fbpx

Ano novo, problema velho: Fluminense volta a ter prejuízo em jogo no Maracanã

O Fluminense iniciou o ano de 2019 com um grande problema que o acompanhou ao lonho da temporada 2018, o prejuízo que acumula nos jogos da equipe no Maracanã.

O duelo contra o Volta Redonda que marcou a estreia do Tricolor no ano de 2019 levou pouco mais de 6500 pessoas ao Maracanã, gerou uma dúvida de R$ 289.986,84.

Relatório do jogo divulgado pela Ferj. (Foto: Divulgação)

Como mostra o relatório divulgado pela Ferj após a partida, o público de 6.192 pagantes, que gerou uma renda de R$ 156.146,00 não foi suficiente para cobrir as despesas que somaram R$ 446.402,84, incluindo os R$ 100 mil do aluguel do estádio.

Esse prejuízo foi recorrente ao longo de todo ano de 2018, quando fez o Tricolor acumular um prejuízo de 4,5 milhões ao longo do ano.

O próximo desafio da equipe no entanto, é longe da capital, enfrenta o Americano, na próxima quinta-feira (24) no estádio Moarcyrzão, em Campos. No próximo domingo (27), o Flu volta ao Maraca para enfrentar a Portuguesa às 17hrs.

Para não acumular outro prejuízo ao clube, é necessário a presença de cerca de 20 mil torcedores de acordo com as contas feitas pela diretoria.

Fluminense duela contra o Minas pela Copa do Brasil de vôlei feminino

foto: Divulgação / FFC

Vindo de três derrotas seguidas pela Superliga feminina de Vôlei, as meninas do Flu terão nesta terça-feira (22) um compromisso pela Copa do Brasil de vôlei feminino.

A competição que terá a presença das oito melhores equipes classificadas no primeiro turno da Superliga Cimed 18/19, onde o Fluminense encerrou a fase em sétimo lugar, faz as Tricolores enfrentar o Minas Tênis Clube, segundo colocado à época, na Arena Minas (Rua da Bahia, 2244, Belo Horizonte), às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada e sócios do clube mineiro). O jogo não será transmitido ao vivo. 

Além de Flu x Minas, também duelam Dentil/Praia Clube (MG) x Curitiba Vôlei (PR); Hinode Barueri (SP) x Osasco-Audax (SP), e Sesi Vôlei Bauru (SP) x Sesc RJ. Com todas as partidas acontecendo no mesmo dia e em caráter mata-mata.

Os quatro semifinalistas da Copa Brasil feminina 2019 se encontrarão em Gramado (RS) para a disputa da fase final da competição, nos dias 1 e 2 de fevereiro. As três partidas serão realizadas no Ginásio Municipal de Esportes Perinão, todos com transmissão ao vivo do SporTV 2.

Lesão deixa Digão fora da equipe por tempo indeterminado

foto: Lucas Merçon / FFC

O zagueiro Digão que deixou o campo ainda no primeiro tempo do empate em 1 a 1 contra do Fluminense contra o Volta Redonda, pela estreia do Tricolor no Campeonato Carioca, desfalcará a equipe por tempo indeterminado.

O jogador que deixou o campo aos 20 minutos da primeira etapa foi submetido a um exame de imagem que apontou um estiramento no musculo anterior da coxa direita.

Sem Digão, a tendência é que Matheus Ferraz, que já o substituiu na partida contra o Volta Redonda, seja o escolhido para ocupar o lugar deixado pelo então capitão tricolor. Outras alternativas do técnico Fernando Diniz são as entradas de Paulo Ricardo, Frazan e Nathan Ribeiro, sendo que Nathan ainda depende da regularização da documentação.

O Fluminense volta a campo nesta quinta-feira (24) às 21h e 30 quando enfrenta o Americano no estádio Moarcyrzão em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Fluminense monitora zagueiro Nino, destaque do Criciúma

foto: Fernando Ribeiro / Criciúma

O Fluminense voltou a demonstrar interesse na contratação do zagueiro Nino, de 21 anos, destaque na campanha do Criciúma na Série B do ano passado.

O Tricolor que já havia sondado a situação do zagueiro no final do ano passado, voltou a demonstrar interesse pelo atleta que tem contrato com o Criciúma até o fim de 2019.

