fbpx

Guerreirinhos: Fluminense inaugura escolinha de futebol em Resende

Com mais de 150 crianças presentes, primeira aula visou passar um pouco da metodologia aplicada em Xerém

Foto: Divulgação / FFC

Em busca de novos talentos, o Fluminense segue expandindo sua marca e seus projetos ao redor do país. Nesta semana, o clube inaugurou oficialmente mais uma escolinha, a Guerreirinhos de Resende, que contou com 150 crianças da região logo na primeira aula. Lá será implementada a mesma estrutura aplicada em Xerém, uma das bases mais vitoriosas do Brasil. A ação tem como objetivo captar novas relevações e seguir evoluindo na formação de atletas que futuramente podem representar o Tricolor.

O ‘projeto Guerreirinhos’, como é chamado, possibilita que as escolinhas oficiais do Fluminense sejam abertas em qualquer lugar do país, ou até do exterior. Para isso, o local precisa preencher os requisitos que comprovem a possibilidade de sediar uma das franquias. Em Resende, a mais nova escolinha do Tricolor das Laranjeiras irá funcionar nas instalações da AABB RESENDE, que fica na Rua das Andorinhas, s/nº – B. Morada da Felicidade, como informou o site do clube.

Aula inaugural em Resende (Foto: Divulgação / FFC)

Obediência tática e qualidade na saída de bola: Allan e Daniel como peças-chave no esquema de Diniz

Jogadores vem se destacando nessa temporada e ganham cada vez mais moral com o treinador tricolor

Foto: Mailson Santana / FFC

Dono de um estilo de jogo que se diferencia da grande maioria, Fernando Diniz ainda sofre um problema que acaba sendo crucial para a dificuldade da implementação deste mesmo no Fluminense: a falta de material humano. Porém, em meio a desfalques e lesões, alguns jogadores vem se destacando e personificando o modelo de futebol tão trabalhado pelo técnico. No Tricolor das Laranjeiras, dois em especial: Allan e Daniel.

Juntos de Paulo Henrique Ganso, os dois jogadores tornaram-se intocáveis no meio-campo do Fluminense. Aliando qualidade, verticalidade e progressão, o volante e o meia atuam com extrema segurança, apesar da pouca idade. Daniel, que já havia trabalho com Diniz no Oeste, vem participando do jogo a cada vez mais. Allan, por sua vez, conhece o modelo desde os tempos da Europa. O volante pertence ao Liverpool-ING e está emprestado ao Tricolor até o final da temporada.

Na partida contra o Peñarol, Daniel completou 50 jogos pelo clube e, com a bela assistência para o segundo gol de Yony González, isolou-se como principal garçom da equipe no ano. Ao todo, são oito assistências em 2019. Mas os números não param por aí. O meia de 23 anos é o segundo que mais dá passes para finalizações de seus companheiros, perdendo apenas para Caio Henrique, lateral improvisado no Fluminense.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Importantíssimo na hora de dar sequência as jogadas, Daniel custou para se firmar no clube das Laranjeiras. Desde que subiu para o profissional, o atleta foi emprestado três vezes. Somente este ano, sob a batuta de Diniz, o meia se encontrou. Vale lembrar que o treinador, em diversas oportunidades, já afirmou que Daniel é ‘quem melhor compreende o sistema de jogo’, o que justifica o fato dele ser o terceiro que mais atuou em 2019, com 33 partidas.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Allan já caiu nas graças da torcida. Colecionando boas atuações, o meia gera segurança e rapidez na saída de bola, sem deixar a zaga desguarnecida, tendo em vista que seu poderio de marcação é de se elogiar. O volante fez sua primeira partida desde a parada da Copa América justamente na vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol, no Campeón del Siglo. Mesmo ainda sem estar com 100% do seu ritmo de jogo, o jovem jogador participou ativamente da partida, ajudando principalmente no desafogo quando o adversário pressionou a posse de bola tricolor.

Assim como Daniel, Allan recebeu diversos elogios de Fernando Diniz, que o classificou como um ‘achado’. Essencial, o volante se multiplica em campo e participa da linha de marcação, da saída de bola e da criação de jogadas, onde sua criatividade se evidencia. Allan se disse feliz no Fluminense e não escondeu o desejo de continuar no clube mesmo depois do término de seu contrato de empréstimo.

