fbpx

Clima esquenta no Tricolor com grupos políticos deixando a gestão Abad

Após saída da MR21, grupo Unido e Forte também deve deixar a gestão.

O clima na política Tricolor esquenta a cada dia que passa. Depois de abriraos do dinheiro referente à venda de Diego Souza e dispensa de jogadores ser considerada equivocada, um racha entre os grupos da atual gestão parece eminente.

A  Mr21 foi o primeiro a deixar a gestão, e o grupo Unido e Forte deve ser o próximo, uma vez que seus componentes entraram em rota de colisão com Abad e, a relação com o presidente é a pior possível. Cacá Cardoso (Vice presidente), Diogo Bueno (Financeiro), Sandor Hagen (Marketing) e Pacha (Jurídico) estariam estremamente insatisfeitos com o presidente Pedro Abad, onde se sentem boicotados pelo mandatário Tricolor. Outra insatisfação, é que no entendimento dos dirigentes, Abad não vêm cumprido com alguns acordos e o grupo acaba sendo responsabilizado pelos erros cometidos por Abad e Marcelo Teixeira.

Caso aconteça realmente o racha entre os grupos, pode deixar exposta muitas situações internas do clube.

Os prossiga dias prometem esquentar ainda mais o clima no Laranjal.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Consenso no Fla, Abel já teria recusado a sondagem rubro-negra

Treinador é nome de consenso na diretoria para substituir Carpeggiani.

De acordo com o jornalista Sérgio Lobo do programa Os Donos da Bola, da Band, o técnico Abel Braga é o nome de consenso dentro da diretoria rubro-negra, contudo, o treinador tricolor ainda não recebeu nenhuma procura oficial por parte de nenhum dirigente do Flamengo.

Ainda de acordo com o jornalista, a diretoria rubro-negra já saberia inclusive que a resposta do técnico por um eventual convite será negativo, mas os diretores devem tentar uma reunião com Abelão para tentar seduzir o treinador.

Vale destacar que o Flamengo tentou a contratação de Abel Braga em 2017, quando o rubro-negro procurava um substituto para Zé Ricardo. No início do ano com a saída de Rueda, o nome de Abel voltou a ser especulado na Gávea.

Abel tem contrato com o Fluminense até 2018 e dificilmente deixará o tricolor antes do término.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Foto: Lucas Merçon

Fluminense estaria em negociaçoes avançadas com Kléber Gladiador

Atacante disputou 5 jogos e marcou 1 gol em 2018.

Além de acertar com João Carlos, da Cabofriense, o Fluminense estaria muito próximo de acertar com Kléber Gladiador, ex Coritiba.

Segundo apurou o Canal Flunews, o jogador está em negociações avançadas com o tricolor que espera pela realização dos exames médicos para só então anunciar o atacante.

A preocupação do Tricolor se justifica: com apenas cinco partidas disputadas em 2018, Kléber marcou apenas um gol. Durante 2017, o Gladiador participou de apenas 41% dos jogos do Coxa, o que corresponde à 20 partidas disputadas das 51 do clube.

Com 34 anos, Kléber tem contrato com o Coxa até o final de 2018 e devido ao alto salário do jogador, o Coritiba não dificultaria a saída do atacante.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação/Coritiba

Treinador confirma acerto de atacante com o Fluminense

Técnico ainda destacou as principais características do atacante.

Em busca de reforçar o elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro, o Fluminense deve apresentar a pedido de Abel Braga deve anunciar de três a quatro reforços para o restante da temporada. Um deles deve ser o atacante João Carlos, que disputou o último Campeonato Carioca pelo Cabofriense.

De acordo com treinador da equipe de Cabo Frio, Carlos Roy, o acerto já está encaminhado, faltando apenas a assinatura entre as partes para João Carlos ser confirmado como o mais novo jogador do Tricolor. Roy ainda destacou as qualidades do atacante:

– O João é um jogador de 22 anos, muito forte. Além de ser forte, joga no lado, tem velocidade. Têm facilidade de girar para os dois lados, além de trabalhar bem com as duas pernas – destacou Roy.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Fonte: Rádio Brasil
Foto: Divulgação/Cabofriense

Ida de Marcelo Teixeira ao Fla não passou de especulação da imprensa

Dirigente vem tendo seu trabalho bastante contestado no tricolor.

A torcida do Fluminense foi pega de surpresa na última sexta-feira (30), quando surgiu a notícia de um possível interesse do Flamengo em Marcelo Teixeira, braço direito do presidente tricolor, Pedro Abad.

Contudo, de acordo com informações do portal NetFlu e confirmado pela reportagem do Canal Flunews, um dirigente muito ligado ao presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou que não houve nenhum tipo de especulação envolvendo o nome de Teixeira. Ele informou ainda que os nomes ventilados no ninho do urubu haviam sido os de Alexandre Mattos, do Palmeiras, e Leonardo, tetracampeão mundial com a seleção brasileira em 1994 e cria do Flamengo.

O Flunews apurou ainda que a especulação ligando o nome de Teixeira ao Flamengo teria sido uma jogada política para que o dirigente recuperasse o prestígio no tricolor onde vem sendo alvo de duras críticas, principalmente após o episódio onde abriu mão de R$4 milhões na negociação de Diego Souza ao São Paulo.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Foto: Mailson Santana

Jovens do Fluminense entram na mira do Real Madrid

Jogadores iriam para Espanha compôr time B dos Merengues.