Temendo uma possível perda do zagueiro, o Tigre já buscou no mercado um eventual substituto a Nino, onde buscou Federico Platero, do Liverpool, do Uruguai e Derlan, emprestado pelo próprio Fluminense.

Esse bom relacionamento entre as diretorias inclusive é o trunfo do Tricolor para assegurar a contratação do zagueiro que chegaria ao clube para compor elenco.

Frio e de boa técnica, Nino é um desejo antigo de Fernando Diniz, que já havia tentado sua contratação no início de 2018 quando ainda era treinador do Athletico.

Fluminense “abre o cofre” para não transformar ganso em mico

foto: Divulgação

Pretendo por fim na novela Paulo Henrique Ganso, o Fluminense teria mudado a estratégia na negociação e resolveu “abrir os cofres” para contar com o jogador.

Se antes a intenção era não exagerar no limite do teto de R$150 mil de salário mensal estabelecido pela diretoria, a figura mudou de imagem e o Tricolor estaria disposto a investir mais do que o dobro do valor para que Ganso assuma a camisa 10 do Fluzão.

Emprestado pelo Sevilla, da Espanha, ao Amiens, da França, até o meio do ano, o jogador já chegou a um acordo com os clubes da Espanha e França para chegar a um acordo salarial, com o Amiens pagando 50% do salário do jogador até junho, com Fluminense e Sevilla pagando os outros 50% divido entre os dois clubes. O problema no entanto era como seria realizado essa divisão para o segundo semestre, uma vez que o Amiens não assumiria mais sua parte.

Para não perder o atleta e transformar Ganso em Mico, o Fluminense se dispôs a dividir o valor com o Sevilla e, arcar com metade dos vencimentos do jogador de junho até dezembro, ficando a divisão da seguinte forma: o Fluminense irá pagar 150 mil de salários por Ganso de fevereiro a junho ou seja 5 meses e, de julho a dezembro.

Ainda pensando e dar garantias que poderá arcar com os valores da negociação, o Tricolor aposta no dinheiro que será debitado das cotas de TV da Globo e do Premiere.

Essa nova proposta do Flu seria o limite máximo que o clube pode oferecer pelo atleta e, já estaria inclusive na mesa do Sevilla que deve responder nos próximos dias. A expectativa nas Laranjeiras é que saia uma resposta positiva do clube espanhol e Ganso seja anunciado até o final dessa semana.

Imagem da suposta camisa azul do Flu ganha repercussão negativa na internet

foto: Divulgação / FFC

Na tarde do último domingo (20) vazou na internet uma imagem do que seria a nova terceira camisa azul do Fluminense.

Suposta camisa três do Fluminense vaza na internet. (Foto: Reprodução / Twitter)

A imagem que mostra a camisa no que parece uma exposição de loja, não demorou muito para cair na “boca do povo”, e a repercussão não foi nada boa. Em sua grande maioria, os torcedores do Tricolor questionaram é muito o design do novo modelo:

Acompanhe alguns comentários:

E aí torcedore você aprovou o possível novo modelo ?

Esposa de Ganso faz desabafo pelas redes sociais

Vivendo na espectativa de ver o meia Paulo Henrique Ganso vestir a camisa 10 do Fluzão, a torcida tricolor tem acompanhado diversos comentários sobre o desempenho do meia nos últimos anos.

Em algumas dessas análises, o jornalista Fábio Azevedo chegou a comentar que o jogador seria um “peso morto” nos últimos clubes onde passou.


Após o comentário, a esposa do jogador, Giovanna Costi, usou sua rede social para desabafar sobre o comentário do jornalista:

Ex Flu, volante Douglas é emprestado ao Bahia

foto: Daniel Augusto Jr. / SCCP

O volante Douglas, negociado pelo Fluminense ao Corinthians no meio da temporada passada, acertou seu empréstimo junto ao Bahia por uma temporada.

O jogador de 22 anos estava sem espaço no clube paulista, onde seguer havia sido inscrito para a disputa do Paulistão.

Douglas, foi anunciado pelo Bahia na manhã deste domingo (20) através das redes sociais do tricolor baiano. Contudo, os sócios do tricolor de aço receberam a informação antes através de mensagens via SMS.

