Volante André espera Flu forte

Jovem tricolor projeta bom jogo fora de casa. O tricolor inicia, nesta terça-feira, às 19h15, no Paraguai, contra o Cerro Porteño, a sua vida nas oitavas de finais da Libertadores. 

Para o volante, atitude é o que não pode faltar aos atletas do Flu se quiserem a vaga na próxima fase.

— A expectativa é de que o nosso time consiga impor seu ritmo. Vamos lá para buscar a vitória. Mas sabemos que, se não der, é importante ao menos conseguir um empate, para no jogo de volta, na nossa casa, a gente conseguir decidir e ficar com essa classificação – disse.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fonte: Fluminense FC

Mudanças contra o Sport

Tricolor irá ao Paraguai iniciar às oitavas de finais contra o Cerro Porteño na próxima terça-feira, com isso, após o empate em 0 x 0 contra o Ceará, o treinador Roger Machado adiantou que haverá mudanças na equipe que jogará contra o Leão, no próximo sábado, fora de casa. 

— O certo é que iremos segurar alguns atletas sim, para que levemos contra o Sport um time competitivo sem que tenhamos algum tipo de prejuízo para o jogo da terça-feira que é logo na sequência. Não tem muito o que fazer. É fazer essas escolhas. Não gosto de falar a palavra priorizar, porque parece desprestígio para o  Campeonato Brasileiro e para o adversário. Porém, temos que fazer escolhas do que é relevante ou não para esse momento – disse.

Alguns atletas já são duvidas para o confronto, como o caso de Fred que saiu ainda no primeiro tempo sentindo a coxa. 

Foto: Lucas Merçon 

Aluguel do Maracanã para a Copa América, saiba quanto custou

Estádio ficou sob comando da conmenbol para utilização na final da Copa América. Com isso, Flamengo e Fluminense tiveram que se deslocar para disputar as partidas do Campeonato Brasileiro. Tanto Flamengo, como Fluminense que são os clubes que administrando o estádio, receberam 1,2 milhão.

Além disso, a entidade ficou com o custo da reforma do gramado do estádio. Portando, o que era tão criticado por todos, promete está em melhores condições quando for entregue para a dupla gestora no fim da competição. 

Fonte: Uol

Foto: Lucas Merçon 

Pré jogo – Fluminense x Ceará

Tricolor recebe o Vozão nesta quarta-feira, em seus domínios, mas ainda longe do Maracanã por conta da Copa América, pela 10ª rodada do Brasileirão. A tendência é de manutenção da equipe que venceu o clássico Fla x Flu, no último domingo. A partida terá início às 21h30, em São Januário. 

Nenê que entrou bem mudando a partida, tinha chances de ser o titular está noite, porém, o treinador Roger Machado dará um voto de confiança para Cazares, que nas últimas três partidas fez um gol e deu uma assistência. 

Quem ainda segue afastado da equipe são os centroavantes Abel Hernandez, Bobadilla e John Kennedy. Hudson com lesão no joelho também segue fora da equipe.

Provável escalação do Fluminense:

Marcos Felipe, Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago e Cazares; Caio Paulista, Gabriel Teixeira e Fred.

Já o adversário tricolor, terá alguns desfalques e retornos para o duelo desta quarta-feira. O treinador Guto Ferreira contará com a volta do lateral Bruno Pacheco, que cumpriu suspensão contra o Juventude e já está apto a atuar. Vina também deve voltar ao time titular, já que Jorginho machucou-se na última partida.

Provável escalação do Ceará: 

Richard, Buiú, Messias, Gabriel Lacerda, Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Marlon, Vina; Lima, Mendoza, Saulo.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Volante André comemora confiança que gol trará para o restante da temporada

André entrou no fim do jogo contra o Flamengo para decidir a partida. Clássico disputado em São Paulo, estava empatado até os minutos finais. O volante expressou sua felicidade pelo gol, e o quanto isso será benéfico para o restante da temporada. 

— Um gol que vai me dar muita confiança para a sequência da temporada. Continuar ajudando o Fluminense – disse.

Fonte: Rede Globo

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Tecnico Roger destacou perseverança de Lucca para ganhar oportunidade

Atacante tricolor ficou afastado até mesmo do banco de reservas em inúmeras ocasiões na temporada, voltou a campo ontem no clássico contra o Flamengo, e mostrou movimentação no setor de ataque. 

Em entrevista coletiva, após a vitória por 1 x 0, pela nona rodada do Brasileiro, o treinador do Flu, comentou sobre a força de vontade e calma do atleta para receber novas chances.