Os dois tem presença garantida no time titular neste sábado (27), quando o Fluminense enfrenta o São Paulo, às 19h (de Brasília), no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois da grande vitória na Copa Sul-Americana, o Tricolor carioca busca conseguir o segundo triunfo seguido para respirar e embalar na competição.

Gilberto treina sem dores, mas João Pedro segue como dúvida para duelo contra o São Paulo

Lateral-direito participou normalmente da atividade desta quinta, enquanto o atacante começou a fase de transição

Foto: Flickr FFC

O Fluminense treinou no CTPA nesta quinta-feira de olho na partida contra o São Paulo, no próximo sábado (27), às 19h (de Brasília), no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na 17ª posição com nove pontos conquistados, o Tricolor precisa de um bom resultado para respirar na competição e deixar o Z4. Para o embate com a equipe paulista, o treinador Fernando Diniz tem ao menos uma boa notícia.

Após começar no banco contra o Peñarol por conta de dores no joelho esquerdo, Gilberto treinou normalmente e tem muitas chances de estar à disposição do técnico. Em contrapartida, o atacante João Pedro, que sequer viajou para Montevidéu por causa de um pisão no tornozelo no clássico contra o Vasco, ainda segue como dúvida. O jovem de 17 anos foi liberado pelo departamento médico, mas ainda está na transição para começar as atividades físicas no gramado.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Vale destacar que Diniz não poderá contar com Digão e Frazan, expulsos contra o Vasco. Com isso, precisará improvisar algum jogador na zaga, ao lado de Nino. Provavelmente, o volante Yuri será o escolhido, tendo em vista que já atuou dessa forma. O Fluminense treina pela última vez nesta sexta, onde os últimos detalhes devem ser acertados.

De acordo com site, Léo Santos não retornará ao Fluminense após se recuperar de lesão

Emprestado pelo Corinthians no início da temporada, zagueiro poderia retornar ao clube paulista a qualquer momento, conforme prevê cláusula

Foto: Lucas Merçon / FFC

Contratado por empréstimo junto ao Corinthians, Léo Santos não vai retornar ao Fluminense após se recuperar de lesão. Pelo menos é o que diz o site ‘Uol’, que noticiou que o jogador seguirá no clube paulista, onde vinha se tratando desde a cirurgia no joelho direito. No Tricolor das Laranjeiras, o zagueiro se tornou titular depois de Digão de machucar. Ao todo, jogou seis partidas com a camisa verde, branca e grená.

Vale destacar que o defensor já foi liberado pelo departamento médico e irá começar a preparação física para retornar aos gramados. Em sua cláusula de empréstimo, estava explícito que o Corinthians, que pagava 100% de seu salário, poderia pedir seu retorno a qualquer momento, o que foi acatado pelo Fluminense, que mesmo com a lesão do zagueiro contava com seu retorno para completar o tempo acertado de empréstimo.

Léo Santos e Diniz (Foto: Lucas Merçon / FFC)

Na curta passagem pelo Fluminense, Léo Santos ficou marcado pelo pênalti bobo cometido em cima de Everton Ribeiro na semifinal da Taça Rio contra o Flamengo, nos acréscimos. Naquela ocasião, a falha do zagueiro acabou culminando na eliminação do Tricolor, que mais tarde se classificaria para a semifinal do Carioca após o Rubro-negro conquistar o título da competição.

De férias no Rio, Thiago Silva mantém forma no CTPA

Foto: Reprodução

Curtindo férias no Rio de Janeiro antes de se apresentar ao PSG, de pois do título da Copa América, pela seleção Brasileira, o zagueiro Thiago Silva compareceu ao CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio) na manhã desta quinta-feira (25), para manter a forma física.

A visita ilustre não passou batida e foi registrada pelo clube das Laranjeiras em suas redes sociais, levado torcedores à loucura:

Aos 34 anos, o zagueiro utilizou as instalações internas da academia do clube e fez ainda alguns exercícios em um dos campos do CT, o de contou com a ajuda de Marcão, amigo pessoal e auxiliar permanente do Tricolor.