De acordo com o portal Globoesporte.com, o  lateral Wisney, de 18 anos e o atacante Ramon, de 20 anos, ambos do Sub-20, chamaram a atenção do Real Madrid, onde os espanhóis acenaram com a possibilidade de ter a dupla por empréstimo, com opção de compra ao final deste período, ambos para o time B.

A direção tricolor já analisa as duas negociações, onde Ramon, após os primeiros contatos, ficou mais perto de ter o negócio concretizado com o período de um ano de empréstimo. Já Wisney, que foi procurado pelo Cagliari, da Itália, ainda quando atuava pelo STK Samorin, quando o clube italiano fez uma proposta de 1,2 milhão recusada pelo tricolor, estaria na mira do Real pelos mesmos moldes que Ramon, contudo com um período de empréstimo de 6 meses.

 

ST,

Douglas Wandekochen

R$50 Milhões em um mês: como o tricolor planeja sanar essa dívida ?

Maior parte dos gastos é com rescisorede ex jogadores.

Apresentada na última terça-feira (27), durante a reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Fluminense, o vice de finanças, Diogo Bueno, apresentou um cenário nada animador: a necessidade de capitação de R$50 milhões.

Tal valor é referente a impostos em atraso, comissões devidas a empresários e parte das rescisões a sete jogadores do grupo de liberados ao final do ano passado, onde apenas o zagueiro Henrique ainda não chegou a um acordo. A maior parte dessa dívida se deve em sua maior parte aos atletas dispensados, onde só em 2018 chega em um total de R$15 milhões, contudo, o valor é abaixo do que o clube gastaria em relação aos salários dos atletas, uma vez que só com Diego Cavalieri, Marquinho e Henrique, o clube gastaria R$18 milhões anuais.

Para conseguir o valor, o tricolor já tem um plano traçado e buscará o recurso via Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC). Ou seja: pegará um empréstimo com investidores, com os direitos de transmissão como garantia, em que haverá cobrança de juros. Essa medida já vem sendo tomada desde o ano passada e já está bem encaminhada.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Eliminações forçam mini pré temporada no Fluminense

Tricolor ficará 11 dias sem jogos oficiais.

Fora das finais do Estadual e eliminado precocemente da Copa do Brasil, o Fluminense terá uma mini pré temporada “forçada”, uma vez que o tricolor só volta a campo no próximo dia 11 de abril, quando enfrenta o Real Potosí na estréia da Copa Sul-Americana, no Maracanã.

Essa será a segunda vez em.apenas três meses que o tricolor ficará um longo período sem jogos. Em fevereiro já havia ficado 12 dias só treinando após ser eliminado na fase de grupos da Taça Guanabara.

Vale destacar ainda, que além da eliminação para o Vasco no Estadual, o tricolor ainda conta com uma eliminação precoce na Copa do Brasil, quando foi eliminado para o Avaí, perdendo os dois jogos: 2 a 1 no Engenhão e 1 a 0 na Ressacada.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Divulgação/FFC

Fluminense aposta em bom retrospecto para chegar na final do Carioca

Tricolor está invicto em clássicos este ano.

O clássico desta quinta-feira (29) entre Fluminenense e Vasco, que decidem um vaga na final do Campeonato Carioca contra o Botafogo, leva à campo uma retrospecto favorável ao tricolor, que joga com a vantagem do empate.

Campeão da Taça Rio, o retrospecto Tricolor em clássicos neste ano é positivo. Em cinco jogos, foram duas vitórias, três empates e nenhuma derrota, com oito gols pró e apenas um contra. Contudo, o Vasco é o único rival que o Flu ainda não venceu.

Além da invencibilidade em clássicos, o Fluminense também defende a invencibilidade no Maracanã. Em 2018, foram três jogos no estádio, duas vitórias e um empate, com cinco gols pró e apenas um contra. Sem contar que o Tricolor perdeu apenas um jogo neste atual Campeonato Carioca, quando foi derrotado por 3 a 1 para o Boavista em Bacaxá.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Mailson Santana
fonte: Vável

Páscoa tricolor: Organizada realiza ação para distribuir chocolates a crianças carentes

Evento acontece nesta sexta-feira (30).

A torcida organizada do Fluminense, Garra Tricolor fará uma campanha na próxima sexta-feira (30), onde visa entregar diversos chocolates para crianças carentes.

Para alcançar os números estipulados, a organização da Torcida conta com o apoio dos torcedores na doação de chocolates para que possa ser feita a confecção dos ovos de Páscoa:

Sexta-feira faremos mais uma ação social. Iremos visitar o orfanato para entregarmos chocolates a 75 crianças. Estamos fazendo ovos de páscoa e recheando com os bombons doados. Porém precisamos de barras de chocolate que custam 18 reais para fazer os ovos. Cada barra dessa rende apenas cerca de 4 ovos. Temos 15 ovos e precisamos de 75. Ou seja, precisamos da doação de 15 barras de chocolate – disse o presidente da Organizada, Gabriel Diniz.

Cada ovo ainda vem recheado com pacotes de bombons que também são frutos de doações. (Foto: Divulgação)

A Guarra disponibilizou duas contas bancárias onde os torcedores poderão realizar as doações:

Conta para doações de Páscoa:

Caixa Econômica
Vitor Hugo Nunes
Ag: 1619
OP: 013
Conta: 03454-1

Banco Itaú
Rafael Souza Dias
Agência: 7889
Conta: 12845-5

Esse ovo de páscoa que estamos fazendo para levar para as crianças. Uma barra deixará 4 crianças felizes!!

Faça a diferença, seja solidário, quem puder ajudar seremos eternamente gratos !

 

ST,

Douglas Wandekochen

 

foto: Divulgação/Guarra Tricolor
Top