– Não é porque a gente venceu o clássico que está tudo certo novamente. Nós temos muitas coisas para corrigir ainda, mas de fato a vitória no clássico, da forma como foi, dá uma tranquilidade maior. Lá no começo do ano, ainda quando o Michel (Araújo) estava aqui, eu o chamei, junto com o Caio, e disse que passaria Biel e Kayky na frente porque eu precisava ver eles jogando, para ver se aguentariam esse processo e se poderiam ser incorporados e vir como reforços de Xerém naquele momento. No Estadual, eles foram muito bem, e o Caio se resignou a trabalhar para esperar a oportunidade. Eu passei também na frente do Lucca alguns jogadores, o Lucca abaixou a cabeça e trabalhou. Isso é acreditar no comando e no processo. Lucca vinha fazendo grandes treinos, e eu sempre frisava: “Continua assim, quando aparecer brecha, eu vou colocar em campo…”. O André da mesma forma. É um processo diário, que por vezes o torcedor não tem acesso – destacou.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Confira como foram os últimos Fla x Flus fora do Rio no século 21

Clássico quando disputado fora do Rio, está sendo bem disputado. O Ge listou com alguns detalhes os últimos confrontos entre os dois rivais cariocas, fora da Cidade Maravilhosa. 

21/02/2016 – Flamengo 2 x 1 Fluminense, no Mané Garrincha, em Brasília

Foi a primeira vez na história do Campeonato Carioca, que completou 110 anos em 2016, que um jogo foi disputado fora do Estado do Rio de Janeiro. Na época, o Maracanã e Engenhão estavam fechados por conta dos Jogos Olímpicos, e o clássico foi levado para o Mané Garrincha, em Brasília. Sob chuva e sob os olhares dos 32.024 torcedores presentes, o Flamengo levou a melhor e venceu por 2 a 1.

Logo aos 13 minutos de jogo, Mancuello cobrou escanteio rasteiro, Cavalieri falhou e Willian Arão abriu o placar. Aos dois da segunda etapa, Guerrero, de cabeça, ampliou, e Gustavo Scarpa, de falta, diminuiu, aos 38. A partida ainda ficou marcada por três expulsões: de Wallace e Cuéllar, pelo Fla, e Marcos Junior, pelo Flu.

20/03/2016 – Flamengo 0 x 0 Fluminense, no Pacaembu, em São Paulo

74 anos depois, um Fla-Flu voltava a ser realizado no Pacaembu: o primeiro, em 1942, terminou em 0 a 0. Quis o destino (e os jogadores em campo) que o segundo, em 2016, terminasse com o mesmo placar.

Cerca de 30 mil torcedores – a maioria flamenguista – lotou o estádio e fez São Paulo parecer um pouco o Rio, ainda mais com um jogo de Carioca, mas em campo o espetáculo deixou a desejar. Diego Cavalieri apareceu para salvar o Fluminense duas vezes, e o juiz não viu puxão de Juan em Fred dentro da área. Fora isso, só uma cabeçada para fora de Cícero… Pouco para a expectativa criada fora das quatro linhas.

21/02/2016 – Flamengo 1 x 2 Fluminense, na Arena das Dunas, em Natal

Ainda sem o Maracanã, em razão da Rio 2016, Flamengo e Fluminense voltaram a se enfrentar fora do Rio. A partida, válida pelo Campeonato Brasileiro, foi levada para a Arena das Dunas, em Natal, e o Tricolor “revidou” com o mesmo placar de quatro meses antes: 2 a 1.

Em clássico recheado de erros, todos os gols saíram no segundo tempo: o Flu abriu o placar com Willian Arão (contra), aos três, e sofreu o empate nove minutos depois com bobeada de Gum e oportunismo de Guerrero. Richarlison, então, foi o herói da noite: entrou aos 26 e, aos 30, aproveitou falha de Rafael Vaz para marcar seu primeiro gol pelo clube e garantir a vitória tricolor.

No Campeonato Carioca de 2017, Flamengo e Fluminense voltaram a se enfrentar longe do Rio e foram disputar o clássico pela primeira (e única) vez no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. Após as Olimpíadas, o Maracanã estava sem definição sobre qual empresa o controlaria pelos próximos anos e, por isso, quase não estava sendo utilizado.

Com as duas equipes já classificadas para as semifinais da competição (o Flu por ter sido campeão da Taça Guanabara, e o Fla pela melhor campanha geral), os dois técnicos optaram por poupar e viram seus comandados empatarem em 1 a 1. Wendel marcou o seu primeiro gol como jogador profissional e abriu o placar para o Tricolor, aos 37 do segundo tempo, mas nos acréscimos Arão deixou tudo igual.