Douglas foi anunciado oelas mídias oficiais do Bahia. (Foto: Divulgação)

Pelo Timão, foram 17 aparições do volante, que fez apenas um gol, recebeu quatro cartões amarelos e um vermelho. 

Há 139 anos nascia Oscar Cox, fundador e primeiro presidente do Fluminense Football Club

No dia 20 de janeiro de 1880 nascia Oscar Alfredo Cox, que 22 anos depois, viria a fundar o Fluminense Football Club.

Filho de um inglês, George Emmanuel Cox, com uma brasileira, Minervina Dutra Cox, Oscar Cox nasceu no Bairro dos Leões, no Humaitá, Rio de Janeiro.

Em 21 de julho de 1902 através de uma reunião presidida por Manoel Rios e secretariada por Oscar Cox e Américo Couto, nascia o Fluminense Football Club. Ainda na reunião, Cox foi aclamado primeiro presidente do clube, começando seu mandato já no ano de 1902 à 15 de dezembro de 1903.

Já como presidente do clube, Cox acumulou a função de jogador, tendo disputado tendo disputado ainda mais quatro partidas amistosas, em 1902 e 1903. Cox ainda atuou por mais cinco partidas pelo clube durante os anos de 1906 e 1908, quando conquistou o título primeiro título estadual da história, em 1906.

Além de Oscar, outro membro da família Cox também atuou como jogador do Flu, o seu irmão Edwin Horácio Cox, exímio driblador e considerado o primeiro grande craque tricolor.

Quando partiu para Londres em 1910, Cox recebeu uma mensagem de despedida assinada pelos sócios do clube. Está mensagem no entanto só foi descoberta após sua morte juntamente com seus pertences contendo ainda o seguinte texto, escrito por ele: “Cresswell. In case of my death, send to Mario Pollo, secretary of Fluminense F. C. Rio de Janeiro” (“Cresswell. No caso de minha morte, enviar a Mário Pollo, secretário do Fluminense F. C., Rio de Janeiro”). Sua vontade foi atendida.

Por ocasião de seu falecimento o Fluminense decretou luto de oito dias, hasteou o pavilhão em funeral, apresentou condolências à família, transferiu as festas sociais que estavam marcadas para o dia 11 seguinte e mandou rezar missa no dia 14 na Igreja de São Francisco de Paul. Falecido na Inglaterra, Cox ainda teve seu corpo transladado para o Rio de Janeiro, sendo sepultado no cemitério de São João Batista, em Botafogo, no dia 27 de outubro de 1931.

Nas comemorações do cinquentenário do clube, em 1952 foi inaugurada uma placa de bronze em seu túmulo com os dizeres: Viver e não deixar uma instituição atrás de si não vale a pena viver. Oscar Cox dirigiu a fundação do Fluminense Football Club, que, no seu Cinquentenário, aqui grava sua gratidão e saudade“. Uma homenagem do então presidente Fábio Carneiro de Mendonça.

Em 4 de maio de 2017 ainda foi aprovada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o nome de Oscar Cox para batizar a rua que dá acesso ao Centro de Treinamento Pedro Antônio.

Estreante, Diniz dá moral aos jogadores e não se intimida com atual situação financeira do clube

foto: Mailson Santana / FFC

Apesar do mal resultado no jogo de estreia quando empatou em 1 a 1 contra o Volta Redonda na noite do último sábado (19) no Maracanã, o técnico Fernando Diniz fez questão de incentivar o atual elenco, dando moral aos jogadores:

– Eu gosto de valorizar quem está aqui comigo. Esse elenco aí está ótimo. A gente começa a temporada com jogadores que não são conhecidos no mercado, estão em baixa e vamos tentar fazer uma boa temporada, para que eles fiquei valorizados e o Flu cresça – comentou o treinador após a partida.

O treinador ainda fez questão de destacar o atual momento financeiro do clube, onde, segundo Diniz, não o incomoda:

– Não me assusta, me estimula. O Fluminense passa por um momento que todos sabem que precisa de ajuda, e eu estou aqui pra ajudar – destacou o treinador.

O Fluminense volta a campo na próxima quinta-feira (24), às 21h e 30, quando enfrenta o Americano, em Campos.

Top