOBRE ATUAÇÃO

Miguel foi perguntado sobre sua atuação no jogo, com a substituição de Felippe Cardoso, entrou no segundo tempo da partida em seu lugar, se destacando com uma assistência para o gol de Gilberto , o segundo da partida. Respondeu, dizendo o seguinte:

– Com o passar do tempo, a gente vai jogando, vai pegando mais ritmo, ficando mais à vontade. Estou me acostumando aos companheiros, pegando mais intimidade ali no campo.

– Ah, tem que ser (abusado). Se não não anda.

Foto André Durão, fonte GloboEsporte.com

Odair fala em Coletiva sobre retorno ao Maracanã, sub-23 e contratações

Segue os trechos da coletiva concedida

SENSAÇÃO DE RETORNO AO MARACANÃ COMO TÉCNICO

– Muito feliz. Quando entrei no gramado ali passa um filme, são 20 anos. Espero que possa ser muito feliz aqui, o torcedor pode ter certeza que sou um profissional de muita dedicação e esforço. O Régis (Rösing) me perguntou antes do presente, falei que era vencer, e no final ele me perguntou se era profeta também. Quanto mais trabalho, mais sorte tenho. Pode ter certeza que sou profissional de muita dedicação. Vou dar meu melhor em retribuição ao torcedor.

PÚBLICO TRICOLOR E PREÇO DE INGRESSOS

– Final do mês, né? Tem que pagar as contas. Torcedor que veio nos ajudou, essa simbiose vai acontecendo gradativamente, conforme a evolução da equipe. Se puder colocar o preço do ingresso mais barato também ajuda. Hoje ainda teve chuva.

SOBRE SUB-23

– Até o momento estamos treinando todos juntos, usando a metodologia que temos dentro do contexto. Vão subir mais alguns para esse grupo. Aí, com a vinda de mais jogadores, a gente divide esse processo. Mas vai estar sob a batuta nossa junto com Marcão, Ailton, o pessoal da parte física. Mesmo treinando em campos distintos, a ideia vai ser a mesma, o conceito. A qualquer momento podemos chamar alguns para treinamento e para o jogo.

CONTRATAÇÕES DE JOGADORES

– Temos muitos jogadores para jogar ainda. Tem Caio Paulista, Ganso, algumas situações que preciso visualizar. Tem muita coisa para acontecer, estamos em um início de processo. Mais importante é que a equipe está respondendo muito bem. Vamos esperar os jogadores que temos fora para visualizar também dentro do jogo. Quanto a qualquer tipo de contratação, não falo publicamente. Não gero expectativa, isso só atrapalha.

Em coletiva, o Técnico Tricolor ressalta as questões físicas dos Atletas

As muitas lesões da equipe , restringiram as opções do Técnico Odair para escalações dos primeiros jogos. Então falou:

VÁRIOS ATLETAS LESIONADOS MURIEL, GANSO, CAIO PAULISTA, MARCOS PAULO E EVANILSON

– Se pegar, em todos os clubes têm lesão. Costumo dizer que quando precisa acelerar valências físicas, o grupo de risco aumenta e independe da idade. Talvez quem tem mais idade conhece mais o seu corpo, e os jovens não dosem quando precisa. Isso é aprendizado. É ruim, claro, mas também dentro desse início temos isso bem controlado. Há vários fatores. Lesão sempre teremos, por isso precisamos ter grupo.

– A gente está cuidando bastante desse aspecto. Muriel vem de lesão. Hoje olhava para o Matheus Ferraz, que também voltou de lesão. Agora temos mais jogadores liberados, isso fortalece, dá oportunidade para que possa descansar e retomar o treinamento com alguns jogadores. Preciso avaliar todas essas questões para o próximo jogo, pois não temos semana cheia, não podemos perder mais jogadores.

– A gente vai ter cuidado, não pode acelerar de novo e ficar mais um tempo fora. Vai ser um retorno gradativo para ficarem à disposição

OPÇÕES PARA PRÓXIMO JOGO

– Egídio, Yago, Digão, Henrique, todos liberados para o próximo jogo. Tem o caso do Matheus Ferraz, que fez dois jogos inteiros… Tudo isso vou visualizar, mas sempre pensando em colocar a melhor equipe para responder melhor em todos os aspectos.

SOBRE ESCALAÇÃO OU POUPAR JOGADORES

– Eu não poupo ninguém, o cara que não for para campo é porque nós decidimos que ele não estava apto. Pode ser opção técnica, tática, por estratégia do jogo… Mas sempre com conceito bem estabelecido. Vamos ter situações de lesão, suspensão…

– Ano passado ou retrasado, consegui repetir duas ou três vezes a equipe. Claro que quanto mais repetir, mais a mecânica de jogo vai pegando. Mas é difícil diante da dificuldade que os jogos impõem. Então vamos sempre visualizando quem poderá dar 100% no próximo.

Foto Thiago Lima

Odair fala sobre vitória do grupo em Coletiva

Em entrevista coletiva concedida após a vitória do Fluminense 2 x Portuguesa 0. O Fluminense  voltou a vencer na Taça Guanabara  nesta quinta-feira, no Maracanã.  