24/02/2018 – Fluminense 4 x 0 Flamengo, na Arena Pantanal, em Cuiabá

Outra vez com o Maracanã fechado – dessa vez, em razão de eventos e shows musicais –, Fluminense e Flamengo decidiram levar o clássico para a Arena Pantanal, em Cuiabá. Mesmo com o Tricolor mandante, os dois clubes fizeram um acordo e dividiram a cota e não tiveram custos. Caso optassem pelo Nilton Santos, por exemplo, teriam de negociar com o Botafogo e pagar aluguel.

Em campo, os titulares do Flu dominaram o time misto do Fla, que havia ganhado a Taça Guanabara e estava de olho na Libertadores, e aplicaram uma goleada de 4 a 0, encerrando um jejum de vitórias contra o arquirrival que durava desde junho de 2016.

07/06/2018 – Fluminense 0 x 2 Flamengo, no Mané Garrincha, em Brasília

O último Fla-Flu longe do Rio foi no Brasileirão de 2018. Na ocasião, o Tricolor, mandante do clássico, viu no jogo uma oportunidade de pagar uma dívida antiga com o ex-jogador Roni, que em 2016 comprou seis mandos de campo do Fluminense por R$ 5 milhões, mas o clube havia cumprido apenas quatro.

No campo do Mané Garrincha, o Flamengo, líder do Brasileirão na época, foi superior diante de um Tricolor enfraquecido por desfalques e venceu por 2 a 0, com grande atuação de Vinicius Junior e gols de Henrique Dourado (lei do ex) e Felipe Vizeu.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fonte: Ge

Sub-17, Flu recebe a Chapecoense nesta terça

Atual campeão, o tricolor já está classificado para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da categoria. A bola irá rolar às 15h, nas Laranjeiras. 

Em segundo lugar na tabela com 17 pontos, um a menos que o líder Athletico PR, mas com um jogo a menos, o Fluminense é o único time invicto na competição até o momento. 

O tricolor tem alguns destaques que podem fazer a diferença como o camisa 10 e capitão Arthur que inclusive já atuou entre os profissionais, e o jovem artilheiro Samuca. 

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Saiba o retrospecto de participações em gols do Flu na temporada

O tricolor marcou 45 gols na temporada 2021, em 30 jogos. O artilheiro como todos sabem é o centroavante Fred com 11 gols. Mas além dos gols, sabe quantas assistências o ídolo deu? Confira os números de todos os atletas nas competições disputadas até aqui.

Gols:

Fred – 11 gols

Abel Hernández – 6 gols

Caio Paulista – 4 gols

Kayky – 4 gols

Nenê – 4 gols

Ganso – 3 gols

Yago – 3 gols

Gabriel Teixeira – 3 gols

John Kennedy – 2 gols

Alexandre Jesus – 1 gol

Igor Julião – 1 gol

Nino – 1 gol

Raúl Bobadilla – 1 gol

Cazares – 1 gol

Assistências:

6 – Nenê

3 – Kayky e Martinelli

2 – Cazares, Egídio, Fred, Ganso, Luiz Henrique e Yago

1 – Abel Hernández, Bobadilla, Danilo Barcelos, Gabriel Teixeira, Igor Julião, Lucca, Luccas Claro, Nino e Raí.

Com isso, Fred é o líder de participações em gols com 13 no total. Seguido por Nenê com 10. 

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fonte: GE

Pré-jogo – Fortaleza x Fluminense

O tricolor carioca enfrenta neste domingo, às 18h15, o Fortaleza, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe mandante vive grande momento, até o início da rodada ocupava a primeira colocação da competição. Já o Fluminense também vive grande fase na competição, e ainda não sabe o que é perder. Tendo duas vitórias dentro de casa, e dois empates fora de seus domínios. O tricolor segue bem nas competições paralelas como Copa do Brasil e Libertadores, em ambas classificado para as oitavas de finais.  

O técnico Roger Machado fará poucas mudança na equipe que ganhou do Santos na última partida, que é a entrada do volante André na vaga do suspenso Yago Felipe. Segundo o treinador o jovem de Xerém vem pedindo passagem nos treinamentos, por conta disso, herdou a vaga que teoricamente ficaria com o experiente Wellington. Quem retorna ao time é o zagueiro Nino que sentiu um desconforto antes da partida anterior. Samuel Xavier segue fora do time nessa rodada.

Provável Fluminense: 

Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; André, Martinelli e Nenê; Caio Paulista, Gabriel Teixeira e Fred.

Provável Fortaleza:

Felipe Alves, Tinga, Marcelo Benevenuto, Titi; Pikachu, Ederson, Felipe, Matheus Vargas, Crispim; David, Robson.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC