fbpx

Após empate Marcão explica mudanças no segundo tempo

Foto: Douglas Wandekochen/FFC

O gol sofrido aos 44 minutos do segundo tempo não só deixou a situação do Fluminense na tabela complicada, como também deixou o torcedor Tricolor ainda mais contrariado com a atuação do time, principalmente com as mexidas do técnico Marcão.

Duas das trocas feitas no segundo tempo por exemplo, na partida deste sábado (16) diante do Atlético Mineiro foi bastante questionada durante a coletiva do treinador após o empate.

Segundo Marcão, as trocas foram feitas por motivo de desgaste físico dos jogadores, Ganso e Yony Gonzalez:

– Vimos que no segundo tempo o time deles resolveu arriscar tudo e vir pra cima. Abaixamos nossas linhas e precisávamos de um gás novo pois o Yony já estava bastante esgotado. Logo depois o Paulo (Ganso) também sentiu pois estava atuando de área a área. Optamos por preencher o meio – disse o treinador.

Com diversos desfalques, Mancini esboça time para enfrentar o Flu

Foto: Divulgação/Galo

No treino coletivo da última quinta-feira (14) o técnico Vágner Mancini esboçou a equipe que deve entrar em campo para enfrentar o Fluminense.

Desfalcado de, principalmente no setor de meio de campo, com a ausências de Otero, servindo a seleção venezuelana e Elias e Nathan contundidos, Mancini testou a equipe com as entradas de Jair e Marquinho, ambos se recuperando de lesão. Outra ausência é o lateral direito Guga, convocado para a seleção olímpica.

Marquinho, recém promovido da base, deve ter a incumbência de substituir Otero, um dos principais nomes dos últimos jogos. Jair, titular antes da contusão, tem as mesmas características de Elias, contudo, ainda não tem a garantia de condições para atuar os 90 minutos.

Desta forma, o provável time do Galo que deve iniciar a partida deve ser o seguinte: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Jair, Luan, Cazares e Marquinhos; Di Santo.

Marcão ensaia equipe com Marcos Felipe na vaga de Muriel

Foto: Mailson Santana/FFC

O técnico do Fluminense, Marcão, começou a dar pistas da equipe que deve mandar a campo para enfrentar o Atlético Mineiro no próximo sábado (16), às 19h, no Maracanã.

Sem Muriel, que fraturou a mão esquerda e ao volta no ano que vem, o treinador testou o prata da casa, Marcos Felipe, no gol Tricolor. O jogador, revelado em Xerém e que teve poucas oportunidades no time principal, briga por uma vaga com o contestado Agenor.

Outra mudança foi a volta do meia Paulo Henrique Ganso. Fora da última partida, contra o Internacional, com desgaste muscular, o camisa 10 não participou das primeiras atividades da semana, dando espaço para Nenê, seu substituto no Sul também, porém, o jogador treinou normalmente nesta quinta-feira (14) e não deve ser problemas para sábado.

O coletivo também serviu para reforçar a entrada de Orinho na vaga de Caio Henrique, convocado para a seleção olímpica.

Portal revela possíveis nomes que devem formar projeto de revitalização de Laranjeiras

Foto: Divulgação

Um dos grandes sonhos do torcedor Tricolor é ver o time do Fluminense atuando novamente no estádio das Laranjeiras e, o projeto apresentado pelo grupo Laranjeiras XXI aflorou ainda mais esse sonho.

Um passo importante para a revitalização do estádio parece ter sido dado essa semana, mais precisamente na última terça-feira (12), quando representantes do grupo participaram de uma reunião junto do presidente do clube, Mário Bittencourt, onde alinhavaram que o Fluminense terá sua própria comissão para acompanhar as etapas restante do processo.

Segundo o portal Explosão Tricolor, o próprio Mário Bittencourt já teria inclusive indicado alguns nomes para formar essa comissão do clube, sendo eles:

Eduardo Mitke – Vice-Presidente de Relações Institucionais.

Douglas Branco – Responsável por Arenas e tesoureiro do clube.

Leonardo Salata e Luiz Mario Bittencourt – experiência com obras.

Marcelo Lutterbach – Marketing.

Felipe Sisley – Departamento Jurídico.

Paulo Todaro – Finanças.

Além de Luiz Mário Bittencourt, pai do presidente Tricolor e de acordo com o próprio Explosão, possui experiência com obras.

Ainda de acordo com o site Explosão Tricolor, no próximo dia 27, já está agendada uma nova reunião para que o grupo Laranjeiras XXI apresente o atual estágio do projeto.

Campanha pra esquecer: Fluminense passou todo Brasileirão na parte de baixo da tabela

Foto: Divulgação

Faltando seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Fluminense vive seu drama particular: a fuga do rebaixamento.

Engana-se porém quem pensa que isso é obra do acaso. Em mais de 30 rodadas disputadas, o Tricolor não esteve em hora alguma na parte de cima da tabela, tendo sua melhor colocação ao longo de todo o Campeonato, o modesto 13° lugar.

