fbpx

Rodolfo é processado pela Conmebol por uso de cocaína

Tribunal de Disciplina encaminha denúncia e cita pela primeira vez presença da droga. Advogados do atleta encaminharam defesa na última sexta-feira (8) e esperam por julgamento.

O processo contra Rodolfo por doping começou a correr na Conmebol. A entidade fez avançar a denúncia contra o goleiro, e os advogados do Fluminense já enviaram a primeira defesa do jogador, acusado de uso de cocaína, ao Tribunal Disciplinar.

A Conmebol se manifestou pela última vez no último dia 18 de outubro, quando fez a “abertura do expediente disciplinário” e notificou a defesa do atleta a se manifestar nos 21 dias seguintes. No documento, o tribunal afirma que “foi detectado na amostra a presença da substância proibida “cocaína”, metabolito Benzoilecgonina. É a primeira vez, em todo o processo, que uma das partes confirma o uso da droga.

Na última sexta-feira (8), a defesa de Rodolfo foi encaminhada ao Tribunal Disciplinar. Tanto o Fluminense quanto o atleta permanecem em silêncio sobre a origem da substância proibida, o que faz parte da estratégia da defesa. Mesmo que o goleiro tenha aberto mão de realizar contraprova. Agora, o jogador espera pelo avanço do julgamento, que pode acontecer ainda neste mês, mas não é garantido.

Fonte: globoesporte

Flu fica sem Caio Henrique e usará Orinho contra Atlético

Caio Henrique disputou 60 jogos oficiais pelo Fluminense, sendo 54 como titular.

Na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, Flu não poderá contar com o jogador que mais vezes atuou pelo clube em 2019 em seu próximo compromisso. 

Caio Henrique, que vem sendo improvisado na lateral esquerda, foi convocado para defender a Seleção Brasileira Pré-Olímpica em um torneio amistoso na Espanha. Caio disputou 60 jogos oficiais pelo Fluminense, sendo 54 como titular. 

Mas não poderá enfrentar o Atlético, sábado (16) no Maracanã, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto isso, sua vaga no Fluminense será ocupada por Orinho. 

“- Passo a semana fora e perco a partida contra o Atlético-MG, mas ficarei torcendo pelos companheiros. A seleção é um sonho de qualquer menino, mas ao mesmo tempo quero ajudar o clube, que passa por uma situação delicada também”, declarou Caio Henrique.

Flu vence Flamengo por 3 a 0 no Carioca sub-16

João Neto marca após jogada de Jefté em clássico disputado na manhã desta segunda (11) na Gávea.

Um golaço de letra, marcado pelo atacante João Neto, após o lateral Jefté sair do campo defensivo e passar por cinco adversários, marcou a vitória de 3 a 0 do Flu sobre o Flamengo no Carioca sub-16. Na manhã desta segunda, na Gávea, o Tricolor foi superior e construiu o resultado no primeiro tempo do clássico.

Matheus Martins e Kayky fizeram os outros gols  o primeiro e o terceiro, respectivamente. A chuva que caiu no Rio deixou o segundo tempo mais lento e o jogo, truncado. A partida foi válida pela penúltima rodada do returno.

O Carioca sub-16 é também conhecido como Torneio Guilherme Embry. No primeiro turno, o Vasco foi o campeão ao superar o Nova Iguaçu nos pênaltis – eliminou o Tricolor na semifinal. A última rodada do returno ocorrerá na sexta-feira, e os quatro primeiros passam para a semifinal. Atualmente, são eles: Vasco, Nova Iguaçu, Fluminense e Flamengo.

O regulamento do estadual prevê que, caso uma mesma equipe vença os dois turnos, será declarada campeã. A final do torneio, caso seja necessária, será disputada pelas equipes campeãs do turno e returno.

Fonte: globoesporte

Criticado por escalar Nenê no lugar de Ganso, Marcão se justifica: ‘Não estava 100%’

Desde antes mesmo do jogo começar, Marcão recebeu críticas da torcida tricolor pela escolha de Ganso no banco na partida contra o Internacional (10).