VITÓRIA DO GRUPO

Odair , evitou destacar peças individuais e exaltou o grupo.

– Os tempos foram distintos, até a parada técnica sentimos o ritmo, estávamos mais lentos, dentro de normalidade para quem está em pré-temporada. Mas cabe ressaltar o adversário, equipe entrosada, que pressiona, criou dificuldades. No segundo tempo, a gente visualizou que nosso jogo precisava com características de aparecer, para que a bola rodasse .

– Miguel entrou bem, não gosto de personificar vitória ou derrota em um nome, quem venceu foi o grupo. Miguel, Pablo, Igor entraram muito bem.

– Futebol se corrige ganhando. Vamos corrigir, temos a evoluir aspectos táticos, físicos. Agora teremos jogadores liberados para encorpar. Em um contexto geral, merecemos a vitória. Soubemos passar por dificuldades, isso é aprendizado. Placar poderia ser mais elástico.

CORREÇÕES PARA OS PRÓXIMOS JOGOS

– Nós sentimos o ritmo, jogadores adversários pareciam mais ágeis. Estamos construindo uma equipe, perdemos muitos jogadores do ano passado para cá. Muitos jogadores ainda não puderam estrear. Vão acontecer muitas coisas ainda. Seja no aspecto tático ou técnico. Tem 10 ou 11 jogadores que vão encorpar, mas conseguimos oportunizar outros jogadores. Tem muito caminho pela frente ainda. Mesmo passando por esse processo, estamos vencendo. Isso gera confiança.

MIGUEL MUDA O RITMO DO JOGO

– Menino de muito talento, 16 anos, talentoso, ainda processo de transformação física. Cadeia de maturação dele ainda não está fechada, é menino frágil nesse aspecto físico. Tomar cuidado porque o jogo é técnico, mas ele tem imposição física também.

– Que bom que está conseguindo passar por esse processo já amadurecendo, principalmente físico. O que tenho conversado com ele é que faça o processo gradativo, com calma, no que puder vou ajudar. Mais um talento da escola de Xerém. Mas vamos com calma.

Fluminense vence a Portuguesa em retorno ao Maracanã

Nene e Gilberto marcaram os gols da vitória tricolor

O Fluminense e a torcida tricolor se reencontraram no Maracanã na noite desta quinta-feira (23/01), pela 2ª rodada do Campeonato Carioca, e comemoraram mais uma vitória. Com gols de Nene e Gilberto na etapa complementar, o time do técnico Odair Hellmann garantiu 100% de aproveitamento na competição, somando 6 pontos e 3 gols marcados. O próximo desafio no Estadual é às 16 horas de domingo (26/01), em Moça Bonita, diante do Bangu.

O JOGO

Primeira tentativa de ataque do Flu aos 8 minutos, em tabela de Dodi e Nene, mas a defesa fez o corte. Aos 23, Dodi tentou o passe para Nene chutar na entrada da área, mas o zagueiro afastou o perigo. Nene recebeu de Matheus Alessandro aos 28 minutos, cruzou de primeira e a bola ficou com o goleiro. Cobrança de falta de Nene aos 36 e Hudson subiu de cabeça, mas a bola saiu pela linha de fundo. Boa chance para o Tricolor aos 39 minutos, após Nene levantar na área e Matheus Ferraz cabecear forte, mas Jefferson defendeu.

No segundo tempo, Matheus Alessandro arriscou o chute cruzado e o goleiro espalmou. Hudson deu lindo passe para Lucas Barcelos, que foi derrubado na área: pênalti para o Flu. Nene cobrou com perfeição e abriu o placar aos 5 minutos! Miguel partiu para cima da marcação e deixou Gilberto na cara do gol para ampliar aos 11 minutos: 2 a 0. Aos 40 minutos, Igor Julião encontrou Miguel livre para chutar, mas a bola subiu muito.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO CARIOCA2020 – Taça Guanabara – 2ª RODADA
Maracanã – Rio de Janeiro/RJ

Fluminense (2)
Marcos Felipe; Gilberto (Igor Julião), Matheus Ferraz, Luccas Claro e Orinho; Dodi, Hudson e Nene; Lucas Barcelos, Matheus Alessandro (Pablo Dyego) e Felippe Cardoso (Miguel).

Técnico: Odair Hellmann

Portuguesa (0)
Jefferson; Luis Gustavo (Talento), Marcão, Diego Guerra e Diego Maia; Maicon, Muniz (Lucas Vinícius) e Romarinho; Chay, André Silva (Matheus Pimenta) e Jhulliam. 

Técnico: Rogério Corrêa

Gols: Nene (5’/2T) e Gilberto (11’/2T) – FLU

Cartões amarelos: Luis Gustavo (POR); Luccas Claro (FLU)

Arbitragem:Wagner do Nascimento Magalhães, auxiliado por Carlos Henrique Alves de Lima Filho, Wallace Muller Barros Santos e Bruno Mota Correia.

