fbpx

Pedro e Airton não participam de treinamento e voltam a desfalcar o Fluminense

Foto: Divulgação/FFC

O atacante Pedro e o volante Airton não participaram do treino do Fluminense na manhã desta sexta-feira (17) e seguem de fora da equipe Tricolor.

Ambos já haviam desfalcado a equipe de Diniz na última quarta-feira (15) quando o Fluminense enfrentou o mesmo Cruzeiro pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Para o lugar de Airton, o técnico deve manter o mesmo esquema que adotou nas últimas partidas, apenas com Allan como volante. Já no ataque, existe a possibilidade da entrada de João Pedro, autor do gol de empate diante do Cruzeiro na quarta e um dos xodós da torcida Tricolor.

Fluminense e Cruzeiro voltam a se enfrentar neste sábado (18), às 18h, no Maracanã.

Empresário aponta saída de Luciano do time Tricolor

Foto: Lucas Merçon/FFC

Um dos jogadores mais criticados pela torcida Tricolor pode ficar de fora da equipe no duelo do próximo sábado (18) contra o Cruzeiro, às 18h, no Maracanã.

De acordo com o empresário do jogador, Nilson Moura, que concedeu entrevista ao site Netflu, o atacante vem atuando no sacrifício e por isso a queda de rendimento.

Segundo Nilson, Luciano vem atuando com um inchaço no tornozelo, e por esse motivo inclusive, deve ficar de fora do próximo jogo da equipe:

Ele foi jogar como tornozelo inchado. Ele é muito teimoso, não adianta a gente falar. Assim não vai render o que poderia. Agora, no próximo jogo ele não deve entrar em campo, mas está tudo bem – revelou Nilson Moura.

Vale destacar que na última quarta-feira (15), o atacante foi substituído no segundo tempo e deixou o campo sobre fortes vaias da torcida.

Olho nele: clubes europeus voltam a observar Pedro

Foto: Divulgação/FFC

O atacante Pedro foi titular do Fluminense pela primeira vez no clássico conta o Botafogo, no último sábado (11) após ficar cerca de oito meses parados devido a uma operação no joelho.

Apesar do grande tempo de inatividade, os clubes europeus não esqueceram do atacante e logo na sua reestréia como titular, representantes de duas equipes italianas estiveram no Maracanã para acompanharem o atacante do Tricolor.

De acordo com o jornalista Maximilian Pimenta, do site Revista Esportiva,olheiros da Inter de Milão e Atalanta, ambos da Itália, estiveram no Maracanã, no último sábado (11), para acompanhar in loco o desempenho do atacante do Flu, que apesar de não ter marcado, demonstrou boa movimentação.

Ex-jogador do Flu, Richarlison assiste partida no Maracanã e revela desejo: “Espero voltar um dia”

Atacante esteve presente no empate do Tricolor em 1 a 1 com o Cruzeiro

Foto: Divulgação / FFC

Nesta última quarta-feira (15), o Fluminense teve um torcedor de peso no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, em duelo válido pelas oitavas da Copa do Brasil. Ex-jogador do clube, Richarlison esteve presente no Maracanã para torcer para o Tricolor. Atualmente no Everton-ING, o atacante fez posts em seu Instagram e posou com a camisa do Flu nos camarotes. Vivendo uma ótima fase na Europa, o jogador vem sendo convocado para a Seleção Brasileira constantemente e caiu nas graças do treinador Tite.

Após a partida entre cariocas e mineiros, Richarlison concedeu entrevista à Radio Brasil e aproveitou para agradecer o carinho da torcida tricolor. Além disso, manifestou o desejo um dia voltar a vestir a camisa do Fluminense.

“Espero voltar um dia e dar mais alegrias para essa torcida maravilhosa. Fiquei feliz de ver que a torcida compareceu e do carinho deles comigo. Ainda bem que fiquei até o final para ver o gol do João Pedro. Mas agora tem VAR, né? Fiquei nervoso ali até o final do lance”, disse.  