Essa mudança não trouxe nada de bom: o Tricolor não jogou bem e foi derrotado por 2 a 1. Marcão justificou sua escolha: 

— Estamos vindo de alguns jogos desgastantes. Conversamos antes dessa partida. Era um jogo muito difícil, que precisaria que todos estivessem 100%. Ele não estava 100% e optamos pelo Nenê — disse o técnico.

Numa tarde de substituições incomuns, Marcão ainda teve outras decisões contestadas. No segundo tempo, ele deu uma oportunidade a Lucão e a Guilherme, pouco utilizados na temporada. Suas entradas não surtiram efeito.

— O Lucão foi porque sabíamos que era um jogo de imposição, contra uma zaga muito pesada — resumiu.

Flu volta a jogar no sábado (16), contra o Atlético-MG, no Maracanã. 

Mas hoje (11) precisa torcer para o Botafogo perder a partida contra o AVAÍ, no Nilton Santos, senão o tricolor entra para zona de rebaixamento novamente. 

Garotas do Flu nas finais estaduais: Categoria adulto disputa título contra o Flamengo

No primeiro ano do futebol feminino no Flu,  o clube fez bonito e foi o único time carioca a chegar às finais estaduais da categoria adulto e Sub-18 da modalidade. Os títulos serão decididos diante da torcida tricolor, no Estádio de Laranjeiras. 

Hoje, (10), as meninas do time adulto iniciam a disputa do título, contra o Flamengo. A partida têm entrada gratuita e transmissão da TV Ferj.

“– Acredito muito em trabalho e chegar nas duas finais da competição é o resultado de profissionalismo, compromisso e dedicação. Fico muito feliz, principalmente, por nossas atletas. Elas merecem demais viver esse momento “!– destacou a treinadora. 

Marcos Paulo é destaque no Casal sub-20 do Flu

Enquanto João Pedro passa por uma má fase, Marcos Paulo brilha no time tricolor.

Marcos Paulo subiu, tornando-se titular e peça importante do time com gols e atitudes que agradaram a torcida.

Se João Pedro foi o primeiro a desabrochar, sendo aclamado pela torcida marcando oito gols em dez jogos, Marcos Paulo precisou de mais tempo para buscar seu espaço: só foi titular pela primeira vez em junho e começou jogando oito vezes seguidas, mas depois voltou para a reserva, onde ficou boa parte do tempo com Oswaldo de Oliveira e Marcão.

Agora, Marcos Paulo reconquistou a esperada sequência, sendo titular nos últimos quatro jogos e fazendo dois gols.

Além de marcar contra o São Paulo, o jovem atacante ganhou ainda mais pontos com torcida e o técnico Marcão por atitudes fora de campo. Primeiro, por chorar após o empate com o Vasco, quando perdeu uma grande chance de cabeça, na pequena área. E depois, ao pedir dispensa da seleção portuguesa sub-19 para não desfalcar o Fluminense em momento decisivo.

“Sempre que posso eu peço para ficar, mas tem hora que não dá porque me prejudica. Desse vez não podia ir de jeito algum. Na fase em que estamos, era momento importante e o grupo está muito unido, ninguém pode sair”, – contou o jovem.

Após vitória de 2 a 0, Marcão se consolida como técnico do Flu

A vitória contra o São Paulo, no último jogo, tirou o Flu da zona de rebaixamento e deixou o time respirar por uns minutos (assim como o treinador).

A vitória também fez o técnico Marcão brilhar e respirar sossegado, já que precisava dos 3 pontos para uma maior segurança no cargo.

Recentemente, o treinador foi um dos motivos para uma divergência política entre o presidente Mário Bittencourt e o vice-presidente geral, Celso Barros, que se mostrou a favor de uma mudança no comando técnico.  

A atuação impecável do Tricolor fora de casa dá ainda mais respaldo ao trabalho de Marcão, que parece ter encontrado a formação ideal para fazer o Fluminense permanecer na Série A.

Pablo Dyego entrou na vaga de Yony González e com isso, o ataque tricolor foi formado por crias de Xerém, já que Marcos Paulo continuava em campo.

Posteriormente, Evanilson foi a campo no lugar do autor do segundo gol, mantendo o setor com jogadores feitos em casa. O jogador foi relacionado após a barração de João Pedro. Essa foi a primeira vez que Evanilson jogou pelos profissionais em 2019. Sua estreia, porém, aconteceu no Carioca de 2018, partida contra o Boavista. 

