Pedro, Real Madrid e a lesão.

Uma lesão no joelho direito tirou Pedro dos gramados por oito meses. Mas também o tirou do Real Madrid.

De acordo com Márcio Giugni, empresário do atleta, o atacante tinha um acordo com o Real Madrid antes da lesão.

“Naquele momento, tínhamos chegado a um acordo com o Real Madrid. Tínhamos conversado com o Fluminense, com a família, só faltava mesmo assinar,” disse em entrevista à TV Globo.

O negócio foi brecado assim que a lesão ocorreu.

ST 🇮🇹

Fluminense faz doações à comunidade no entorno do CT

Foto: Divulgação/Fluminense

A última quarta-feira foi de visita por parte do departamento de Relações Institucionais do Fluminense à comunidade da Cidade de Deus, localizada no entorno do CT do clube, na Barra da Tijuca.


O Tricolor realizou a doação de produtos infantis e beneficiou as crianças com um kit baby, composto de chupetas, mamadeiras, chocalhos, entre outros produtos, todos oficiais do clube.


A ação que une esporte e inclusão social teve incentivo da Instituição RioSolidário e do professor de Educação Física da CDD, Leonardo Bezerra, filho do cantor Bezerra da Silva.- A ideia de fazer esse link entre o Fluminense e o RioSolidario se deu por um projeto que estou desenvolvendo com a história e o legado de Bezerra da Silva. Fiquei muito feliz ao ver a disposição do Fluminense em desenvolver um trabalho social sério para a diminuição da violência e a potencialização do indivíduo.

Meu papel é unir comunidade e grandes instituições – explicou Leonardo.

Relações institucionais e gerente de futebol feminino do clube, Amanda Storck destacou a importância das ações solidárias dentro do esporte.

– O Fluminense tem como uma de suas prioridades, no âmbito social, difundir ações de integração e parceria em locais de vulnerabilidade. A aproximação com a Cidade de Deus e a comunidade do Karatê, localizada no entorno do CT Tricolor, é muito importante e vai além do esporte, contribuindo com o desenvolvimento de uma sociedade melhor – declarou.

Fonte: Lance

Fluminense encaixa 8 jogos de invencibilidade

O Fluminense contratou Fernando Diniz e apostou na filosofia do treinador, que não abre mão de ficar com a posse de bola e trabalha as jogadas desde o primeiro toque, com o goleiro.


O comandante do Tricolor nem sempre consegue fazer seus times jogarem o que ele quer, mas quando obtém êxito o resultado é dos mais empolgantes. E é justamente o que tem ocorrido no clube das Laranjeiras.


Mesmo montando o elenco ao longo da temporada e sem poder contar com força máxima (Pedro lesionado, por exemplo), o Fluminense tem apresentado um futebol convincente e que encantam em determinadas oportunidades, consequência do trabalho.


Após oscilar com duas derrotas na temporada, o Tricolor engrenou e chegou a oito jogos de invencibilidade após vencer o Antofagasta, do Chile, pela Copa Sul-Americana.


No período, o Fluminense obteve cinco vitórias e três empates. Há uma tranquilidade quando o time encara rivais de menor expressão. Neste cenário, dificilmente o time tropeça

 

Três Pilares para o sucesso de um Time.

O sucesso de um time de futebol não está apenas,l no elenco, nos treinos e táticas, mas também no lado psicológico e emocional dos atletas e equipe técnica.
O time precisa querer ganhar e precisa acreditar nele mesmo.
O aspecto emocional do time afeta os resultados, enquanto os resultados influenciam no emocional do time, é um ciclo, e como fazer com que esse ciclo se mantenha.

Eu acredito que três principais pilares são o Espírito de equipe, autoestima e liderança.

Espírito de equipe é importantíssimo para alcançarmos melhores resultados.
O ambiente do time tem grande influência sobre o desempenho de seus jogadores. O espírito de equipe afeta a atuação no campo, pois quanto maior for o espírito de equipe melhor será o desempenho no campo. E pode determinar a posse de bola e o entrosamento que a equipe terá.
O espírito de equipe pode ser afetado por uma série de elementos, em particular a liderança do técnico e a inteligência emocional da equipe para resolver os problemas.

A Autoconfiança dos jogadores.
Pois precisam acreditar neles mesmos para terem um bom desempenho.
Um time com baixa autoconfiança terá problemas em aproveitar as oportunidades que surgem durante o jogo.
A autoconfiança de um time é refletida nos ataques e podem definir um jogo.
Ela depende dos resultados e do apoio massivo da torcida, sim.
Mas ter uma inteligencia emocional para lidar com a pressão e um técnico com uma boa liderança influenciam na melhora da autoestima do time.

Nossa missão como torcedores é apoiar e incentivar o time a todo o momento e fazer com que esses aspectos de espírito de equipe, união, autoestima e liderança entrem em campo junto com o time.

Porque sabemos que juntos somos mais fortes.

ST.

Canalflunews

Fluminense X Cabofriense – Jogo decisivo

Fluminense e Cabofriense se enfrentam para melhorar as suas colocações no campeonato, quem perder, praticamente dá adeus as chances de disputar o título da taça Rio.

Com o empate de ontem do Vasco, o Fluminense ocupa a terceira colocação do grupo A com quatro pontos.

Confirmado como titular, Luciano falou sobre a “final” pela frente.

– Vai ser um jogo com cara de decisão, pois a Cabofriense conseguiu montar um time muito competitivo e que vem fazendo uma grande campanha. Precisamos estar atentos e tentar impor o nosso estilo de jogo.

Do outro lado, a Cabofriense vem surpreendendo e tem 100% de aproveitamento na Taça Rio.
Além disso, ocupa a segunda colocação do Grupo B com seis pontos e, com a eliminação quase matemática do Botafogo, se coloca como favorito a colocar a vaga ao lado do Flamengo.

 

“Vamos pra cima Fluminense”

ST.

Canalflunews