Problemas no ataque? Chama os garotos

O empate contra o Cruzeiro na noite de ontem serviu, novamente, para a torcida poder observar mais de perto, os dois garotos mais promissores da base tricolor nos últimos anos, além, claro do Pedro.

João Pedro e Marcos Paulo entraram na segunda etapa e mudaram a partida. O primeiro, fez o gol de empate no último minuto da partida. O segundo, mandou uma bola no travessão de Fábio e quase empatou a partida.

João Pedro e Marcos Paulo comemoram com a torcida o gol de empate (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Essa dupla é uma das mais vitoriosas da base tricolor. João Pedro, porém, já está vendido para o Watford-ING e embarca para Londres no fim do ano. Já Marcos, tem uma multa de 200 milhões de reais e é frequentemente convocado para a seleção de base de Portugal, já que tem dupla nacionalidade.

Muitas vezes, ambos sequer nem entram nas partidas. E a pergunta é: Por quê?

O Flu trouxe Ewandro, Guilherme e Kelvin, jogadores da posição de Marcos Paulo e com isso, o garoto perde espaço. Já JP, tem tudo para ser o reserva imediato de Pedro, além do que, o Flu ganha uma bonificação do time inglês para uma série de metas à serem cumpridas, incluindo cada jogo jogado.

Ao perder Everaldo, o Flu se preparou e trouxe esse três atletas para compôr elenco e até agora, nenhum dos três impressionou, uma vez que nenhum chegou a jogar um jogo completo.

Porém, ás vezes, olhar para a base, pode ser melhor do que sair contratando jogadores à rodo e torcer para que algum dê certo. E João Pedro e Marcos Paulo já provaram que tem muita qualidade e potencial para serem peças importantes no elenco tricolor.

João Pedro(9) e Marcos Paulo(10) comemoram o título na base (Foto:Fluminense)

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Tá mais que na hora de mudar o goleiro

No empate tricolor diante do Cruzeiro na noite de ontem, novamente, o goleiro Rodolfo foi vítima de muitas vaias. Afinal, o clube mineiro teve uma finalização e um gol o jogo inteiro. Nesse único lance, Pedro Rocha saiu quase cara-a-cara com o arqueiro tricolor e marcou o gol do time celeste.

Pedro Rocha e Fred comemoram o gol sobre o Fluminense (Foto: Jornal Alerta)

O que chamou a atenção foi que a bola chutada por Pedro, era altamente defensável. Além de estar em média altura, ela ainda encostou na mão de Rodolfo, fazendo-o ser chamado de “mão-de-alface” por muitos torcedores nas redes sociais.

O goleiro, após o lance, foi sempre muito vaiado pela torcida ao tocar na bola, mostrando a insatisfação não pelo erro dessa partida, como de outras no ano em que Rodolfo falhou.

Talvez não seja hora de dar chances à algum outro goleiro?

Vamos às opções:

De Amores – Goleiro uruguaio que se destacou pelo Liverpool-URU na Sulamericana de 2017, foi contratado ano passado à pedido de torcida e chegou com status para ser o camisa 1 e sujeito à ídolo. Porém, nunca chegou à entrar em campo e só foi relacionado para o banco uma vez. Sofreu com diversas lesões no joelho e cirurgias, o que impossibilitou de entrar em campo. Esse ano, já recuperado de tudo, treina com o elenco e tem contrato até o fim do ano, emprestado pelo Boston River-URU. Eleito melhor goleiro do mundia de clubes sub-20 em 2011, De Amores era a opção para substituir o goleiro Muslera na seleção uruguaia e visto como uma enorme promessa no país. Já passou da hora de receber uma chance e provar o seu valor.

De Amores só treina no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Agenor – Contratado no início da temporada, proveniente do Guarani, o goleiro só atuou na derrota por 3×2 para o Flamengo na Taça Rio, onde o Flu jogou com o time todo reserva. Nada pode fazer nos três gols e ainda fez defesas difíceis. Sua forma física, quando chegou, foi muito criticada por estar acima do peso. Segundo Diniz, ele também sabe jogar com os pés.