Público: 10.142 torcedores presentes

Renda: R$235.264,00

Texto: Comunicação/ FFC 
Fotos: Lucas Merçon/ FFC

Regularizados Egídio, Digão e Henrique

Os atletas regularizados para o jogo de domingo

Segundo informações, os jogadores Egídio, Henrique e Digão foram regularizados , com isso , vão estar a disposição do Técnico Odair Hellmann , que poderá utiliza los no jogo de Domingo, pela 3° rodada da Taça Guanabara, dia 26/01 ás 16h em Moça Bonita.

Fonte rádio Tupi

Em boa fase na Superliga, Tricolor recebe o Sesc no Hebraica

Fluminense enfrenta o líder da competição após três vitórias consecutivas

Com três vitórias nas últimas três rodadas, o Fluminense tem uma missão difícil na noite desta sexta-feira (24/01) pela Superliga feminina de vôlei. O time comandado pelo técnico Hylmer Dias enfrenta o Sesc-RJ, às 20h, no ginásio do Hebraica, pela segunda rodada do returno da competição. O Tricolor é o sexto colocado na tabela de classificação com 19 pontos conquistados, enquanto o adversário é o líder com 32.

Para buscar a vitória sobre o forte time treinado por Bernardinho, o Fluminense aposta na boa fase que vive na Superliga. De dezembro até agora, a equipe venceu sete dos nove jogos que disputou. Derrotas apenas para Osasco/Audax e Itambé/Minas.

“Estamos em um momento bom, jogando muito bem dentro de casa. A torcida tem sido nosso sétimo jogador, apoiando e nos empurrando o tempo todo. O jogo contra o Sesc será bem difícil, mas nós estamos bem focadas”, afirmou a levantadora tricolor Giovana.

O Fluminense começa o jogo com: Giovana, Paula, Leticia, Natasha, Thais, Mari Cassemiro e Andressa Krachefski. O banco de reservas será composto por: Rose, Pamela, Larissa, Marcella, Julia, Neneca e Lelê.

Ingressos

Os ingressos para a partida contra o Sesc-RJ custam R$ 10 a inteira e R$ 5 meia-entrada. Os 150 primeiros sócios e torcedores com a camisa do Fluminense não pagam, além de crianças de até 12 anos.. O ginásio será aberto ao público às 18h30.

Transmissão

O jogo terá transmissão ao vivo em pay per view pelo Canal Vôlei Brasil e o torcedor tricolor pode utilizar o código FLUMINENSE10 para ganhar 10% de desconto na assinatura. Parte do valor é repassada ao clube.

Texto: Comunicação/FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

Ingressos disponíveis para Bangu x Fluminense

Tricolor entra em campo às 16h de domingo, pela Taça Guanabara

Os tricolores já podem comprar ingressos para a partida entre Bangu e Fluminense, pela 3ª rodada da Taça Guanabara, no próximo domingo (26/01), às 16h, em Moça Bonita. As vendas foram iniciadas pela internet e dois pontos físicos serão abertos nesta sexta-feira (24/01). Os valores são R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Sócios poderão retirar um bilhete antes da partida. Confira todas as informações:

Local

Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho (Moça Bonita), em Bangu, Rio de Janeiro (RJ)

Data e Horário

Domingo, 26/01/2020, às 16h

Ingresso

Arquibancada

Inteira – R$40

Meia – R$20

Sócios

O Fluminense conseguiu uma carga de 100 (cem) ingressos para relacionamento com os sócios. A retirada será realizada por ordem de chegada, diretamente no portão de acesso da torcida tricolor, das 14h às 15h30. Cada sócio terá direito a 1 (um) ingresso. Será obrigatória a apresentação do cartão de sócio e documento original com foto e CPF. Apenas o próprio sócio poderá fazer a retirada do ingresso e as mensalidades deverão estar em dia.

Vendas Antecipadas

Dias 24/01, sexta-feira, e 25/01, sábado, das 10h às 17h

Laranjeiras: Sede do Fluminense (Rua Álvaro Chaves, 41)

Bangu: Loja Sport West – Shopping Bangu (Rua Fonseca, 240, 1º Piso, Loja 134 e 134A)  

On-line
https://tickethub.com.br/detalhe/23430/BANGU_X_FLUMINENSE

Vendas no cartão de crédito até sábado, 25/01, às 10h.

O torcedor deverá trocar o voucher da compra pelo ingresso físico nos pontos de venda.


Vendas no dia da partida

Laranjeiras: das 10h às 12h

Moça Bonita: das 10h ao final do primeiro tempo


Gratuidades

Por orientação dos órgãos de segurança e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, as gratuidades deverão ser retiradas com até um dia de antecedência nos pontos de venda indicados.

Não haverá cessão de ingressos de gratuidade no dia da partida, em nenhuma hipótese. Os documentos comprobatórios do direito à gratuidade serão exigidos tanto no momento da retirada no ponto de venda quanto no acesso ao estádio. Caso o portador do ingresso de gratuidade não tenha o direito ao benefício garantido por lei, deverá voltar à bilheteria e complementar o valor do ingresso.

Top