A proximidade de Thiago Silva e Fluminense aumentou nos últimos meses, principalmente após a esposa do jogador, Isabelle Silva, publicar vídeos do “Monstro” torcendo pelo Fluzão altas horas da madrugada em Paris. A nova diretoria por sua vez não esconde o desejo de repatriar o jogador que tem contrato com o PSG até junho de 2020.

Destaque contra o Peñarol, Yony González estabelece meta de gols e se diz feliz no Fluminense

Atacante colombiano ainda aproveitou para rasgar elogios a dupla Marcos Paulo e João Pedro, novas promessas do clube

Foto: Lucas Merçon / FFC

Yony González voltou a marcar e foi o principal destaque da vitória do Fluminense por 2 a 1 sobre o Peñarol, em pleno Campeón del Siglo. Participativo ofensivamente e ajudando na recomposição da equipe, o atacante teve grande atuação. No desembarque do elenco no Rio de Janeiro, o colombiano revelou a meta de gols para a temporada e pregou foco na partida contra o São Paulo, no próximo sábado (27), pelo Brasileirão.

“Ainda tem muitos jogos pela frente, sempre falo que quero fazer mais de 20 gols e meus companheiros sempre me ajudam muito. Agora vamos descansar, pois temos um jogo muito difícil contra o São Paulo no próximo sábado e precisamos pontuar”.

Com contrato até o fim de 2019, Yony, que com 12 gols é um dos principais artilheiros do time nesta temporada, se disse feliz no Fluminense e afirmou que seu objetivo é ser campeão pelo clube.

“Estou feliz no Fluminense e no Rio de Janeiro. Minha família também está feliz aqui e estou pensando só em jogar, em fazer gols e em ser campeão pelo Fluminense. Meu futuro fica entre meu empresário e o clube e tenho certeza que vai ser feito o melhor”.

Yony em ação contra o Peñarol (Foto: Lucas Merçon / FFC)

Por fim, o colombiano rasgou elogios a João Pedro e Marcos Paulo, jovens promessas do Tricolor das Laranjeiras. De acordo com ele, a dupla tem muita qualidade e pode contribuir de qualquer forma que Fernando Diniz a utilize.

“Tanto João Pedro quanto Marcos Paulo são jogadores de muita técnica, jogam muito bem. O JP joga mais de centroavante, o Marcos Paulo jogou pela esquerda e fez um bom jogo, conseguiu dar a assistência. Qualquer jogador que o Diniz colocar para jogar, vai dar seu melhor, todos os jogadores estão preparados”.

Ganso vê melhora no entrosamento com a equipe e projeta parceria com Nenê

Camisa 10 tricolor também comentou sobre a troca de experiência com os atletas mais jovens

Foto: Lucas Merçon / FFC

Uma das contratações mais importantes do Fluminense para a temporada, Paulo Henrique Ganso aos poucos vai se encontrando com a camisa tricolor. Mais participativo e ligado nos jogos, o meia é peça importante no esquema de Fernando Diniz não só pela técnica apurada, mas também pela experiência. Característica que foi enaltecida pelo próprio camisa 10, que destacou a troca de informações e conselhos com os mais jovens, além de afirmar que o entrosamento está a cada dia melhor.

“Sem dúvida me sinto mais entrosado hoje, principalmente pelas pessoas que têm no nosso grupo. Eles me receberam super bem. Por isso eu tenho sido uma boa pessoa tanto dentro quanto fora de campo, ajudando todo mundo e, principalmente, aos garotos, passando um pouco da minha experiência”, disse.

Ganso também aproveitou para projetar a parceria com Nenê no meio-campo do Fluminense. De acordo com o meia, essa junção ‘tem tudo para dar certo’, tendo em vista que a qualidade do novo reforço é de se elogiar.

“Tem tudo para dar certo. É um cara que tem uma qualidade incrível também, tem nos ajudado nos treinamentos, ajudou contra o Vasco. Uma pena que não deu certo, porque a gente não venceu. Outra pena que não possa jogar a Sul-Americana e contra o São Paulo. Mas espero que possamos estar jogando juntos em breve para dar alegrias à torcida do Fluminense”, concluiu.