Agenor em ação contra o Flamengo (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Marcos Felipe – Goleiro da base tricolor, ficou conhecido por pegar um pênalti no estadual de 2017 contra o Volta Redonda. Nos vídeos de treinamento de goleiros que o clube geralmente posta, o jogador parece estar em boa forma física e com os reflexos em dia. Merecia uma chance para provar ou não, que pode ter espaço no tricolor.

Marcos Felipe ainda não teve chances com Diniz (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Apesar de Rodolfo, segundo Diniz, saber jogar com os pés melhor do que qualquer outro da posição, suas recentes falhas vem colocando a posição do arqueiro titular em cheque.

Será que a mudança vai acontecer? Só o tempo dirá!

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: Fluminense FC/Lucas Merçon

Conmebol altera data do jogo de volta entre Atlético Nacional e Fluminense

Partida, que anteriormente seria na terça (28), será realizada na quarta (29)

Foto: Divulgação / Sul-Americana / Twitter

A partida de volta entre Atlético Nacional-COL e Fluminense teve sua data de realização alterada. Anteriormente, o duelo estava programado para acontecer na terça-feira (28). Porém, nesta quinta, a Conmebol comunicou a mudança para a quarta-feira (29). Apesar disso, local e horário seguem os mesmos. Brasileiros e colombianos se enfrentarão no Atanasio Girardot, às 21h30 (de Brasília), pela quarta fase da Copa Sul-Americana.

O jogo de ida acontece na quinta (23), também às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Essa será a segunda vez que Fluminense e Atlético Nacional medem forças em uma competição continental. Em 2008, pelas oitavas de final da Libertadores, os times se enfrentaram e o Tricolor carioca venceu ambos os confrontos – 2 a 1 na Colômbia e 1 a 0 no Brasil – e se classificou para as quartas da competição.

Allan defende Rodolfo de vaias e faz apelo aos torcedores: “Um pouco mais de paciência”

Volante comentou sobre o episódio após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro; além do goleiro, Luciano também foi vaiado

Foto: Lucas Merçon / FFC

Caindo nas graças da torcida a cada dia mais, Allan teve mais uma boa atuação no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após a partida, o volante tricolor concedeu entrevista e falou sobre as vaias da torcida direcionadas a Rodolfo logo após o gol dos mineiros. Para ele, é essencial que os tricolores tenham mais paciência com o goleiro.

“É uma situação chata ser vaiado pela torcida. Acho que a torcida deveria ter um pouco mais de paciência. Acho que o Rodolfo está tranquilo, a gente abraça ele e vai nos ajudar muito”.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado (18), quando enfrenta novamente o Cruzeiro, no Maracanã, às 18h (de Brasília), em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o time de Fernando Diniz ocupa a 15ª posição, com uma vitória e três derrotas.

Caio Henrique destaca poder defensivo do Cruzeiro, mas afirma: “A gente não merecia perder”

Improvisado na lateral-esquerda, meia teve mais uma boa atuação

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta última quarta (16), o Fluminense recebeu o Cruzeiro no Maracanã e empatou por 1 a 1, em partida válida pela ida das oitavas da Copa do Brasil. Assim como em outros jogos ao longo do ano, o time de Fernando Diniz encontrou um forte bloqueio defensivo e sofreu para furá-lo. Dominando as ações durante todo o duelo, o Tricolor deu 20 chutes contra apenas um dos mineiros. Após o suado empate, conquistado nos acréscimos, Caio Henrique concedeu entrevista na zona mista.

O meia, que vêm sendo improvisado na lateral-esquerda, teve mais uma boa atuação e foi participativo nas jogadas de ataque. Em uma análise sobre o jogo, Caio Henrique destacou a força defensiva do Cruzeiro, mas fez questão de afirmar que seria injusto o Fluminense sair derrotado de campo.

“A equipe do Cruzeiro se defende bem. Tivemos que se superar. A gente não merecia perder. Agora é trabalhar porque vamos enfrentá-los de novo no Brasileiro”.

Top