Chama a atenção pelo fato do Fluminense ter contratado diversos jogadores ofensivos, como Ewandro, Guilherme e Brenner, que, por estar emprestado pelo São Paulo, não foi relacionado.  

“É uma dificuldade muito grande a cada rodada. Foi muito importante somar esses pontos. Muitos não acreditavam, mas a nossa equipe acreditou. Levamos pontos importantes para o Rio de Janeiro, mas não dá para descansar. No domingo, temos outra batalha. Vamos enfrentar o Internacional também com o mental muito forte.” – declarou Marcão.

 O Tricolor enfrenta o Internacional no próximo domingo (10) , às 16:00, no Beira Rio, em Porto Alegre, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Acabou o chororô: Marcos Paulo é o autor da vitória de 2 a 0 contra São Paulo

Emocionado no último jogo contra o Vasco (3), Marcos Paulo trocou as lágrimas de tristeza por ter perdido um gol, pelas de emoção, ao marcar o segundo gol do Flu no jogo contra o São Paulo (8).

Aos 39, Caio Henrique arrancou pelo meio, driblou Bruno Alves, e enfiou a bola na medida para Marcos Paulo. O atacante, que estava livre de marcação, tocou por baixo de Tiago Volpi e fez o segundo para o clube carioca. 

O atacante elogiou bastante seu colega, Caio Henrique pelo trabalho no jogo.

-“Quando ele estava no lance eu fiquei até impressionado. Pensei: “joga muito”. Achei até que fosse tocar no Yony, mas depois virou para mim, pude fazer o gol. Vinha dando certo quando eu jogava do lado dele. A gente brincou que o lado esquerdo estava impossível de pegar. Bom que a gente conseguiu ajudar um ao outro “ – contou.

No duelo entre tricolores, no Morumbi, Flu garantiu uma grande vitória, fazendo sua saída da zona de rebaixamento em grande estilo: derrotando o São Paulo por 2 a 0.

Digão foi o autor do primeiro gol. Em uma falta na lateral do campo, Daniel levantou na medida para Digão. O zagueiro do Fluminense testou firme e abriu o placar.

Flu é pedra no sapato para o Tricolor paulista

Adversário do São Paulo quinta-feira (7), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense vem conseguindo bons resultados no Morumbi ultimamente. 


Há mais de três anos o time paulista não vence os visitantes. Desde então, conseguiram apenas 2 empates, pelo Brasileirão de 2017 e 2018 (1 a 1).

Fonte: Lance!

Ao todo, São Paulo e Fluminense se enfrentaram 64 vezes na história do Campeonato Brasileiro Unificado, com 29 vitórias paulistas, 19 vitórias cariocas e mais 16 empates; com 87 gols são-paulinos e 78 do Flu.

Sem João Pedro, atacante tem destaque no Flu

O atacante Evanilson, artilheiro do time Sub-20 do Tricolor em 2019, ocupará a vaga do colega João Pedro que foi cortado dos jogos contra São Paulo e Internacional.

A ausência de João Pedro, que não marca há 12 jogos e foi cortado da viagem do time pelo baixo rendimento, abre espaço para outra joia de Xerém: artilheiro do time Sub-20 em 2019, com 28 gols, 15 deles no Brasileirão da categoria, Evanilson, pode ter a primeira chance como titular no ano.

A última vez que o atacante foi relacionado para jogos do profissional este ano, foi na partida contra o Bahia, pela 25ª rodada do Brasileirão, mas não teve a oportunidade de entrar em campo. Aos 20 anos, o atacante é destaque do time de base e já treinou algumas vezes com o grupo principal.

O jogo contra o São Paulo não será o primeiro do destaque da base pelo time profissional. Em 2018, fez a estreia com a camisa tricolor, no Campeonato Carioca, ao entrar no segundo tempo da derrota do Flu por 3 a 1 para o Boavista, dia 17 de janeiro daquele ano.


De olho na boa fase do atacante no Sub-20, o Tricolor já negocia uma renovação de contrato com o atleta. Ele tem contrato até fevereiro de 2020.

Top