Vale lembrar que Ganso e Nenê só poderão atuar juntos no dia 3 de agosto, quando o Tricolor enfrenta o Internacional, já que o meia de 38 anos não está inscrito na Copa Sul-Americana e nem pode entrar em campo contra o São Paulo, seu ex-clube, em 2019, devido à um acordo assinado na cláusula de rescisão.

Pedro enaltece postura do Fluminense contra o Peñarol e classifica vitória como ‘fundamental’

Camisa 9 tricolor aproveitou para destacar a capacidade do Tricolor de ‘suportar a pressão’ dentro do Uruguai

Foto: Lucas Merçon / FFC

Na última terça-feira, o Fluminense foi até o Uruguai enfrentar o Peñarol pelo jogo de ida das oitavas da Copa Sul-Americana. Com uma atuação segura, o Tricolor conseguiu uma vitória importantíssima por 2 a 1, que o coloca em uma situação favorável na competição. Um dos principais nomes da equipe, Pedro esteve apagado durante maior parte do jogo, mas quase marcou em um chute de longe. Após o triunfo, o centroavante citou a importância do resultado – o Flu não vencia há oito jogos -, e destacou a capacidade do time de segurar a pressão.

“Pra gente foi fundamental (a vitória sobre o Peñarol). Jogo muito complicado. Era frio, torcida, a pressão que eles fazem dentro de casa. Soubemos suportar a pressão. Um time grande como o Fluminense não pode ficar oito jogos sem ganhar. Agora é focar no Brasileirão e o São Paulo, no sábado”.

Embalado com o ótimo triunfo sobre o Peñarol, o Fluminense vira a chave e foca no São Paulo. O duelo de tricolores acontece no próximo sábado (27), às 19h (de Brasília), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na 17ª posição, a equipe de Fernando Diniz precisa demais de uma vitória para respirar e deixar o Z4.  

Igor Julião valoriza confiança de Diniz e elogia união do elenco

Lateral-direito teve boa atuação na vitória sobre o Peñarol

Foto: Lucas Merçon / FFC

Titular na vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol em pleno Campeón del Siglo, Igor Julião teve uma boa atuação e foi um dos destaques do Fluminense, que vem para o jogo de volta das oitavas da Copa Sul-Americana com uma boa vantagem a seu favor. Feliz com o desempenho dentro de campo, o lateral-direito fez questão de agradecer ao treinador Fernando Diniz pela confiança passada e aproveitou também para enaltecer a amizade com Gilberto, seu companheiro de posição.

“Fico muito feliz pela confiança que, desde o primeiro dia que o Diniz e a comissão estão aqui, vêm me dando. Se consegui fazer bem o meu papel é pela confiança que eles me dão, além da minha amizade com o Gilberto, que me apoia bastante”, disse.

Igor Julião comentou sobre o sentimento de voltar a vencer, o que não acontecia há oito jogos. De acordo com o jogador, era questão de tempo para o Fluminense conseguir resultados, tendo em vista que o trabalho que vem sendo feito e a união do grupo são trunfos do Tricolor das Laranjeiras.

“Essa pressão, é claro que a gente fica triste quando o resultado não vem, mas pressão é criada por vocês (imprensa). Sabemos que o nosso trabalho é bem feito, que somos uma equipe dominante e que a vitória voltaria. O grupo tem uma amizade grande, troca de energia boa. Como o trabalho é bem feito, sabíamos que era questão de tempo pra vitória voltar”, concluiu.

Técnico do Flu, Fernando Diniz destaca vitória: “foi muito merecida”

Foto: Lucas Merçon/FFC

Após a vitória contra o Peñarol, no Uruguai, o técnico Fernando Diniz, destacou o triunfo do Tricolor fora de casa na noite da última terça-feira (23), colocando na conta de todo o grupo:

– A vitória é motivo de muita alegria, foi muito merecida. Fruto de um grande merecimento dos jogadores, da coesão que o time tem hoje, que é diretoria, comissão técnica e todos os colaboradores do Fluminense. Foi uma vitória de muita gente – analisou o técnico Tricolor.

Vele destacar que o técnico vinha de um período de muito questionamento por conta dos resultados que não vinham aparecendo, apesar das boas apresentações do time.

O Fluminense volta a campo já no próximo sábado (27) para enfrentar o São Paulo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, partida que o Fluzão precisa da vitória para deixar a zona de rebaixamento.

Top