Na ocasião, o Tricolor bateu o Bahia por 2 a 0, no Maracanã e abriu seis pontos para o Z-4.

Depois disso, foram cinco jogos sem vencer, com três derrotas e dois empates, o que fez Flu voltar para a zona do rebaixamento.

Após cirurgia, Muriel agradece apoio da torcida Tricolor

Foto: Lucas Merçon / FFC

Após ter uma lesão na mão esquerda, sendo preciso passar por uma intervenção cirúrgica no local, o goleiro Muriel foi operado ainda no noite da última terça-feira (12) e confirmada a sua ausência no restante da temporada.

Apoiado e tendo recebido diversas mensagens de apoio por grande parte do torcedor, o goleiro gravou um vídeo onde reconheceu e agradeceu o apoio do torcedor:

Quatro times para uma vaga: Veja a tabela das equipes que brigam para não cair

Com a proximidade do fim do Campeonato Brasileiro, algumas torcidas já começam a fazer as contas, seja por chance de título, Libertadores ou rebaixamento.

Quatro equipes em especial: Fluminense, Cruzeiro, Ceará e Botafogo, por exemplo, disputam em tese quem ficará com uma possível vaga do rebaixamento – considerando as quedas de Avaí, Chapecoense e CSA.

Restando seis rodadas para o fim do Campeonato, os torcedores não fazem só as contas, como também as projeções do seu time e dia adversários direto.

Para ajudar o torcedor Tricolor nessas projeções, o Canal Flunews separou a tabela das quatro equipes que lutam para escapar dessa última vaga. Lembrando que Fluminense abre o Z-4 com 34 pontos, atrás de Cruzeiro, com 35, Ceará com 36 e Botafogo com os mesmos 36.

Acompanhe a tabela:

FLUMINENSE:

Atlético Mineiro (C)
CSA (F)
Palmeiras (C)
Avaí (F)
Fortaleza (C)
Corinthians (F)

CRUZEIRO:

Avaí (C)
Santos (F)
CSA (C)
Vasco (F)
Grêmio (F)
Palmeiras (C)

BOTAFOGO:

Athlético Paranaense (F)
Corinthians (C)
Chapecoense (F)
Internacional (C)
Atlético Mineiro (F)
Ceará (C)

CEARÁ:

Chapecoense (F)
São Paulo (C)
Flamengo (F)
Athlético Paranaense (C)
Corinthians (C)
Botafogo (F)

Fluminense volta para o Z-4 e chances de rebaixamento aumentam

Foto: Divulgação/FFC

Após o final de mais uma rodada a situação do Fluminense voltou a se complicar. Depois de vencer o São Paulo e sair da zona de rebaixamento, o Tricolor voltou a Z-4 após a derrota para o Internacional no último domingo (10) e a vitória do Botafogo sobre o Avaí nesta segunda-feira (11).

De volta ao Z-4, o clube das Laranjeiras viu as chances matemáticas de queda aumentarem. Se antes de perder para o Inter o Tricolor tinha 33%, com o final da rodada ela subiu para 41%.

Faltando seis rodadas para o fim do Campeonato, o Tricolor precisa em tese de mais três vitórias para escapar da queda.

Segundo jornal, Yony já teria decidido seu futuro para 2020

Foto: Alexandre Durão/Código19

Uma das novelas em Laranjeiras estaria perto do fim. Yony Gonzalez, um dos destaques do Tricolor na temporada já teria assinado um pré contrato para atuar no Benfica, de Portugal em 2020.

A informação foi passada pelo jornal lusitano Record, que ainda informou que o contrato entre o jogador e os Águias, seria de quatro temporadas em meia.

Artilheiro do Fluminense em 2019, com 16 gols, Yony teria despertado o interesse de diversos clubes no Brasil, entre eles Palmeiras e Atlético Mineiro. O Porto, também de Portugal chegou a ser cogitado como um possível destino do atacante que já havia sinalizado que não renovaria com o Fluzão.

Fora contra o Inter, próprio Ganso teria pedido para não atuar na partida

Foto: Reprodução/Vídeo

Uma notícia que pegou os torcedores de surpresa no último domingo (10), na partida contra o Internacional, no Beira Rio, foi a saída de Ganso do time titular.

Vindo de uma sequência de boas partidas, o meia ficou de fora do confronto contra o colorado, dando lugar a Nenê, que formou o quarteto de ataque ao lado de Daniel, Marcos Paulo e Yony Gonzalez. Contudo, fez uma partida bem abaixo das que vinha atuando o camisa 10.

A ausência de Ganso no entanto, logo foi justificado por conta da parte física, onde de acordo com o técnico Marcão, o jogador não estaria com 100% de suas condições e teria sido poupado para não correr o risco de se lesionar.

Segundo informações do site NetFlu, a saída de Ganso teria partido do próprio jogador, que preferiu não atuar no Sul exatamente para não se lesionar e desfalcar o Tricolor em mais jogos.

Top